Engenheiro Civil

Páginas: 5 (1014 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014
RELIGIÃO, SENSIBILIDADES RELIGIOSAS E PÓS-MODERNIDADE DA CIRANDA ENTRE RELIGIÃO E
SECULARIZAÇÃO
Andrea Halú
Cultura Religiosa - Prof. Luiz Alberto Souza Alves

RESUMO

Visando compreender as relações paralelas que existem entre a sociedade que ha
séculos vem existindo, a consciência, o aumento e força cada vez maior do número de
manifestações e grupos religiosos. Os novos significados dareligião em uma sociedade
formada à séculos. As imposições dessa modalidade sobre as novas e também sobre as antigas
formas de religião.
Palavra-chave: Religiosos, Secularização,
INTRODUÇÃO

Da discussão da secularização e sua superficial revivescência religiosa, igual ao
barulho dos anjos (Berger) que se ouve cada vez mais, não como rumor e sim com voz forte –
fazemos um balanço sobre asecularização e o vigor religiosos, principalmente no Brasil.

1.

A secularização, fruto da Modernidade, vive paralela ou integrada em sua lógica. A
característica que se sobressai do indivíduo como medida e como fim. O ser humano individual
e racional substitui um cosmo sagrado, com suas ramificações de sentido e norma,
administrado por instituições religiosas, que davam a ligação sociale cultural e ajustavam o
meio de sentido para além do ser humano. A Modernidade arruma o ser humano como acerto
de si, suas relações e do universo, partindo de uma lógica cartesiana e moral kantiana. Já não
tem mais a ligação da união cultural-social que a religião dita, o que ordenaria a realidade e o
social, como intermediário, mas a seguir a razão, a escolha racional alocada no autônomo.Esse novo conceito ordenador da real e do ser afeta sociedade e religião. A religião
com suas representações oficiais perde poder de explicar e mandar no mundo moderno. O
Cristianismo, (veia católica), já não tem a harmonia que define na cultura das instâncias que
regulam o dia a dia. A laicização do Estado fez com que a religião saísse de seu centro
irradiador de influência e poder deconvencimento sobre o social e cultural, sobre a vida. A
partir disso o indivíduo fica livre, simbolicamente, tornando a visão social, religiosa, embora

esse poder pouco influencie suas escolhas éticas, o todo social e as próprias instituições. Num
mundo não secularizado, de cunho religioso, escolher é um termo que perde o sentido, pois,
por privilégio, se amolda no termo moderno. A religião,entendida como instituição
reguladora, já não pode regular o universo cultural, social e pessoal, perdendo sua marca
explicativa dessa totalidade. Contudo, o ser humano continua a viver perspectivas religiosas,
partindo da lógica da Modernidade, livre escolha racional, emocional, em arrumar o seu
mundo, a partir de pedaços, uma vez que a sociedade da secularização não consegue firmar
essatotalização. Assim, a religião não acaba com a secularização, mas se fortalece com novas
formas e contornos, numa execução em que se esgota, revive e espalha.

2.

Um sacerdote ortodoxo, incorporado à uma instituição religiosa, dizer que a
religião está fortemente enraizada no meio de uma sociedade secularizada, do ensino
institucional sem regras e presa a escolhas pessoais, poderia ecoar comoabsurdo, pois tal
aspecto significaria o oposto à religião, antes entendida como recurso à doutrina, ao preceito
normativo. A religião vai mais longe. Religião, na Modernidade, de saber pelo indivíduo e
fidelidade à instituição, nem mesmo com a absorção do sagrado como existente por si e
entendido através de ritos institucionais, o que exerce consideravelmente na vida das pessoas,
dando-lhes rumo,ora pelo lado da ética ou respeito a um ser divino, de uma manifestação a
mitos ou ritos que arrumem o seu espaço particular, seja por manejos que sersem o sagrado à
energia simbólica que a pessoa deseja. Antes, a fundação de um “cosmo sagrado” de sentido
para a vida estava aportado nas instituições religiosas, na tradição, a Modernidade da
secularização em particular, reverte o quadro....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Engenheiro Civil
  • ENGENHEIRO CIVIL
  • engenheiro civil
  • Engenheiro Civil
  • Engenheiro Civil
  • Engenheiro Civil
  • Engenheiro Civil
  • Engenheiro civil

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!