Ensaio sobre o imaginário

Páginas: 11 (2657 palavras) Publicado: 21 de junho de 2011
Ensaio sobre História Cultura e Sociedade: Imaginando o Imaginário.

Nilo Dias de Oliveira

“(...) ponto do espírito, onde a vida e a morte, o real e o imaginário, o passado e o futuro, o comunicável e o incomunicável, o alto e o baixo deixam de ser percebidos contraditoriamente”.Manifesto do Surrealismo.

O tema do imaginário tem se apresentado como uma das tendências de análisehistórica mais procurados pelos historiadores nesse final de século, face ao declínio dos esquemas teóricos explicativos da nossa realidade e a chamada “crise dos paradigmas” no âmbito das ciências sociais. Os pesquisadores buscam o ecletismo e uma postura cada vez mais relativista sobre a sociedade. Esse movimento se dá pelo desencanto com a rigidez e o economicismo de um marxismo ortodoxo como tambémas velhas concepções positivistas de uma história factual.

No decorrer dos anos 80, a história social desembocou na chamada “nova história cultural”, que passou a lidar com novos objetos de estudo: mentalidades, valores, crenças, mitos, representações coletivas traduzidas na arte, literatura, formas institucionais. Desta forma, não é por acaso que o realce assumido pelo imaginárioenquanto objeto de preocupação temática e investigação tenham crescido justamente no momento em que as certezas do processo científico não se apresentam como capazes de dar conta da complexidade do real.

Dentro dessa perspectiva alguns autores definem o imaginário como algo mais amplo que a ideologia por integrar o que não está formulado, o que permanece aparentemente como não significante oque se conserva muito encoberto ao nível das motivações inconscientes. Mas imagens e discurso sobre o real não são exatamente o real ou, em outras palavras, não são expressões literais da realidade, como afirma Bourdieu, “as representações mentais envolvem atos de apreciação, conhecimentos e reconhecimentos e constituem um campo onde os agentes sociais investem seus interesses e sua bagagemcultural” sendo assim ao meu ver as representações são produto de interesse e manipulação.

Cabe ressaltar o conceito de ideologia que ao meu ver poderia abranger esse conceito de imaginário, segundo Marilena Chauí “a ideologia resulta da prática social, nasce da atividade social dos homens no momento em que estes representam para si mesmos essa atividade, o que ocorre, porém, é o seguinte processo:as diferentes classes sociais representam para si mesmas o seu modo de existência tal como é vivido diretamente por elas, de sorte que as representações ou idéias diferem segundo as classes e segundo as experiências que cada uma delas tem de sua existência nas relações de produção. Uma história concreta não perde de vista a origem de classe das idéias de uma época, nem perde de vista que aideologia nasce para servir aos interesses de uma classe e que só pode fazê-lo transformando as idéias dessa classe particular em idéias universais”.

O real e o imaginário se mesclam na leitura da realidade ou na representação que fazemos do real, por ser tudo uma escolha e um ponto de vista que partimos de nossa experiência cotidiana. Talvez a dificuldade em entender que a história enquantociência seria uma representação pontual de um individuo e de uma época (“seu universo ideológico”).

Na leitura que o historiador possa fazer da “realidade histórica” existe uma limitação entre o particular e o geral, de um lado o seu universo cognitivo e representativo do real e de outro, o real como manifestação coletiva de uma época[1].

Segundo Sandra Jatahy Pesavento, “o domínioda representação, as coisas ditas, pensadas e expressas tem um outro sentido além daquele manifesto”, talvez seja esse o limite entre o particular e o geral, na medida que expressamos um pensamento uma leitura do que vivemos e este está imbuído de influências sociais que regularizam a percepção do real.

Em toda a história da humanidade as sociedades produziram as suas próprias...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fichamento sobre o imaginario
  • Sobre a obra: O doente imaginário.
  • Ensaio
  • Trabalho sobre o texto “o imaginário organizacional”
  • Trabalho sobre "ensaio sobre a cegueira"
  • Resenha sobre o ensaio sobre a dádiva
  • Ensaio sobre a cegueira
  • ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!