Ensino para crianças especiais

Páginas: 12 (2955 palavras) Publicado: 6 de maio de 2014
INTRODUÇÃO
O ensino para crianças especiais vem se mostrando cada vez mais presente em debates entre educadores e especialistas. Em alguns casos especiais, como a Síndrome de Down, a criança apresenta habilidades cognitivas abaixo da média, fazendo assim, com que tenha uma maior dificuldade no processo de ensino-aprendizagem. Porém, de acordo com Tessaro (2005), muitos conhecem apenas oslimites desses alunos, mas muito poucos sabem sobre suas possibilidades e potencialidades. Nesse sentido, considerando-se o ensino de Arte dentro desse panorama do processo educacional inclusivo de alunos com Síndrome de Down, faz-se relevante construir conhecimentos, tanto sobre a referida síndrome quanto sobre a formação e o trabalho do educador de Arte, nesse contexto, tendo em vista a necessidade dese repensar a própria prática pedagógica, de modo que esteja voltada para todos e seja efetiva.
O processo de ensino-aprendizagem está diretamente ligado ao desenvolvimento da criança, mas nem sempre as escolas oferecem condições adequadas para um melhor rendimento de todos os alunos, como aqueles com necessidades especiais. As dificuldades no aprender estão, geralmente, relacionadas aimpedimentos nas habilidades cognitivas, como é o caso da Síndrome de Down, um distúrbio genético caracterizado por mudanças físicas e mentais, que na maioria das vezes prejudica o processo de desenvolvimento da criança. Há uma carência de estudos no campo das Artes, relacionados à inclusão escolar e, principalmente, pesquisas que tratem, especificamente, sobre o ensino de Arte para alunos com Síndrome deDown. Por outro lado, já foi comprovada a importância das atividades artísticas para a expressão de ideias e sentimentos e para o desenvolvimento da percepção, sensibilidade, criatividade, imaginação, cognição e intuição.
O trabalho foi produzido por meio de revisão bibliográfica de obras, artigos científicos e documentos legais relacionados à temática da pesquisa.
A partir da pesquisabibliográfica e do estudo de campo, pretende-se investigar e analisar como o ensino da arte vem sendo realizado no espaço educativo de crianças com Síndrome de Down, articulando a essa discussão propostas para o ensino de artes visuais no contexto inclusivo. Propostas coerentes com a compreensão de que ensinar Arte não é formar artistas, pintores, atores ou dançarinos, mas, acima de tudo, promover umambiente voltado à Arte como possibilidade de experimentação expressiva.
No primeiro capítulo, aborda-se sobre um pouco da história de como se deu a evolução da arte no Brasil e por quais mudanças passou até se tornar a Educação Artística que temos nesse início de século XXI, especialmente, após a nova Lei de Diretrizes e Bases instituída em 1996 (BRASIL, 1996), ressaltando-se como essa lei fundamentao processo de inclusão de alunos com necessidades especiais em escolas de ensino regular.
No segundo capítulo, foi realizada uma caracterização do público Down, envolvendo desde questões relacionadas ao diagnóstico a questões mais qualitativas referentes à síndrome, apontando-se, também, a legislação que garante a igualdade de ensino para todos os alunos.
No terceiro capítulo foi falado um poucosobre o papel de cada um para que o aluno tenha um melhor desenvolvimento, trataremos sobre como os pais devem estimular os filhos através da Arte, como os professores podem ter um melhor aproveitamento das aulas e como a escola deve proceder ao ter um aluno especial estudando em suas dependências.
O Quarto capítulo contempla a descrição dos dados e os resultados alcançados, por meio da pesquisade campo, na qual foram realizadas entrevistas com dezessete professores de Arte das APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) de Cornélio Procópio e Nova Fátima, todos lecionam em classes especiais com alunos com Síndrome de Down, mais cinco professores do Colégio Estadual Castro Alves que atuam na área do ensino de crianças especiais. O objetivo é sabermos quais as dificuldades...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A inclusão de Crianças Especiais no Ensino Regular
  • Inclusão de crianças especiais no ensino regular
  • A INCLUSÃO DA CRIANÇA COM NECESSIDADES ESPECIAIS NO ENSINO REGULAR
  • O acolhimento de crianças com necessidades especiais no ensino regular.
  • Criança especial
  • crianças especiais
  • Crianças Especiais
  • Inclusão de crianças com necessidades especiais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!