Escravidão na África

Páginas: 6 (1475 palavras) Publicado: 2 de abril de 2014
ENTENDIMENTOS SOBRE A ESCRAVIDÃO NA ÁFRICA
Wagner Amauri Marques de Miranda*

RESUMO: Este artigo foi feito com base na leitura da obra de Paulo Lovejoy sobre a escravidão na África. O objetivo é definir e prática exploratório do ser humano, suas características e causas dentro do continente africano. A escravidão trabalhou com diversas formas no âmbito das formações sociais, seja com relaçãoao senhor-escravo ou vice versa. A religião islâmica, principal dentro das regiões do continente africano, desempenhou um forte papel na prática da escravidão, ditando práticas próprias em comparação à outras religiões ou até mesmo culturas. Num processo evolutivo, a escravidão se intensificou com o comércio para fora da África, fez com que fossem organizados o comércio e a exportação, assimdesestruturando sociedades e disseminando guerras e a dominação de nações por outras.

Palavras-chave: Escravidão, propriedade, tráfico negreiro.














_____________________
*Acadêmico do 6º período de licenciatura, do curso de História da Universidade Tuiuti do Paraná. E-mail: cabral.hist@gmail.com
1 INTRODUÇÃO

A obra de Paul Lovejoy é um importante trabalho sobre aescravidão na África. O autor faz uma análise importante sobre o tema colocando ao longo do texto as transformações da prática da escravidão pelos africanos, seja deste a inserção da cultura e religião islâmica até o contato com os europeus.
Muitas dessas transformações, o autor defende que houveram por influências externas em paralelo com diretivas internas. Os africanos construíram resistênciasao que vinha do exterior, queriam manter dentro de seus domínios tudo sobre sua cultura e foram cerceados disso por conta da exploração agressiva da escravidão.

2 DESENVOLVIMENTO

Uma definição concisa define a escravidão como uma forma de exploração, caracterizada diretamente pela transformação dos indivíduos em propriedade. Como propriedade, eram considerados bens móveis e assim negociadoscomo tal. Pertenciam há alguém, um senhor, que tinha poder total sobre eles. A partir dessa transformação, os indivíduos - escravos - tinham sua liberdade negada, sofriam coerção de seus senhores em todos os sentidos do trabalho, perdiam o direito sobre sua sexualidade, e consequentemente, à reprodução. Para Paul Lovejoy, a escravidão pode ser definida como:

“[...] um meio de negar aosestrangeiros os direitos e privilégios de uma determinada sociedade, para que eles pudessem ser explorados com objetivos econômicos, políticos e/ou sociais.” (LOVEJOY, 2002, p.31)

As leis não protegiam os escravos, não contemplavam esses em seus textos, eles eram mercadoria e tratados assim. Era usada uma espécie de prática moral em alguns casos, como na separação de famílias escravas na América, ou avenda de filhos de escravos, sendo eles ou não de seus senhores. Nos lugares sob as leis islâmicas, as mulheres tinham um tratamento à parte, uma vez compradas como concubinas não podiam ser vendidas caso tivessem filhos de seus senhores. Às vezes podiam se tornar livres com a morte de seu senhor, mas continuavam com a alcunha de concubinas.
Uma forma de entender a escravidão em solo africano éentender o conceito de propriedade privada lucrativa. Na Europa essa propriedade estava pautada na terra ou na quantidade dela. Tudo que houvesse na terra era de posso do dono e consequentemente o mesmo podia explorar da forma como quisesse. No ponto de vista africano, a terra não era o alicerce da propriedade privada lucrativa, mas sim os escravos, essa era a forma de ganho ou de posso para ossenhores africanos, não sendo a terra item pré condicional para se ter escravos. Nesse campo, John Thornton conceitua, “[...] foi a ausência de propriedade de terras – ou para ser mais preciso, foi a propriedade corporativa de terra – que levou a escravidão a ser tão difundida na sociedade africana.” (THORNTON, 2004, p. 125)
Em suma, a escravidão sendo tratada como propriedade privada, ceifava...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • a escravidão na africa
  • A escravidão na africa
  • África e a escravidão
  • Escravidao na África
  • Escravidão na áfrica
  • Escravidão na africa
  • Escravidao e mercantilizacao na africa
  • ÁFRICA E A ESCRAVIDÃO MODERNA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!