Equipes gerenciadas por mulheres - representações sociais sobre gerenciamento feminino.

Páginas: 9 (2123 palavras) Publicado: 11 de junho de 2013
PRÉ-TEXTUAIS

Título: Equipes Gerenciadas por Mulheres - Representações Sociais
Sobre Gerenciamento Feminino.

Nomes dos autores: Tânia Maria Fontenele Mourão & Ana Lúcia Galinkin.

Resumo na língua do texto: Este estudo teve como objetivo apreender a maneira como as equipes que têm uma mulher como gerente estão
construindo representações sociais sobre este gerenciar. Participaram 74mulheres e 72 homens de equipes que trabalham com sete mulheres que atingiram o topo de carreira, ocupando cargos administrativos nos níveis DAS 5 e DAS 6 da Administração Pública Federal. Utilizou-se a associação livre de palavras, sendo as respostas analisadas pelo software EVOC. Os resultados indicam que os participantes identificam algumas características que as equipes atribuem ao gerenciamentofeminino. Apontam para uma forma de gestão voltada para as relações pessoais, respeito pela pessoa, preocupação com a qualidade do trabalho. Um gerenciamento cujo estilo interativo se caracterizaria pela capacidade de promover a inclusão, característico das formas de redes planas de gestão.

Palavras chave na língua do texto: Equipes; gerenciamento feminino; representações sociais; liderança demulheres.

TEXTUAIS

Introdução
Na década de 1970 teve início uma visível expansão da participação feminina no mercado de trabalho, em particular entre mulheres de classe média, casadas e mães de família, o que lhes conferiu o status de trabalhadoras assalariadas e uma nova identidade nos espaços públicos (Oliveira,2003). Este fenômeno ocorreu não apenas no Brasil, mas em diferentes paísesindustrializados do Ocidente como, por exemplo, na França e na Alemanha, onde houve um aumento na inserção das mulheres no mercado de trabalho que Marry (2003) classifica como espetacular. Outro exemplo é o Reino Unido, onde a participação de trabalhadoras aumentou, passando de um terço, em 1959, para metade dos efetivos entre os assalariados em 1994 (Walby, 2003). Quanto às norte-americanas, Ferdman(1999) comenta que o aumento no número e na proporção de mulheres que trabalham fora de casa é um fenômeno atual de brancos, porque as mulheres negras norte americanas sempre trabalharam fora.

No Brasil, apesar dos avanços em ocupações mais qualificadas e em nichos considerados como masculinos, as áreas mais favoráveis às mulheres continuam sendo a de serviços comunitários e sociais, onde jáestão mais representadas e têm maiores oportunidades de ocuparem cargos gerenciais (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados [SEADE], 2006). Em setores tipicamente masculinos, como gerentes financeiras, comerciais e de publicidade, está ocorrendo, também, uma expressiva participação feminina nos cargos de diretoras (SEADE, 2006). A atuação das mulheres vem crescendo nas posições de liderançaem empresas, em particular nas micro e pequenas empresas, tanto no setor formal quanto informal, representando 46% do total de empreendedores brasileiros (Jonathan, 2005). Mas as posições de destaque na hierarquia das grandes corporações mundiais só começaram a ser galgadas pelas trabalhadoras na década de 90 do século passado. No Brasil, apenas 6% dos cargos de chefia nas maiores empresasbrasileiras são ocupados por mulheres (Corsini & Souza Filho, 2004). É no setor público que as mulheres têm tido maiores chances de ocupar postos de trabalho e, também, posições de chefia. Isto se deve, em parte, ao fato do Estado prover serviços que são culturalmente considerados femininos como educação, saúde e assistência social. Além disso, as contratações são menos discriminatórias uma vez que oingresso ocorre por concurso público (Fontenele-Mourão, 2006). Em diagnóstico realizado pela ENAP – Escola Nacional de Administração Pública (1998) consta, entretanto, que o número de mulheres em postos de gerência no Serviço Público é inversamente proporcional ao nível decisório associado a estes postos. Isto significa que, quanto mais alto o escalão, menos representadas estão as mulheres. Em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Equipes Gerenciadas por Mulheres
  • Representações Sociais de Mulher para Estudantes Universitárias
  • Resenha Trabalho em Equipe: Representações Sociais de Profissionais do PSF
  • Representações do feminino
  • REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE ESTUDANTES DE PSICOLOGIA SOBRE O USO DE MACONHA
  • Psicologia e compromisso social: reflexões sobre as representações identidade.
  • As representações sociais sobre o conceito e a importância do ensino em geografia
  • Futebol Feminino e Sociedade: uma discussão sobre o preconceito social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!