estratégia energética indústria siderúrgica

Páginas: 6 (1304 palavras) Publicado: 11 de fevereiro de 2015
SOL

Coqueria Tubarão S/A

estratégia energética
indústria siderúrgica
J.G. Homem de Siqueira, Diretor Superintendente
da Sol Coqueria Tubarão S/A

INTRODUÇÃO

SOL

Coqueria Tubarão S/A

HÁ VÁRIAS FORMAS DE PRODUÇÃO DO AÇO.
VAMOS NOS DETER AO CASO DA SIDERURGIA INTEGRADA A COQUE, POR SER
A FORMA QUE RESPONDE POR MAIS DE 70% DA PRODUÇÃO BRASILEIRA. ISTO
PERMANECERÁ POR VÁRIASDÉCADAS, HAJA VISTA OS NOVOS PROJETOS EM
IMPLANTAÇÃO.
ENTRETANTO, TRÊS ESTRATÉGIAS PODEMOS DESTACAR PARA AS DEMAIS
FORMAS DE SIDERURGIA:
(I)

SIDERURGIA A CARVÃO VEGETAL LIMITADA EXCLUSIVAMENTE À FLORESTA
ENERGÉTICA RENOVÁVEL: NUNCA DE FLORESTA NATIVA;

(II)

A EXPLORAÇÃO DA FLORESTA ENERGÉTICA NÃO SE LIMITA À PRODUÇÃO
DE CARVÃO VEGETAL. DEVE SER EXPLORADO TODO O POTENCIAL DA
BIOMASSA,INCLUSIVE PARA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA;

(III) SEJA QUAL FOR A FORMA DE PRODUÇÃO DE AÇO SEMPRE DEVE ESTAR
PRESENTE: RECUPERAÇÃO DAS ENERGIAS SECUNDÁRIAS GERADAS NOS
PROCESSOS; RECICLAGEM DE RESÍDUOS; RECIRCULAÇÃO E REUSO DE
ÁGUA DOCE E, SEMPRE QUE POSSÍVEL, USO DE ÁGUA DO MAR.
A ESTRATÉGIA (III) É VÁLIDA PARA QUALQUER FORMA DE INDÚSTRIA OU
PRESTAÇÃO DE SERVIÇO.

SOL

CoqueriaTubarão S/A

O ENERGÉTICO DA SIDERURGIA A COQUE

O principal insumo energético utilizado pela
siderurgia integrada a coque é o carvão mineral
(nas formas coqueificável, finos de carvão e
antracito).
Para a Siderurgia Brasileira, praticamente, 100%
do carvão mineral é importado.
Então, se pensamos em estratégia energética
para a siderurgia a coque, temos que pensar,
prioritariamente, em melhoruso do carvão.

CARVÃO: O ENERGÉTICO DA SIDERURGIA A COQUE

SOL

Coqueria Tubarão S/A

Além de ser a fonte energética indispensável para os altos fornos (na forma de
coque e carvão pulverizado), o carvão gera várias energias derivadas, que precisam
ter máximo aproveitamento, pois representam mais de 40% do seu conteúdo
energético.
Considerando-se a Gcal das energias derivadas aomesmo preço da Gcal do
carvão, o valor dessas é da ordem de US$ 1 bilhão/ano, para atual produção
brasileira de aço ao coque.
Na realidade, pelo valor agregado, as energias secundárias representam bem
mais do que o valor acima (algo torno de US$ 1,5 bilhão/ano).
Temos as seguintes principais energias derivadas: Gás de Alto Forno (GAF),
Gás de Coqueria (GCO), Gás de Aciaria (GAC), Alcatrão, calorsensível do carvão e
do coque, pressão do topo dos altos fornos etc.
O aproveitamento ótimo dessas energias derivadas do carvão resume a
estratégia energética para a Siderurgia a Coque. Daí, surgem as medidas para
alcançar o melhor Modelo Energético, diante de cada realidade particular.
O Modelo Energético Siderúrgico é mostrado a seguir.

MODELO ENERGÉTICO SIDERÚRGICO

SOL

1) Afonte primária de energia é o carvão que deverá representar, pelo menos, de 99%
doTubarão
total S/A
das
Coqueria
energias
primárias, no caso otimizado.

2) O carvão é transformado e produz derivados energéticos, além do coque: Gás de Coqueria, Gás de
Alto Forno,
Gás de Aciaria, Alcatrão, Calor, Energia Cinética etc.
3) Parte dessas energias derivadas do carvão é destinada aos fornos deprodução e assegura: (i) o
consumo zero
de derivados de petróleo e (ii) a minimização do consumo de Gás Natural.

4) O excedente é destinado à cogeração (eletricidade, vapor e energia mecânica). Isto assegura: (i) a
autonomia
ZERO PETRÓLEO
quanto à necessidade de eletricidade e (ii) pode gerar
energia adicional paraBAIXO
venda.
FORNOS
CONSUMO GN

Gás

Gás

Gás

Carvão

CarvãoCOQUERIAS
Gás
Calor
Alcatrão

ALTOS FORNOS
Gás
Energia Cinética
Calor

COGERAÇÃO
Eletricidade
Vapor
Energia Mecânica

ACIARIAS

Gás
Calor
AUTONOMIA
ELETRICIDADE

Tecnologias Limpas Que Suportam o Modelo Energético
CENTRAL TERMELÉTRICA EM COGERAÇÃO, que aproveita os gases combustíveis
gerados no processo siderúrgico, calor sensível do carvão e do coque e alcatrão
FORNOS...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Industria Siderurgica
  • Industria siderurgica
  • A indústria Siderúrgica
  • Emissões de GEE na Indústria Siderúrgica
  • Gas natural na industria siderurgica
  • O uso da água nas indústrias siderúrgicas
  • Análise setorial da indústria siderúrgica
  • Epi's na Indústria Siderúrgica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!