Efeitos Do Treinamento Funcional Na Mobilidade De Idosos

Páginas: 15 (3594 palavras) Publicado: 10 de abril de 2015
1

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS
CENTRO DE ESTUDOS AVANÇADOS E FORMAÇÃO INTEGRADA
ESPECIALIZAÇÃO EM TREINAMENTO FUNCIONAL: DA PERFORMANCE AO
ENVELHECIMENTO

SAMIRA CRISTIANE TEIXEIRA NAVES

EFEITOS DO TREINAMENTO FUNCIONAL NA MOBILIDADE DE
IDOSOS

Goiânia
2012

2

SAMIRA CRISTIANE TEIXEIRA NAVES

EFEITOS DO TREINAMENTO FUNCIONAL NA MOBILIDADE DE
IDOSOS

Artigo apresentado ao curso deEspecialização em
Treinamento
Funcional:
da
Performance
ao
Envelhecimento do Centro de Estudos Avançados e
Formação
Integrada,
chancelado
pela
Pontifícia
Universidade Católica de Goiás
Orientadora: Profa. Dr. Linda Moreira Pfrimer

Goiânia
2012

3

RESUMO
Efeitos do Treinamento Funcional na Mobilidade de idosos
Introdução: O processo de envelhecimento é uma realidade tanto nos paísesdesenvolvidos quanto nos países em desenvolvimento como o Brasil. Com os
efeitos deletérios desse processo destaca-se a perda da função nessa população
principalmente no que concerne à mobilidade dos idosos. O treinamento funcional
destaca-se como uma importante atividade na melhora da mobilidade dos idosos.
Objetivo: Verificar os efeitos do treinamento funcional na mobilidade de idosos que
o praticam.Método: Foi realizada uma revisão de literatura com análises de
periódicos com assuntos pertinentes ao tema, sendo incluídos livros, dissertações
de mestrado e doutorado, e artigos de revistas indexadas nas seguintes bases de
dados: SCIELO, PUBMED, LILACS, BIREME. Quanto aos idiomas foram
pesquisados artigos em português e inglês, entre os anos de 2001 e 2012.
Conclusão: O treinamento funcional foicapaz de melhorar a mobilidade em idosos.
Porém faz-se necessário que mais estudos sejam realizados, pois ainda são poucas
as publicações científicas sobre o tema supracitado.

Palavras-chave: envelhecimento; treinamento funcional; mobilidade

4

1- INTRODUÇÃO:

O processo de envelhecimento vem acometendo mais pessoas a cada dia em
diferentes partes do mundo. A senescência tem ocorrido de forma maisbranda nos
países desenvolvidos, acompanhada pelo crescimento econômico e pela melhoria
nas condições de vida dos idosos, contudo no países em desenvolvimento, tal
fenômeno ocorre de maneira mais abrupta e sem o devido planejamento da melhoria
das condições de vida dessa população.¹
A Organização Mundial de Saúde (OMS) definiu como idoso aquela pessoa com
65 anos ou mais de idade, no caso deindivíduos de países desenvolvidos, e 60
anos ou mais, para pessoas de países subdesenvolvidos2. No Brasil, os dados
demográficos dos últimos censos apontam um crescimento da população idosa,
tanto em termos absolutos quanto proporcionais. Entre 1991 e 2000, observou-se
que o percentual de idosos no país cresceu 35% a mais do que o restante da
população. Estima-se que nos próximos 20 anos a população deidosos no Brasil
poderá alcançar e até mesmo ultrapassar a cifra de 30 milhões de pessoas o que
representará aproximadamente 13% da população segundo dados do Instituto
Brasileiro de Geografia e Estatística - (IBGE, 2010).3
O aumento da expectativa de vida do brasileiro é resultado da diminuição das
taxas de mortalidade e de natalidade, bem como da melhoria das condições de
saneamento básico, aodomínio das doenças infectos-contagiosas, das vacinações
sistemáticas e do avanço no combate as doenças em geral.²
Doenças degenerativas comumente acompanham o processo de envelhecimento
sendo as mais comuns: osteoartrite, osteoporose, diabetes, dislepidemias,
hipertensão arterial, dentre outras. Já se sabe, também que o idoso perde sua
capacidade funcional no decorrer da vida. Há uma diminuiçãona força e na potência
muscular, o que dificulta a execução das atividades da vida diária (AVDs)
prejudicando assim a qualidade de vida dos idosos4. A perda da força muscular,
particularmente dos membros inferiores, influencia negativamente no equilíbrio e na
qualidade da marcha dos idosos podendo levar a um maior risco de quedas e,
consequentemente, maior risco de fraturas facilitadas pela...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Os efeitos do treinamento de força na capacidade funcional do idoso
  • Treinamento funcional para idosos
  • tcc treinamento funcional para idoso
  • beneficios do treinamento funcional para idosos
  • Efeitos do treinamento funcional na autonomia funcional, equilíbrio e qualidade de vida de idosas
  • Efeito do treinamento resistido na hipotensão pósexercicio em idosos hipertensos
  • Variabilidade do Efeito de Treinamento em Idosos Participantes do Projeto de Atividade Física para Idosos, PROFIT.
  • “ Efeito do uso de órtese na mobilidade funcional de crianças com paralisia cerebral “

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!