Economia

Páginas: 2 (411 palavras) Publicado: 7 de junho de 2014
Instrumentos de aferição das desigualdades
Constata-se que os dados sobre estruturas de repartição de renda, da forma como são convencionalmente apresentados, indicam como a renda agregada seencontra distribuída, permitindo que se comparem entre si os padrões de distribuição, bem como sua evolução ao longo do tempo. Mas, conforme adverte Rossetti (2005), nem sempre dão a medida exata dasdiferenças observadas. Isto só será possível com o emprego de instrumentos de aferição que em geral reduzem os graus de concentração das estruturas de distribuição a um único coeficiente.

São destetipo, por exemplo:

• Coeficiente alfa de Pareto;

• Coeficiente de Gini;

O segundo, derivado de uma das mais conhecidas representações gráficas de estruturas distributivas, a curva de Lorenz.Coeficiente Alfa de Pareto

Na última década do século XIX, o economista italiano Vilfredo Pareto tentou desenvolver uma lei de distribuição de renda fundamentada em estudos estatísticos, tendoconcluído que as estruturas de distribuição são relativamente constantes em diferentes países e épocas. As estruturas seriam, então, definidas por uma relação funcional, do tipo hipérbole, entre asdiferentes classes de renda e o número dos indivíduos inscritos em cada uma delas.

Segundo Pareto, a renda social se distribui sempre entre os indivíduos de acordo com certo padrão universalmentesimilar: grande número de indivíduos recebe rendimentos abaixo do nível médio geral, enquanto que pequeno número se localiza nas faixas superiores, recebendo rendimentos acentuadamente acima da media.Existe, segundo Pareto, uma tendência para que a renda seja distribuída sempre dessa forma, independentemente da diversidade da política pública adotada e nas instituições políticas e sociais vigentes.

Oenunciado geral da Lei de Pareto baseou-se em dados estatísticos de diferentes países, a partir das quais o pesquisador constitui séries de distribuição de frequência, adotando como intervalos de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • economia
  • Economia
  • Economia
  • Ecônomia
  • economia
  • Economia
  • Economia
  • Economia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!