Entre o Calor do Garimpo e o Frio da Malária: Uma História de Vida

Páginas: 12 (2804 palavras) Publicado: 16 de maio de 2014
FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS.
“PROFESSORA NAIR FORTES ABU-MERHY”
DA
FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE ALÉM PARAÍBA
CURSO DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA



Ana Luiza dos Santos Montes



ENTRE O CALOR DO GARIMPO E O FRIO DA MALÁRIA: UMA HISTÓRIA DE VIDA



Prof.º Dr.º Rodrigo Fialho Silva



Além Paraíba - MG
2012-06-17









(sic)“porque quando você égarimpeiro, você é um sonhador. Então nesse sonho você acaba sendo um explorador também. Então você acaba descobrindo muita coisa. E isso fica pro resto da sua vida, sempre fica aquela vontade de entrar pra dentro do mato, sabe... ai...eu me encontro, né?! Mais até então, é melhor ficar dentro da cidade mesmo.”1










Por: Ana Luiza dos Santos Montes.


Introdução:

A história dogarimpo no Brasil é tão antiga quanto a chegada dos europeus à América e pode ser diretamente vinculada a da malária. O garimpo oferece as condições ideais para a proliferação do mosquito, por ser um terreno onde há possíveis pântanos e locais onde há água parada.
Este estudo atenta-se a explanar o que seria o garimpo, relatar sua origem histórica e destacar diferentes aspectos relevantes deste.Caracterizar o garimpeiro como um sujeito social ante a história. E a inter relação do garimpo ante a construção social da Malária neste meio físico. Não tendo a pretensão, porém, de dissecar a fundo o tema.
Para ilustrar a realidade do garimpeiro frente a Malária foi utilizado a narrativa de Neil Aldrin Martins Saraiva, cuja entrevista foi estruturada como história de vida.
Três recortesidentitários foram de grande relevância a este estudo, o de nômade que migrava conforme as necessidades econômicas de sua família, o garimpeiro intrinsecamente vinculado a identidade nômade, aventureiro destinado a busca do ouro e o paludo, ou seja, o doente portador da malária. Estes são os três aspectos identitários essenciais a este estudo.
O que se pretende aqui é discutir os elementos de relevância emrelação à construção social da Malária, à realidade dos garimpos, ante a luz de um testemunho vivo.


A febre do ouro, o universo do garimpo.

Segundo Jorge Babot Miranda (2005, p.70) o garimpo é uma atividade artesanal, de grande desperdício e impacto ambiental localizado.
Luigi Eusebi (1991, p.53) revela que a história do garimpo remonta a ambição pelo ouro dos conquistadores europeus,portanto é muito antiga. Esta atividade inicia-se no século XVII em suas primeiras expedições organizadas pelos jesuítas com a utilização de mão-de-obra escrava, chegando aos anos sessenta no Pará onde o novo modelo baseado no transporte aéreo começou a ser utilizado.
Todos aqueles que trabalham no garimpo, na coleta do ouro ou outros minérios, são denominados garimpeiro.
Segundo o autor, aorigem da palavra garimpeiro esta vinculada ao estado de Minas Gerais onde foi adotada por volta de 1600. Esta palavra servia como adjetivo àqueles que desrespeitavam o monopólio português e trabalhavam escondidos nas grimpas das minas. Garimpeiro é, portanto, sinônimo de clandestino e ilegal.
Odiado e perseguido pela administração, admirado pelo povo, temido por todos, vivia o garimpeiro à margem dalei, constantemente a um passo da forca ou do tiro de espingarda, invadindo as áreas proibidas para minerar nelas, desafiando não raro as autoridades a quem chegava a fazer frente de armas na mão. Andava geralmente em grupos mais ou menos numerosos em que reinava disciplina férrea sob as ordens do mais audaz e inteligente. Bandos rebeldes, inimigos da lei, eles se aproximavam naturalmente doshumildes e dos oprimidos, que protegem e defendem. Tudo isto cercou o garimpeiro de uma auréola de simpatia, de respeito, até de glória; e suas façanhas, transmitidas de geração em geração, chegaram até nós. (PRADO JUNIOR, 1991, p. 183-184)
Em estudos realizados na obra “Formação do Brasil Colonial”, referentes à mineração, Prado Junior (1999, p.169) afirma que já no início do século XIX a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Calor e frio
  • calor e frio
  • Geração de frio através do calor.
  • Conservaçao pelo frio e calor
  • aplicaçao de calor e frio
  • Emergencia relacionada ao frio e ao calor
  • Ação do calor e do frio como agentes terapêuticos
  • MÉTODOS DE CONVERSAÇÃO DE ALIMENTOS: CALOR E FRIO

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!