EDUCAÇÃO INCLUSIVA - Atendimento Educacional Especializado para a Deficiência Mental

Páginas: 5 (1207 palavras) Publicado: 20 de novembro de 2014
EDUCAÇÃO INCLUSIVA - Atendimento Educacional Especializado para a Deficiência Mental

A escola comum trabalha com o saber universal e não com as habilidades particulares. A construção do conhecimento é predefinida, intencional e deliberada. Tanto aluno como professor têm objetivos específicos a serem atingidos num dado período de tempo pré-estabelecidos – o ano letivo, o espaço de uma aula.Acima de tudo, a escola comum tem também a tarefa de ensinar os alunos a compartilharem o saber, os sentidos diferentes das coisas, a trocar pontos de vista. É na escola que desenvolvemos o espírito crítico e o reconhecimento do outro. A escola tem o compromisso de inserir o aluno ao mundo social, cultural e científico, e todo ser humano tem direito a essa introdução.
A escola especial veio parasubstituir a escola comum pois entendia-se que esses alunos com deficiência demandavam tratamento diferenciado como salas menores, professores especializados. A principal dificuldade encontrada foi a substituição do compromisso de escola comum. Não há inserção ao mundo social, cultural e científico.
Com isso a constituição de 1988 delimita o atendimento especializado às pessoas com deficiência. Éuma complementação da educação escolar e deve estar disponível em todos os níveis de ensino, sendo um complemento e não um substituto. Conforme a deficiência há um ensino diferenciado (LIBRAS para surdos e BRAILLE para cegos). Os professores do atendimento educacional especializado devem ser formados em Pedagogia e terem uma formação específica na deficiência a ser ensinada.
Os alunos comdeficiência frequentariam a escola comum normalmente, e durante um outro período teriam aulas específicas.
Em 1980 a OMS três níveis para diferenciar a deficiência: deficiência, incapacidade e desvantagem social. Em 2001 essa classificação foi revista, sendo adotado o termo “pessoa em situação de deficiência”.
O QI foi utilizado por muitos anos para determinar o tipo de deficiência.
O diagnóstico nãose dá por uma causa orgânica, pela inteligência ou por categorias. Ainda não se consegue encontrar um conceito exato. Para a Psicanálise, a deficiência se dá pelo inconsciente do sujeito bloquear certas habilidades. Para Lacan, a deficiência está relacionada com o jeito que o sujeito tem de lidar com o saber. Há também a dificuldade em se estabelecer uma diferença entre doença mental e deficiênciamental. Por esses e tantos outros motivos de sermos incapaz de conceituar perfeitamente a deficiência mental, surge o medo do desconhecido, motivo este que é responsável pela discriminação encontrada em escolas.
A escola comum diante da deficiência mental: o que era x o que precisa ser
O que era
A recusa por parte da maioria das escolas em inserir alunos com deficiência mental em suasinstituições é a de que a função da escola comum é a produção de conhecimento, e que o aluno com deficiência não seria capaz de atingir esse objetivo. Porém, todos estão sujeitos a essa possibilidade, não só tais alunos.
As escolas se importam apenas com sua imagem: seus alunos se formam, aprendem, são inteligentes e se desenvolvem. Um aluno com deficiência “mancharia” essa perfeição. Por esse motivo,acabam dizendo que não estão prontos para trabalhar com tais alunos, mandando-os para outras instituições. Isso gera exclusão.
Por vezes, alunos com dificuldade de aprendizagem devido ao próprio método de ensino da escola são categorizados como portadores de deficiência.
Para não “manchar” os outros alunos, as escolas tomaram algumas medidas paliativas de adaptação: atividades, avaliação eatendimento em sala de aula de forma particular. Ao propor uma avaliação diferente, o professor está ditando o que aquele aluno pode aprender, propagando a exclusão. Implica empobrecimento do conteúdo.
O que precisa ser
Adaptação ao conteúdo realizada pelo próprio aluno. Ao invés de adaptar e individualizar/diferenciar o ensino para alguns, a escola comum precisa recriar suas práticas, mudar suas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO DEFICIÊNCIA MENTAL
  • Atendimento Educacional Especializado em Deficiência Intelectual
  • Atendimento Educacional Especializado em Deficiência Intelectual
  • O Atendimento Educacional Especializado para Alunos com Deficiência Intelectual
  • Atendimento educacional especializado deficiência visual: resenha
  • O ATENDIMENTO EDUCACIONAL ESPECIALIZADO E A DEFICIÊNCIA INTELECTUAL: UM ESTUDO DE CASO
  • Práticas inclusivas para o atendimento educacional especializado do aluno com surdocegueira
  • Atendimento Educacional especializado no contexto da educação Básica.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!