em busca d consolidacao do projeto etico politico do servico social na contemporaneidade

Páginas: 7 (1695 palavras) Publicado: 26 de outubro de 2014
HYPERLINK "http://cantinho-do-assistente-social.blogspot.com/2009/05/resumo-historico-do-servico-social-de_04.html" \l "links" \t "_self" RESUMO HISTORICO DO SERVIÇO SOCIAL DE 1986 A 1993

Maio/1986
Novo Código de Ética
Calcado no projeto profissional da categoria, é criado o Código de Ética do assistente social. Inicialmente, a legislação funcionou mais como uma carta de princípios e decompromissos ideológicos e políticos do que como um código de ética, que exige certo teor prático-normativo. Mas, por outro lado, demarcava compromissos, explicitando os caminhos a serem trilhados pelos assistentes sociais em sua prática. Após um amplo debate nacional, o Código de Ética foi modificado em 1993, com intuito de se aprimorar a primeira versão.
Setembro/1987
Nona diretoria do CRESSSP
O mandato da nona diretoria do CRESS SP iniciou-se em 15 de setembro de 1987, com término em 1° de maio de 1990*.
O Conselho Diretor foi formado por: Joni de Luna, presidente; Maria Inês Bertão, vice-presidente; Maria Albertina Sampaio Galvão de França, 1ª secretária; Vanda Aparecida Orenha, 2ª secretária; Matilde Ribeiro, 1ª tesoureira; Olga Silvana de Toledo, 2ª tesoureira. O ConselhoFiscal foi composto por: Lea Ferrari Bolla, presidente; Maria Amélia Rodrigues, 1° vogal; Ana Maria Di Antonio, 2° vogal. Faziam parte da diretoria, ainda, os seguintes membros suplentes: Natalina Ribeiro, Sarita Pinheiro Pina, Denise Pedroso Garcia, Elaine Christina Haddad Vargas, Célia Regina Ueda, Sonia Regina de Toledo, Valéria Maria de Massarani Gonelli, Ângela Concei-ção Belucci e Sonia MariaZanelato Piffer.*O Presidente Joni de Luna se afastou em seguida à posse. Com esse afastamento, assumiu a presidência a Vice Presidente Maria Inês Bertão, que posteriormente se desincompatibilizou para concorrer às eleições do CFAS, cedendo o cargo para a Conselheira Suplente, Denise Pedroso Garcia. A partir deste mandato as datas de posse começaram a ser normalizar, passando a ocorrer em maio.
1988Criação da SESSUNEÉ criada a SESSUNE - Subsecretaria de Estudantes de Serviço Social da UNE, primeiro passo para a constituição de uma entidade nacional única e representativa dos estudantes de Serviço Social. Em 1993, a SESSUNE é rebatizada como ENESSO - Executiva Nacional dos Estudantes de Serviço Social. Consolidada, e com o reconhecimento das entidades estudantis e da categoria, a ENESSO iráaprofundar sua intervenção na discussão do projeto de formação profissional juntamente com as entidades da categoria.
Outubro/1988
Constituição Cidadã
Após duas décadas de ditadura militar, o Brasil elege em 1986 uma Assembléia Nacional Constituinte que, após dois anos de trabalho e intensa mobilização social, promulga a Constituição Federal. Conhecida como a "Constituição Cidadã", a cartadefine a Seguridade Social - formada pelo tripé Saúde, Previdência e Assistência Social -, como um direito dos cidadãos brasileiros. Abril/1989
VI Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais
Promovido pelo CFAS - hoje CFESS -, ANAS, ABESS e SESSUNE, o VI Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais foi realizado entre os dias 10 e 14 de abril de 1989, em Natal (RN), sobre o tema "Congresso ChicoMendes - Serviço Social: as respostas da categoria aos desafios conjunturais".
Novembro/1989
Inclusão dos portadores de deficiências
Aprovada a Lei n° 7.853, que dispôs sobre o apoio integral às pessoas portadoras de deficiência e sua integração social, sob a Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência (CORDE). A lei prevê em seu artigo 1°: "Ficam estabelecidas normasgerais que asseguram o pleno exercício dos direitos individuais e sociais das pessoas portadoras de deficiências, e sua efetiva integração social, nos termos desta Lei".
Maio/1990
10ª diretoria do CRESS SP
O mandato da décima diretoria do CRESS SP iniciou-se em 1° de maio de 1990, com término em 21 de junho de 1993*.
O Conselho Diretor foi formado por: Elisabete Borgianni, presidente;...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Consolidação do projeto ético-político do serviço social na contemporaneidade
  • Projeto Ético-Politico do Serviço Social
  • O projeto ético-político do serviço social
  • Projeto ético-político do serviço social
  • Projeto ético-político do serviço social
  • projeto ético político do Serviço Social
  • Projeto ético-político do Serviço Social
  • Projeto Etico Politico do Serviço Social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!