Embasamento para proposta de articulação: Salgueiro e Saens Peña

Páginas: 14 (3401 palavras) Publicado: 13 de novembro de 2014

SIMBIOSE URBANA
Diálogo entre Saens Peña e Salgueiro


ÍNDICE
A TIJUCA
LOCALIZAÇÃO 3
HISTÓRICO 3
TIJUCA: IDENTIDADE E MEMÓRIA 4
ASPECTOS SÓCIO-ECÔNOMICOS 4
A SAENS PEÑA 6
O SALGUEIRO
HISTÓRICO 7
ASPECTOS SÓCIO-ECÔNOMICOS 7
CONGREGAÇÃO E MEMÓRIA: IMPORTÂNCIAS NO SALGUEIRO 7
DESEJO DE CIDADE
DIRETRIZ PROJETUAL 10
PLANO ESTRATÉGICO
PROBLEMÁTICA E SOLUÇÃO 11
ZOOM-INSAENS PEÑA 13
SALGUEIRO 14


A TIJUCA
LOCALIZAÇÃO
A Tijuca é um dos bairros mais tradicionais do Rio de Janeiro. Localizado na Zona Norte da cidade, conforma a Grande Tijuca com os bairros Alto da Boa Vista, Andaraí, Grajaú, Maracanã, Praça da Bandeira e Vila Isabel. No entanto, a influência da Tijuca ultrapassa este limite, sendo um centro econômico que se relaciona também com outros bairrosda Zona Norte.
A Tijuca possui uma das maiores florestas urbanas do planeta, onde se dá uma das mais interessantes formações rochosas, o Maciço da Tijuca, um marco na paisagem da região e importante para o potencial turístico e ecológico da cidade, sendo um elo de valorização entre cidade e natureza.
Beneficiada pelo fácil acesso e proximidade com o Centro e Zona Sul, possui grande oferta demeios de transporte, com diversas linhas de ônibus e quatro estações de metrô, onde a Saens Peña é a estação de metrô com o quarto maior movimento, além do transporte alternativo. O transporte cicloviário ainda é mal estruturado na região, pois os projetos de ciclofaixas não foram totalmente implementados, não construindo uma boa conexão e sem proteção ao ciclista.

HISTÓRICO
A ocupação da Tijucaremonta ao final do século XVI, quando os jesuítas fundaram engenhos de açúcar na região e construíram a igreja de São Franciso Xavier. A área passou a caracterizar-se pelas suas chácaras e palacetes, formando o perfil aristocrático do bairro.
Ainda no século XIX, a Tijuca tinha uma atmosfera de zona rural, onde cafezais foram plantados ao ponto de se devastar a Mata Atlântica, levando àdeterminação de seu replantio e a criação do Parque Nacional da Tijuca.
A urbanização chegou à Tijuca no século XIX, com os bondes. A participação do bairro no papel cultural da cidade no século seguinte foi intensa. Abrigou dezenas de salas de cinema, tornando-se a segunda Cinelândia Carioca, porém, tendo se conformado de modo espontâneo. Ainda no início do século XX, no primórdio das salas decinema, era comum que tivessem um curto tempo de vida. Algumas dessas salas combinavam exibição de filmes e outras atrações, já que o mercado cinematográfico brasileiro ainda estava em desenvolvimento. É no final dos anos 30 que este modelo se esgota, dando lugar a um mercado exibidor mais consolidado, inaugurando grandes e luxuosas salas de exibição, como o Carioca e o América. A praça Saens Peña era,nesta época, um local de encontro antes e depois das sessões, marcando a construção de uma identidade de apropriação do espaço por parte da classe média tijucana.
No início do século XX, paralelo ao crescimento classe média do bairro, houve a ocupação das encostas, de caráter rural. Com a economia aquecida e a construção civil em expansão, muitos trabalhadores de outros estados foram atraídos econtribuíram para a ocupação desordenada das encostas. Nos anos 70, o tráfico passa a dominar o território das favelas, gerando o aumento da criminalidade e, consequentemente, a degradação e esvaziamento da área.
A construção do metrô, no final da década de 70, descaracterizou o projeto paisagístico da Praça Saens Peña, núcleo de vitalidade do bairro. As obras duraram seis anos, período no qual aárea ficou subutilizada. O metrô transformou a praça em um lugar de grande centralidade econômica e comercial.
A evolução do bairro, o crescimento na ocupação das encostas, a chegada dos meios de transporte, o aumento da violência, acabaram levando a degradação e esvaziamento da área, a saída de estabelecimentos notáveis, gerando marcas no tecido urbano e o enfraquecimento da identidade...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Fenomenologia, humanização e promoção da saúde: uma proposta de articulação
  • PROJETO DE REDUÇÃO DE ACIDENTES COM VEÍCULOS COLETIVOS VIAÇÃO SAENS PEÑA
  • Proposta ao Subjetivismo da primeira fase da dosimetria da pena
  • embasamento
  • Embasamento
  • Linguagens geradoras: uma proposta de seleção e articulação de conteúdos em educação infantil.
  • Salgueiro
  • Embasamento

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!