Educação inclusiva

Páginas: 48 (11829 palavras) Publicado: 4 de agosto de 2012
Piaget, Vigotski e a contribuição da Psicologia Cognitiva para a
Educação Inclusiva*
Izabel Neves Ferreira

Nosso objetivo é discutir e refletir sobre as idéias de Piaget e Vigotski, reconhecidos como os teóricos construtivistas que mais contribuíram para fundamentar a Educação atual, visando compreender suas teorias de aprendizagem e construção do conhecimento no sentido de extrairdestas teorias subsídios para fundamentar a abordagem inclusiva na educação de pessoas com deficiência.
Logo, um desafio: Hoje em dia, já temos respaldo legal para a Educação Inclusiva, mas como incluir alunos deficientes em um sistema que não compreende o que é inclusão, não conhece como é a pessoa com deficiência e como aprende? Muitas questões precisam ser discutidas na Educação Inclusiva,como políticas públicas, valorização do professor, relação família-escola-comunidade, mas, sem dúvida, um ponto fundamental é a formação do professor. É preciso uma profunda transformação principalmente do professor, da escola e das políticas públicas.

Como se constroi o conhecimento

Posições teóricas tradicionais
Quanto mais conhecemos como se realiza o processo de aprendizagem, melhorcompreendemos como a pessoa com necessidades educacionais especiais aprende. Este conhecimento, aliado às observações das especificidades do modo de aprender destas pessoas, abre maiores possibilidades para a educação deste grupo de alunos.
É importante analisar as diferenças entre as várias posições teóricas, a fim de que se possa assumir a ligação entre a prática pedagógica escolhida e osfundamentos em que se baseia. Compreender claramente a diferença entre “racionalismo“, “empirismo” e “construtivismo” é fator primordial para que se possam

* (palestra proferida no Curso de Doutorado em Educação da UERJ em 20/05/2009)

extrair implicações pedagógicas coerentes com estes princípios teóricos e adotar uma
prática consciente e refletida.
Para explicar como acontece a construção doconhecimento, os estudiosos defendem posições diversas. Um grupo, chamado de “racionalistas”, considera a inteligência como algo inato, estando pré-formada, ou seja, estando potencialmente pronta desde o nascimento (inatismo), bastando o tempo para “amadurecer”. As práticas pedagógicas que aguardam apenas a idade da criança e a sua “natural maturidade” para começar a alfabetização estão sebaseando nesta posição, mesmo sem saber o que diz a teoria, chamada inatista.
Outro grupo, chamado “empirista”, diz que o conhecimento vem por intermédio da informação sensorial, sendo transmitido do exterior do indivíduo para o seu interior. Ao nascermos, segundo os “empiristas”, nossa inteligência é como uma folha em branco, uma “tábula rasa”, na qual os conhecimentos vão sendo inscritos, gravados,vindos de fora para dentro, através da experiência pessoal de cada um.
Algumas professoras adotam uma prática pedagógica empirista, inconscientemente, sem mesmo saber o significado teórico desta postura. Professoras que “passam” muitos exercícios e corrigem tudo o que a criança faz, acreditando que devem evitar o erro a todo custo para que os alunos não “gravem” a forma errada, estão agindo deacordo com esta abordagem teórica, segundo a qual os conhecimentos são “gravados” pela repetição e pela associação.
O empirismo fundamenta a abordagem psicológica conhecida por comportamentalismo ou behaviorismo (behavior = comportamento), que explica a aprendizagem por condicionamento: o comportamento que recebe reforço positivo tende a se repetir e a permanecer e o comportamento que nãorecebe reforço ou é seguido de reforço negativo ou aversivo tende a desaparecer. As escolas que adotam estratégias de premiar e castigar os alunos em função das condutas adequadas ou inadequadas seguem estes preceitos. Certas mães, mesmo sem conhecer esta teoria, nela se baseiam para educar os filhos: acham que punindo-os, por se comportarem de modo inadequado, asseguram o controle sobre este...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Educação inclusiva
  • Educação inclusiva
  • educação inclusiva
  • Educação inclusiva
  • Educação inclusiva
  • Educação inclusiva
  • educação inclusiva
  • Educação Inclusiva

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!