Epidemiologia e saúde do trabalhador

Páginas: 14 (3276 palavras) Publicado: 18 de maio de 2012
1. INTRODUÇÃO
O campo da Saúde Coletiva admite o agravo à saúde como produzido por fatores biológicos, sociais, culturais e econômicos, em um dado momento histórico e dentro de um plano geográfico. Assim os padrões de adoecimento das populações são referenciados, histórica e geograficamente, diferindo no tempo e espaço de acordo com as tecnologias, modos de vida, padrões culturais ecomportamentais, existentes naquela dada sociedade e naquele momento. É pressuposto do campo da Saúde Coletiva que o nível de saúde de uma coletividade é contingenciado pelas relações de produção nela vigentes e que submetem as pessoas ou grupos populacionais a situações ou fatores de risco diferenciados. A compreensão de que os processos produtivos estabelecem as relações sociais e técnicas que submetem ascoisas e os seres (da natureza) e seus vínculos aos desígnios desta produção (econômica e social) evidencia a estreita relação existente entre a Saúde Coletiva e a Saúde do Trabalhador.
A Saúde do Trabalhador é uma área que estuda as relações entre trabalho e a saúde com o objetivo de promover e proteger a saúde dos trabalhadores. Está inserida no Sistema Único de Saúde, através da realização deações de vigilância dos riscos presentes nos ambientes e condições de trabalho e dos agravos à saúde do trabalhador e de ações de assistência (diagnóstico, tratamento e reabilitação) aos trabalhadores, de forma integrada.
No Brasil, em 1991, as causas externas em geral representaram 3.417.264 anos potenciais de vida perdidos, e mais tarde, com dados de 2003, calculados em 2.714.140, mas não foramapresentadas estimativas específicas para acidentes de trabalho. Nos Estados Unidos, o sub-registro de acidentes de trabalho foi estimado entre 33% e 69%, maior entre os trabalhadores autônomos e funcionários públicos. No Brasil, a subestimação de mortalidade e morbidade vem sendo descrita em estudos conduzidos em diferentes regiões do país. Para acidentes fatais de trabalho, o registro de maiornúmero de casos foi consistentemente encontrado entre os Boletins de Ocorrência nos distritos policiais.
A incidência de acidentes de trabalho não fatais pode ser subestimada em até 90%, de acordo com resultados de estudos populacionais. Com base em resultados da magnitude de sub-registros é possível se calcular medidas epidemiológicas corrigidas, embora se adotando alguns pressupostos. Nesteestudo, abordaremos quatro riscos de acidentes de trabalho: físico, biológico, químico e ergonômico; bem como suas causas, consequências e o papel da Epidemiologia na prevenção e proteção da saúde do trabalhador. Consideramos tais aspectos imprescindíveis para a melhoria da qualidade do trabalho e da Saúde do Trabalhador.
2. RISCOS FÍSICOS
São considerados riscos físicos as diversas formas deenergia, tais como: ruídos; temperaturas excessivas; vibrações; pressões atmosféricas anormais; radiações; umidade.
2.1. Causas e Consequências
2.1.1 Ruídos
As máquinas e equipamentos utilizados pelas empresas produzem ruídos que podem atingir níveis excessivos, podendo a curto, médio e longo prazo provocar sérios prejuízos à saúde. Dependendo do tempo de exposição, nível sonoro e dasensibilidade individual, as alterações danosas poderão manifestar-se imediatamente ou gradualmente.
Quanto maior o nível de ruído, menor deverá ser o tempo de exposição ocupacional.
O ruído age diretamente sobre o sistema nervoso e o aparelho auditivo, ocasionando:
* Fadiga nervosa;
* Alterações mentais: perda de memória, irritabilidade, dificuldade em coordenar ideias;
*Hipertensão;
* Modificação do ritmo cardíaco;
* Modificação do calibre dos vasos sanguíneos;
* Modificação do ritmo respiratório;
* Perturbações gastrointestinais;
* Diminuição da visão noturna;
* Dificuldade na percepção de cores.
* Perda temporária ou definitiva da audição.
2.1.2. Vibrações
Na indústria é comum o uso de máquinas e equipamentos que produzem vibrações, as...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Saude do trabalhador
  • A saúde do trabalhador
  • Saude, saude publica e epidemiologia
  • SAUDE DO TRABALHADOR
  • Saude do trabalhador
  • Saude do trabalhador
  • Saúde do trabalhador
  • Saúde do Trabalhador

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!