Educação profissional e educação em ambientes não escolares - 7 semestre faculdade anhanguera uniderp

Páginas: 15 (3542 palavras) Publicado: 27 de abril de 2013
Licenciatura em Pedagogia
Educação Profissional e Educação em Ambientes não Escolares
Pólo: República

Aluna:

Tutor á distância: Maria Clotilde Bastos

Belém – Pará – 18/04/2013
Na educação não-formal a cidadania é o objetivo principal, e ela é pensada em termos coletivos, se dá por meio da prática social. A educação não-formal caracteriza-se por não ter a importar em desenvolver umcurrículo predefinido, que se faz principalmente baseado em desejos, necessidades e interesses das pessoas que constituem os grupos envolvidos em ações e práticas desse campo educacional. As propostas da educação não-formal têm como objetivo central enriquecer a biografia dos indivíduos, ampliando a gama de vivências e experiências formativas de crianças, jovens, adultos e idosos. Nela destaca-se oencontro de gerações, a mistura de idades, a não obrigatoriedade de frequência e a ocorrência de ações e experiências em espaços e tempos mais flexíveis, não restritos ou fixados por órgãos reguladores. Ela designa em um processo com diversas dimensões, que correspondem a suas áreas de abrangência, que são: a) a aprendizagem política dos direitos dos indivíduos enquanto cidadãos; b) a capacitaçãodos indivíduos para o trabalho, por meio da aprendizagem de habilidades e/ou desenvolvimento de potencialidades; c) a aprendizagem e exercício de práticas que capacitam os indivíduos a se organizarem com objetivos comunitários, voltadas para a solução de problemas coletivos cotidianos; d) a aprendizagem dos conteúdos da escolarização formal, escolar, em formas e espaços diferenciados; e) aeducação desenvolvida na e pela mídia, em especial a eletrônica.
O que diferencia a educação não-formal da informal é que na primeira existe a intencionalidade de dados sujeitos em criar ou buscar determinadas qualidades e/ou objetivos, é define por uma ausência, em comparação ao que há na escola (algo que seria não intencional, não planejamento, não estruturado), tomando como único paradigma à educaçãoformal. A educação informal decorre de processos espontâneos ou naturais, ainda que seja carregada de valores e representações, como é o caso da educação familiar, por exemplo, a educação transmitida pelos pais na família, no convívio com amigos, clubes, teatros, leitura de jornais, livros, revistas etc.

Para fins didáticos os campos da educação não-formal dividem-se em: destinado aalfabetizar ou transmitir conhecimentos que historicamente tem sido sistematizado pelos homens e mulheres, planejados para as clientelas sujeitos das ações educativas, com uma estrutura e uma organização distinta das organizações escolares, abrangendo a área que se convencionou chamar de educação popular e educação de jovens e adultos, e, abrange a educação gerada no processo de participação social, emações coletivas não voltadas para o aprendizado de conteúdos da educação formal.
“Até os anos 80, a educação não-formal foi um campo de menor importância no Brasil, tanto nas políticas públicas quanto entre os educadores… Em alguns momentos, algumas luzes foram lançadas sobre a educação não-formal, mas ela era vista como uma extensão da educação formal, desenvolvida em espaços exteriores ás unidadesescolares”. (GOHN, Maria da Glória. -p.91)
Antes esta educação era vista como uma união de processos esboçados de obtenção à participação indivíduos em áreas de extensão rural, animação comunitária, treinamento vocacional ou técnico, educação básica, planejamento familiar etc.
Nos anos 90, a educação não-formal alcançou modificação na economia, na sociedade e na área trabalhista, passando-se aestimular os processos de aprendizagem em grupos e a dar-se amplo destaque aos valores culturais que articulam as ações dos indivíduos. Falou-se de uma inovação na cultura organizacional que, em geral, exige a aprendizagem de habilidades extraescolares. Têm colaborado também agencias e organismos internacionais, como a ONU e a UNESCO, bem como alguns estudiosos.

No Brasil, a educação...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • educação profissional em ambiente não escolares
  • Educação profissional em ambientes não escolares
  • Educação profissional e educação em ambientes não escolares
  • Educação Profissional e Educação em Ambientes não Escolares
  • Educação profissional e educação em ambientes não-escolares
  • EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E EDUCAÇÃO EM AMBIENTES NÃO ESCOLARES
  • Educação profissional e educação em ambientes não escolares
  • Educação profissional e educação em ambientes não escolares

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!