Especialistas

2156 palavras 9 páginas
ESPECIALISTAS

O presente trabalho tem por objetivo explanar informações sobre a necessidade de concursos para obtenção do título de especialista e a exigência do credenciamento das instituições que oferecem especialização. A Lei n.º 5766/71 que cria o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Psicologia, estabelece em seu artigo 11 que "os registros serão feitos nas categorias de Psicólogos e Psicólogos Especialistas". Através da Resolução nº 014/00 do ano 2000, revogada pela Resoluçáo n 013/2007, o Conselho Federal de Psicologia vem instituir considerações sobre o Título de Especialista em Psicologia, que se caracteriza pelo reconhecimento da prática profissional do psicólogo, e as maneiras pelas quais os profissionais podem obtê-lo, que são através de concurso público, conclusão de curso de especialização credenciado pelo CFP e comprovação de experiência profissional, sendo que esta última não está vigente atualmente. De acordo com as Resoluções publicadas no Diário Oficial da União (DOU), a solicitação do título de especialista no prazo de 270 dias pela modalidade de experiência comprovada encerrou-se em 16/03/04 para a área de Psicologia Social, em 30/11/04 para a área de Neuropsicologia e em 17/12/01 nas demais áreas. São onze as especialidades regulamentadas que se justificam por sua produção teórica, técnica e institucional: 1) Psicólogo especialista em Psicologia Escolar/Educacional - atua no âmbito da educação formal realizando pesquisas, diagnóstico, análise e intervenção envolvendo todos os segmentos do sistema educacional que participam do processo de ensino- aprendizagem; 2) Psicólogo especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho - atua em atividades relacionadas a análise e desenvolvimento organizacional, ação humana nas organizações, desenvolvimento de equipes, consultoria organizacional, seleção, acompanhamento e desenvolvimento de pessoal, estudo e planejamento de condições de

Relacionados