Estatística Aplicada a Experimentos com a Cultura do Feijão.

Páginas: 12 (2983 palavras) Publicado: 22 de julho de 2015
GRANDES CULTURAS
FIT 3760






Estatística Aplicada a Experimentos com a Cultura do Feijão
Revisão Literatura




José Altino Machado Filho
Doutorando em Produção Vegetal
Matrícula 1131306544



I – 2014
Campos dos Goytacazes – RJ
Agosto de 2014
REVISÃO DE LITERATURA

A preocupação com a qualidade do resultado das atividades é uma característica intrínseca do ser humano. Na experimentação, aqualidade de um ensaio é um fator que indica a confíabilidade dos resultados obtidos. O controle de qualidade dos ensaios é exercido no planejamento, execução, coleta e análise dos dados, com objetivo de obter um nível de precisão experimental aceitável.
Os princípios básicos de repetição, casualização e controle local são essenciais em experimentação para que sejam obtidas estimativas precisas enão viesadas da variância e de médias de tratamentos. No planejamento do experimento, o número adequado de repetições é questionamento comum entre os pesquisadores e importante para a obtenção de estimativas confiáveis.
Ao planejar um experimento, em blocos ao acaso, para comparar o desempenho de cultivares, é esperado que o valor observado de um caráter, em determinado tratamento (cultivar) erepetição (bloco), se repita no(s) próximo(s) bloco(s). No entanto, variações entre as repetições são comuns e podem alterar a posição relativa das cultivares, devido à interação blocos x cultivares, não estimável, que inflaciona o erro experimental.
CARGNELUTTI FILHO (2009) cita diversos autores quando afirma que a variabilidade entre as repetições de um mesmo tratamento gera o erro experimental. Quequanto maior for essa variabilidade, maior será o coeficiente de variação, menor a precisão experimental e maior o número de repetições necessárias para representar determinado caráter. E acrescenta que existem metodologias para determinar o número de repetições num experimento. No entanto, algumas dependem de experimentos específicos e outras metodologias são pouco precisas. Assim, a estimativado número de repetições obtida de dados de vários experimentos realizados num determinado local minimiza custos e aproveita as informações existentes.
O CV% constituiu-se numa estimativa do desvio do erro experimental em relação à média (PIMENTEL, 201), sendo uma medida de avaliação da precisão experimental. Assim, considera-se que quanto menor for a sua estimativa, maior será a precisão doexperimento e vice-versa.
Após a implantação da Lei de Proteção de Cultivares (Lei no 9.456/97), houve a necessidade de normalizar os ensaios de Valor de Cultivo e Uso (VCU) para registro das novas cultivares de feijão junto ao Serviço Nacional de Proteção de Cultivares (SNPC), no Ministério da Agricultura. Sendo assim, a condução de ensaios de VCU em, no mínimo, dois anos agrícolas e em três locais decultivo por região edafoclimática, são normas estabelecidas. Além disso, o coeficiente de variação experimental (CV%) do ensaio de VCU deve ser inferior ou igual a 20% (BRASIL, 2001).
LUCIO (1998) cita diversos autores que relataram diversos ensaios cuja diferença mínima significativa entre as cultivares está próxima da média de produtividade obtida pelos produtores, indicando que, nessascondições, a experimentação fica prejudicada, resultando em uma discriminação ineficiente entre os cultivares. Isto pode induzir a conclusões incorretas a respeito dos cultivares a serem recomendados, mantendo cultivares significativamente inferiores sob experimentação e onerando os custos da pesquisa. E considera que a magnitude do erro experimental pode ser avaliada pelo coeficiente de variação (razãoentre a raiz quadrada do quadrado médio do erro e a média geral do ensaio, dado em percentagem), obtendo-se assim uma indicação da precisão experimental. Quanto menor for o erro experimental, menor será o coeficiente de variação (CV) de um ensaio e, por conseqüência, maior será a precisão ou a qualidade do ensaio. Nesses casos, menores diferenças entre estimativas de médias aparecerão como...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cultura do feijão
  • A cultura do Feijão
  • A Cultura do Feijão
  • cultura do feijao
  • Experimento de estatística
  • Cultura do Feijao e Milho
  • Estatística aplicada
  • Estatística Aplicada

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!