Educação

Páginas: 20 (4821 palavras) Publicado: 1 de outubro de 2012
Autismo
´ Alisson V. Fernandes, Jo˜ o V. A. Neves e Rafael A. Scaraficci a Instituto de Computacao ¸˜ Universidade Estadual de Campinas {alisson.fernandes, joao.neves, rafael.scaraficci}@ic.unicamp.br Resumo O objetivo deste trabalho e apresentar uma vis˜ o geral do autismo bem como desmistificar varias ´ a crencas, como o fato de serem gˆ nios matem´ ticos. Para explicar as causas do comportamentosingu¸ e a lar destes indiv´duos, suas mudancas com a idade e suas modificacoes mediante tratamentos apresenı ¸ ¸˜ tamos as principais teorias cognitivas atualmente aceitas. Palavras chaves: Austismo, Linguagem, Cognicao, Habilidades Extraordin´ rias. ¸˜ a

1

Autismo

O autismo e um dist´ rbio do desenvolvimento humano que vem sendo estudado pela ciˆ ncia ´ u e h´ quase seis d´ cadas, massobre o qual ainda permanecem divergˆ ncias e grandes quest˜ es ainda a e e o indecifr´ veis. Esta s´ndrome foi descrita pela primeira vez em 1943 pelo Dr. Leo Kanner (m´ dico a ı e austr´aco, residente em Baltimore, nos EUA) em seu hist´ rico artigo escrito originalmente em inglˆ s: ı o e “Dist´ rbios Aut´sticos do Contato Afetivo”. Em 1944, Hans Asperger, um m´ dico tamb´ m austr´aco u ı e e ı eformado pela Universidade de Viena, escreve outro artigo com o t´tulo “Psicopatologia Aut´stica da ı ı Infˆ ncia”, descrevendo criancas bastante semelhantes as descritas por Kanner. a ¸ ` Atualmente, embora o autismo seja bem mais conhecido, tendo inclusive sido tema de v´ rios a filmes de sucesso, ele ainda surpreende pela diversidade de caracter´sticas que pode apresentar e pelo ı fato de, namaioria das vezes, a crianca autista ter uma aparˆ ncia totalmente normal e harmoniosa e ao ¸ e mesmo tempo um perfil irregular de desenvolvimento, com habilidades impressionantes em algumas areas, enquanto outras se encontram bastante comprometidas. ´ O conjunto dos sintomas que caracterizam o autismo e definido por alteracoes presentes desde ´ ¸˜ idades muito precoces, tipicamente antes dos trˆ sanos de idade. As areas que se encontram com e ´ um acentuado comprometimento, s˜ o caracterizadas por desvios qualitativos na comunicacao, na a ¸˜ interacao social e no uso da imaginacao. ¸˜ ¸˜ Esses trˆ s desvios, conhecidos como a tr´ade de dificuldades, que ao aparecerem juntos caractee ı rizam o autismo, s˜ o respons´ veis por um padr˜ o de comportamento restrito e repetitivo, mas com a a a ´condicoes de inteligˆ ncia que podem variar do retardo mental a n´veis acima da m´ dia. E bom dei¸˜ e ı e xar claro que o autismo se diferencia do retardo mental porque, enquanto que no retardo mental, a crianca apresenta um desenvolvimento uniformemente defasado, no autismo o perfil de desenvolvi¸ mento e irregular, como descrito anteriormente, deixando os pais, e muitas vezes profissionais da area, ´´ perplexos. A incidˆ ncia do autismo varia de acordo com o crit´ rio utilizado por cada autor. Segundo Bryson e e e Col, em seu estudo conduzido no Canad´ em 1988, chegaram a uma estimativa de 1 : 1000, isto a e, em cada mil criancas nascidas, uma seria autista. Segundo a mesma fonte, o autismo seria duas ´ ¸ 1

vezes e meio mais freq¨ ente em pessoas do sexo masculino do que em pessoas dosexo feminino. u Seguindo outras fontes, podemos encontrar outras taxas, como de dois a cinco casos a cada 10000 pessoas (DSM-IV). Outros estudos epidemiol´ gicos reportam taxas como de dois casos por 10000 o pessoas, e tamb´ m 11, 6 casos a cada 10000 pessoas [Gil84, GSS91]. e De acordo com [Gil84], 23% das pessoas com autismo possuem QI acima de 70, perto do normal ou bem pr´ ximo da inteligˆ nciada m´ dia. O restante, 77% al´ m de possuir autismo, tamb´ m possuem o e e e e algum retardo mental. Acredita-se que a origem do autismo esteja relacionada com alguma anormalidade em alguma parte do c´ rebro ainda n˜ o definida, e provavelmente, de origem gen´ tica. Antigamente, quando e a e o autismo era mais desconhecido, existia uma hip´ tese que indicavam a causa do autismo estava o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Educação
  • Educação
  • Educação
  • Educacao
  • Educação
  • Educação
  • Educação
  • Educação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!