Educação

Páginas: 7 (1698 palavras) Publicado: 31 de agosto de 2012
BREVE RELATO DO CONCEITO DE ALEGRIA EM GEORGES SNYDERS E
BENEDICTUS DE SPINOZA

E

m seu livro, A Alegria na Escola, Georges Snyders afirma a escola como o lugar da
alegria. Sua proposta pretende fundamentar-se em três temas: uma ambição de renovar a

escola; o papel essencial da escola no preparo dos jovens para o futuro, para a vida adulta, e em
particular para uma profissão e o tempoque o jovem passa na escola: quase toda a sua
juventude. O problema que se põe então para Snyders, é o de unir estes dois temas: “para dar
alegria aos alunos, coloco minha esperança na renovação dos conteúdos culturais” (1988, p. 13). Por último,
mas não menos importante, o tema da exigência de satisfação na escola; pois, segundo Snyders,
“lógica e normalmente”, sendo até mesmo “sua definiçãoetimológica, a escola deveria ser
lugar de satisfação, de satisfação cultural”. Agora, o problema “é a falta de satisfação, a nãosatisfação na escola” (1988, p. 15), pois a proposta de Snyders é de
[...] encontrar a alegria na escola no que ela oferece de particular, de insubstituível e um tipo de
alegria que a escola é a única ou pelo menos a mais bem situada para propor: que seria uma
escolaque tivesse realmente a audácia de apostar tudo na satisfação da cultura elaborada, das
exigências culturais mais elevadas, de uma extrema ambição cultural? (1988, p. 13)

Esta satisfação buscada em nada assemelha-se ao comum e cotidiano contentamento
juvenil (como por exemplo, estar no “shopping”, estar com a “turma”), pois “trata-se de
conhecer alegrias diferentes que as da vida diária”;trata-se de “coisas que sacodem, interpelam,
a partir do que os alunos mudarão algo em sua vida, darão um novo sentido a ela, darão um
sentido a sua vida”. Na realidade, a satisfação que a escola proposta por Snyders busca, “é uma
satisfação capaz de transformar os alunos”, não vinculada à iluminação e nem à inspiração, mas
nem por isto deixando de “ir em direção a uma grande obra, umaexcelência”; ou, “um lugar
onde teremos a ousadia de visar à grandeza, apostar na grandeza”. Para tanto, a “primeira
condição seja talvez a de abandonar os compromissos, as meias-medidas, a ‘inércia’, e que se
chegue até as grandes verdades, às convicções fortes; não obrazinhas”. E, a primeira reforma
na formação dos professores deveria ser a exigência deles atingirem “um entusiasmo cultural, aconfiança de que a cultura que eles ensinam pode dar satisfação a seus alunos”, pois, “num
certo sentido, ela está destinada a dar satisfação; ensina-se para dar satisfação” (1988, p. 14).
Entretanto, o que Snyders “ousaria chamar, às vezes, de ‘minha’ escola, como lugar de
satisfação”, partindo “para a conquista da satisfação”, não a futura, àquela que os alunos

compreenderão quando foremgrandes, mas sim a satisfação imediata, “na sua vida de jovens”
(1988, p. 14); ou seja, enquanto são jovens e estão na escola e não quando forem adultos e
estiverem saído da escola, ainda não é real, ainda está por se construir.
Snyders não ignora que tudo possa parecer ao mesmo tempo, “utópico e terrivelmente
elitista”, e que “é fácil replicar-se” que ele dirige-se ao “aluno ideal, hiper-favorecidoem todos
os pontos de vista” (1988, p. 14). Entretanto, ele crê ser exatamente o contrário:
[...] a cultura que estimo e que me dá satisfação inscreve-se em continuidade com o que já
existe de grandioso, de apelo à grandeza da vida e aos desejos dos homens − por isto e talvez
principalmente aqueles cuja vida é a mais rude − em continuidade com suas lutas, e contra a
miséria e contra aquelesque os rebaixam. (1988, p. 14-15)

Ou seja, para Snyders trata-se de romper a inércia, introduzir uma ruptura, “que consiste,
talvez, simplesmente em chamá-los do que eles são, até o que eles podem ser” (1988, p. 15).
Não é de se espantar que, logo a seguir no texto, Snyders refira-se à revolução estudantil de
maio de 1968, afirmando: [...] “o que introduziu de mais real, foi provavelmente...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Educação
  • Educação
  • Educação
  • Educacao
  • Educação
  • Educação
  • Educação
  • Educação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!