Espaço público x espaço privado

Páginas: 7 (1625 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014
Falar sobre a relação público X privado, é falar, antes de mais nada da nossa relação com os outros e com as cidades.
Pensando a respeito de qualquer cidade brasileira, é possível verificar uma tensão e uma divisão concreta entre dois mundos: O Mundo da Casa (Espaço Privado) e o Mundo da Rua ( Espaço Público).
Seguindo os caminhos apontados por Roberto DaMatta em suas obras " O Que Faz obrasil, Brasil?" e "A Casa & a Rua" , podemos afirmar que estes espaços são muito mais do que meros espaços geográficos. São sim, espaços carregados de sentido, ou melhor, duas " categorias sociológicas" que revelam como a nossa sociedade pensa e vive.
O Mundo da Casa (Espaço Privado) e o Mundo da Rua (Espaço Público) são marcados, na nossa sociedade, por uma relação de oposição, de tensão, ao mesmotempo em que interagem e se complementam. Senão vejamos:
O Mundo da Casa (Espaço Privado) pode ser definido como o local da moradia, da calma e da tranqüilidade. É o refúgio, onde sou membro perpétuo de uma corporação - em casa somos únicos e insubstituíveis. " Tudo em casa é belo, bom e decente." ( DaMatta, 2001)
Em contrapartida, o Mundo da Rua é o espaço reservado ao movimento, ao perigo, àtentação, ao logro. Na rua, as pessoas são indiferenciadas e desconhecidas, podemos dizer que os indivíduos não tem nome nem face. Nos referimos à elas em termos genéricos (como "povo" e "massa"). É o lugar da luta (trabalho ou batente), da batalha, onde a " dureza da vida" pode ser melhor percebida ou sentida. " É o mundo tenebroso da selva de pedra." ( DaMatta, 2001)
O Mundo da Rua ou EspaçoPúblico, como o tratamos aqui, é assustador: ninguém quer ser chamado de "moleque de rua", ou para uma moça ser vista como uma " mulher da rua" é o mesmo que mulher da vida. Muitas pessoas tem medo de desmaiar, ter um ataque ou, pior do que tudo isso, morrer fora e longe de casa.
Devemos levar em consideração que o espaço público é perigoso porque é fundado na lei que iguala, subordina e muitas vezesexplora. É o local aonde eu não posso me definir por meio da minha relação com alguém ou alguma coisa.
Segundo DaMatta (1991):
"No fundo, vivemos em uma sociedade que existe uma espécie de combate entre o mundo público, das leis universais e do mercado, e o universo privado da família, dos compadres, parentes e amigos. Assim, se sou um cidadão na festa cívica e no comício político, não quero demodo algum ser apenas um cidadão quando estou às voltas com a polícia num caso de roubo. Aqui, a primeira providência que tomo é no sentido de ser logo reconhecido, mas não como cidadão. Espero ser tratado com a máxima atenção, consideração e tolerância. Num caso, o que conta é o indivíduo e o cidadão; noutro, o que vale é a relação."
Sem a menor dúvida, a palavra " cidadão", no Brasil é usadapara pessoas que estão em posições inferiores ou em desvantagem - por exemplo - "aquele automóvel pertence àquele cidadão..." Sempre esperamos pelo " ritual do reconhecimento", que humaniza e personaliza as situações formais. O fato de não haverem relações que possam ser evocadas, inferioriza o indivíduo e sua condição de anonimato permanece.
Assim, todas as instituições sociais brasileiras estãosujeitas a dois tipos de pressão, uma é a pressão universalista, das leis e das normas burocráticas, a outra é determinada pela rede de relações pessoais. Assim, antes de ir à qualquer instituição pública, a sabedoria nos manda inicialmente conhecer as nossas relações naquele local...
Porém, há um fenômeno interessante no Brasil: a privatização do espaço público - tratar o espaço público como sefosse nossa casa, onde tenho mais direitos que deveres. Ao mesmo tempo, o brasileiro não reconhece o espaço público como sendo de todos, sendo este o local da ausência de normas, uma "Terra de Ninguém", espaço da competição e do salve-se quem puder.
ENTENDO O ESPAÇO PÚBLICO COMO SE FOSSE MEU, PORÉM NÃO CUIDO DELE, E NÃO RECONHEÇO QUE POSSA SER DE MAIS ALGUÉM...
E essa concepção leva a um...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • espaço publico e espaço privado
  • espaço publico e espaço privado
  • Relação entre Espaço Público e o Espaço Privado
  • O Acesso Público ao Espaço Privado
  • Fichamento da "mulher nos espaços público e privado
  • ESPAÇOS PÚBLICOS
  • A CONSTRUÇÃO DAS HIERARQUIAS: OU AS REPRESENTAÇÕES DO ESPAÇO PUBLICO E PRIVADO EM ATENAS
  • Espaços Privados

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!