ELEMAQ II Chavetas

Páginas: 6 (1335 palavras) Publicado: 28 de janeiro de 2014
ELEMENTOS DE MÁQUINAS II

CHAVETAS E ACOPLAMENTOS
REVISÃO

ELEMENTOS DE MÁQUINAS II

CHAVETAS
Introdução







Tipos de Chavetas
Concentração de tensões
Projeto e seleção de chavetas
Lingüetas
Árvores estriadas

Elementos de Máquinas II
CHAVETAS

Elementos de Máquinas II

Tipos de chavetas
• Planas:

quadradas e retangulares

Elementos de Máquinas IIChavetas Woodruff

Elementos de Máquinas II

Chavetas Kennedy

Elementos de Máquinas II
A- Quadrada B- Com cabeça C- Pratt-Whitney D- Woodruff

ELEMENTOS DE MÁQUINAS II
Concentração de tensões em rasgos de chavetas

ELEMENTOS DE MÁQUINAS I

Flexão
Kt =

σmax / σnom

Kts =

τmax / τnom F

Torção

Elementos de Máquinas II
Concentração de tensões em rasgos de chavetasValores de Kf

Material
Material
Endurecido
Tipo de rasgo Recozido
de chaveta
Flexão Torção Flexão Torção
Canto vivo

1,6

1,3

2,0

1,6

Deslizante

1,3

1,3

1,6

1,6

Elementos de Máquinas II

Projeto de chavetas
1. Tensões atuantes:
Compressão e Cisalhamento

Elementos de Máquinas II

Elementos de Máquinas II

Elementos de Máquinas II

Projeto dechavetas
2. Tensões admissíveis e Fatores de segurança
3. Concentração de tensões
4. Comprimento - Cálculo e Padronização

Elementos de Máquinas II

Projeto de chavetas
5. Tabelas – padronização de chavetas
6. Materiais
7. Roteiro para projeto de chavetas

Elementos de Máquinas II

1. Escolha do material
CHAVETAS PLANAS

• Aço SAE 1020 laminado
• σr = 3800 kgf/cm2
• σe = 2100kgf/cm2
• τe = 1250 kgf/cm2

Elementos de Máquinas II

CHAVETAS WOODRUFF
Aço SAE 1035 com dureza mínima 10
HRC, em casos normais
• σr = 5600 kgf/cm2
• σe = 4700 kgf/cm2
• τe = 2800 kgf/cm2
Aços liga SAE 2330 ou 8630 tratados
termicamente até dureza 40 ou 50 HRC, em
casos especiais.

Elementos de Máquinas II

2. Fatores de segurança
1,5 ≤ FS ≤ 2,5
Em geral:
FS = 1,5 para torqueuniforme e
FS = 2,5 para torque flutuante

Elementos de Máquinas II

3. Comprimentos de cubos e chavetas
Recomendados pela prática
1,25D ≤ L ≤ 2D
Determinados pelo Torque tabelado
L = T/δT10
onde T10 é o Torque /unidade comprimento, nas
Tabelas 12 e 13 e δ é um fator que depende do
material do cubo:
• δ = 0,9 para cubos de aço e
• δ = 0,5 para cubos de ferro fundido

Elementos deMáquinas II

Elementos de Máquinas II

Elementos de Máquinas II

Elementos de Máquinas II

4. Montagem
Em geral, montagem móvel média
(Classe 3).

Em casos especiais, deslizante justa
(Classe 4).

Elementos de Máquinas II

Montagens – Sistemas de ajustes e tolerâncias
ASA, ABNT
ASA – 8 classes de montagens
Classe 3 – Montagem móvel média: folgas médias,
v > 600 RPM, p > 600psi (42 Kgf/cm2)
Classe 4 – Montagem deslizante justa: folga nula ou
negativa, no limite para montagem à mão, exige
trabalho de considerável precisão

Elementos de Máquinas II

5. Cálculos de torques
Relações Torque x Potência

• P (HP) = (T x n)/63000,
sendo T em lb.pol e n em RPM
• P (CV) = (T x n)/71620,
sendo T em Kgf.cm e n em RPM

Elementos de Máquinas II

Projeto dechavetas:
1. Com o diâmetro do eixo ou árvore, entrase numa das tabelas (tipo de chaveta,
unidade adotada) e tira-se a seção
recomendada.
2. No dimensionamento, determina-se o
comprimento da chaveta, L.

Elementos de Máquinas II

3. Usando-se a expressão geral para o
dimensionamento:

σefet

= σadm

ou

τefet = τadm

4. Calcula-se L por compressão, por
cisalhamento e pelo Torquepadronizado
5. Escolhe-se o maior valor, respeitada a
largura do cubo.

Elementos de Máquinas II

Nota:
Para o caso de chavetas Woodruff,
determina-se a área de cisalhamento
necessária e entra-se na tabela específica,
escolhendo-se a chaveta padronizada

Elementos de Máquinas II

Linguetas, Estrias, Pinos
Acoplamentos

Elementos de Máquinas II

As lingüetas permitem ao cubo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • chavetas
  • Chavetas
  • Chavetas
  • chavetas
  • elemaq
  • Chavetas
  • Chavetas
  • Chavetas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!