ESCLEROMETRIA

933 palavras 4 páginas
ESCLEROMETRIA
Avaliação da Dureza superficial: ENSAIO COM ESCLERÔMETRO DE REFLEXÃO –
1. MÉTODO NÃODESTRUTIVO – NBR 7584
Método não destrutivo que mede a dureza superficial do concreto, fornecendo elementos para a avaliação da qualidade do concreto endurecido.
1.2. Ensaios não destrutivos
São aqueles que não causam danos à estrutura que se está ensaiando (não provocam perda na capacidade de carga).
Podem ser empregados em qualquer idade do elemento a ser ensaiado.
Visam avaliar a integridade e capacidade resistente da estrutura
1.3 Usos
Controle tecnológico de pré-moldados;
Monitoramento do desenvolvimento da resistência;
Localização e determinação da extensão de fissuras, vazios e falhas de concretagem;
Aumento do nível de confiança de um pequeno número de ensaios destrutivos;
Avaliação do potencial de durabilidade do concreto;
Programação da remoção de formas e escoramento;
Verificação de danos provocados por incêndios;
Acompanhamento dos efeitos de aditivos e adições.
2. ESCLERÔMETRO DE REFLEXÃO
2.1 Índice esclerométrico -IE
Valor obtido através de um impacto de Esclerômetro de Reflexão sobre uma área de ensaio, fornecido diretamente em porcentagem, pelo aparelho
2.2 Área deensaio
Região da superfície do concreto em estudo
2.3 Equipamento
Consiste fundamentalmente de uma massa martelo que impulsionada por mola se choca através de uma haste com ponta em forma de calota esférica, com a área de ensaio.
Martelo de Schmidt - aplicação de impacto sobre a superfície do concreto e posterior medida do índice de reflexão de um corpo impulsionado por uma mola.

Pode ser empregado de forma qualitativa:
Permite a comparação do concreto de diferentes regiões de uma estrutura.
Pode ser empregado de forma quantitativa:
Permite a estimativa da resistência à compressão do concreto de diversas regiões a partir da correlação com a resistência de testemunhos extraídos.
2.4 Execução do ensaio
1. Recomendações
Evitar leituras a distância < 5 cm das arestas;
Efetuar no mínimo 9

Relacionados

  • Esclerometria
    740 palavras | 3 páginas
  • Esclerometria
    13657 palavras | 55 páginas
  • ESClerometria
    772 palavras | 4 páginas
  • Esclerometria
    406 palavras | 2 páginas
  • Esclerometria
    803 palavras | 4 páginas
  • Esclerometria
    1058 palavras | 5 páginas
  • ABRASÃO LOS ANGELES, ESCLEROMETRIA, IMPUREZAS ORGÂNICAS E MATERIAIS PULVERULENTOS
    1821 palavras | 8 páginas
  • ANÁLISE DA RELAÇÃO ENTRE A RESISTÊNCIA À COMPRESSÃO AXIAL E O ÍNDICE ESCLEROMÉTRICO UTILIZANDO DIFERENTES TRAÇOS DE CONCRETO E TEORES DE ARGAMASSA COM ABATIMENTO CONSTANTE
    6669 palavras | 27 páginas
  • Técnicas não destrutivas para inspeção de concretos
    5118 palavras | 21 páginas
  • Relatorio - Resistência à compressão de CP’s cilindros de concreto
    458 palavras | 2 páginas