Estratificação social

Páginas: 21 (5140 palavras) Publicado: 8 de junho de 2011
Sociedade e Quadros Mentais

A sociedade colonial é fruto de uma mesclagem dos povos, ou seja, tem em sua genes traços variados como um mosaico. Era de praxe nesse período histórico o Estado como soberano impor os preceitos religiosos, no entanto cada povo trás sua bagagem cultural seus costumes onde apesar da imposição de novos conceitos faziam valer os seus quadros mentais.
Como grandefeitor do século XIX podemos citar Silvio Romero que agregou valores a miscigenação com metodologia.
Embora a pele branca fosse maioria no período colonial pela presença maciça dos portugueses, é possível citar outros povos como: espanhóis, franceses, holandeses e ciganos.
A miscigenação no Brasil vem desde o “descobrimento” mistura de brancos e índios dando origem ao povo mameluco, de brancos enegros e assim sucessivamente.
A figura do pai como patriarca e provedor da família era notável, o qual era comum e as relações extra-conjugais também resultando em filhos bastados os quais gozavam dos mesmos direitos dos filhos legítimntrelinhas da miscigenação, da cultura da economia dos costumes do Brasos.
A história da colonização é cercada de conflitos, promiscuidade, divergência, carência dafigura feminina dentre outros. Assim sendo, seja índio, negro, branco ou mestiço, ricos ou pobres, todos de alguma forma contribuíram para escrever as leis.

Estratificação social, grupos e etnias

Há diferentes formas de se classificar a estratificação social (hierarquização social) na colônia.
-Para Gaioso (cronista do Maranhão) haviam cinco: “filhos do reino”, nacionais ou descendentes defilhos do reino, “geração misturada”, negros e índios.
-Para Le Gentil de La Barbinnais(viajante francês), referindo- se á Bahia, o mais influentes eram: senhores de engenho, comerciantes e marítimos.
A cor também tinha classificação: - portugueses,índios e mestiços em São Vicente nos séculos XVI e XVII,- brancos , pardos e negros na Bahia entre séculos XVII e XVIII. Classificação jurídica:clero, nobreza e povo. E aqueles q se vangloriavam por ser de descendência branca como atestou o padre Loreto Couto, em Desagravos do Brasil:
“(...)todo aquele que é branco na cor entende estar fora da esfera vulgar.’
No Brasil colonial, havia apenas uma nobreza, de fato, formada por senhores de engenho ou “homens bons” das câmaras nas diferentes capitanias. Eram freqüentes as disputas entresenhores de engenho, comerciantes e o próprio governo, q queria a entrada de “oficiais mecânicos” ou artífices, por poder e honrarias - conseqüência da estratificação.
A dicotomia proprietários-não-proprietários é eficaz quando a riqueza patrimonial é basicamente representada por terras. Na colônia ela revela as relações sociais nas áreas canavieira e pecuarista, onde os senhores de engenho efazendeiros estão no topo e o restante da população está na base. Os comerciantes - vinculados ao comércio internacional - não se enquadram nessa dicotomia, quase não afeta a pobreza vicentina, porque as terras geravam baixa renda e, nem a área extrativista no Maranhão e seus “magnatas” da região mineradora no século XVIII, porque em nenhum desses casos a riqueza dependia muito da terra.
A contradiçãosenhor-escravo é parcialmente relevante- e muitos homens da época exageravam na dependência de escravos, pois deixavam de produzir com seus próprios braços para comprar escravos e alimentar status -, além disso ela não classifica satisfatoriamente as relações sociais, porque não incluía a o trabalhador livre, assalariado ou não. Havia, na sociedade colonial, várias partes complexas que iam além dessacontradição. Na parte superior da sociedade (dada pela origem, riqueza ou função) composta por: proprietários rurais (senhores de engenho, proprietários de fazendas canavieiras, pecuaristas nordestinos e gaúchos), grandes comerciantes do litoral, mineradores enriquecidos e alta burocracia.
A era família patriarcal - onde a autoridade era do pai e havia o direito de primogenitura (privilégios...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Estratificação social
  • Estratificação social
  • Estratificação social
  • Estratificação Social
  • Estratificação social
  • estratificação social
  • Estratificação social
  • estratificação social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!