ECONOMIA

Páginas: 19 (4701 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
Escolas de pensamento
Ao longo da história do pensamento económico co-existiram diferentes linhas de pensamento, entre as quais podem ser listadas: a economia política clássica (corrente dominante no mundo anglo-saxão até o final do século XIX), a economia marxista, a escola neoricardiana, a escola keynesiana e a economia neoclássica. Esta última é a corrente hegemônica desde a década de 1980,mas pode ser dividida entre diferentes grupos, como a escola Walrasiana, a escola de Chicago, a escola austríaca, etc.
Abordagem macroeconômica versus abordagem microeconômica
A abordagem macroeconômica estuda o comportamento dos grandes agregados econômicos como o produto interno bruto (PIB), o consumo privado (CP), a taxa de desemprego (TD), a taxa de juro (SELIC) e consumo público. Atravésdesta abordagem, os economistas tentam estabelecer relações entre estas variáveis para compreender e prever os efeitos de intervenções nessas variáveis sobre o futuro da economia. Um dos primeiros economistas a utilizar agregados estatísticos em suas teorias foi Keynes, considerado o fundador da macroeconomia.
A abordagem microeconômica valoriza a forma como os indivíduos reagem a incentivos, como ainformação circula na economia e como estes microeventos se refletem nas variáveis macroeconômicas. Historicamente, as primeiras teorias econômicas eram microeconômicas, e explicavam as variáveis macroeconômicas com base na ação individual dos agentes econômicos.
A análise microeconômica se desdobra no estudo dos seguintes conjuntos: Teoria do Consumidor, Teoria de Empresa, Teoria de Produção eTeoria de Distribuição
Economia normativa versus economia positiva
A economia normativa é uma abordagem que procura determinar como se pode manipular a economia para atingir determinados objetivos específicos. Normalmente, o que se pretende é atingir um determinado padrão de distribuição de riqueza. A economia normativa pressupõe uma tomada de posição ética em relação à realidade.
A economiapositiva é uma abordagem que não tem preocupações éticas e que se limita a determinar os fatos tal qual eles existem.
Os defensores da economia positiva defendem que os economistas devem se preocupar essencialmente em determinar os fatos e que esta tarefa é por si só, extremamente difícil. Defendem que qualquer tentativa de manipular a economia, através do uso de coerção, está condenada ao fracassopor desconhecimento dos fatos econômicos e por consequências em relação a anulação de incentivos em relação a produção.
Os defensores da economia normativa argumentam que a riqueza deve existir para ser distribuída pelo estado e que se deve tentar modificar os factos econômicos em favor do que entendem ser uma economia mais justa.
História
A economia moderna foi muito influenciada pelacontribuição do escocês Adam Smith. Adam Smith, na sua obra A Riqueza das Nações, estabeleceu alguns dos princípios fundamentais da economia (estudando basicamente dois modos de produção que são o Mercantilismo e a Fisiocracia), que ainda hoje servem de guia aos economistas. Adam Smith foi o primeiro a defender que os interesses privados dos indivíduos produziam benefícios públicos. Porém, diferentementedo atual senso comum, Adam Smith nunca afirmou que o mercado independe do Estado, idéia esta difundida pelos neoliberais.
No entanto, algumas escolas actuais reconhecem que Aristóteles, outros pensadores gregos e os pensadores escolásticos do final da Idade Média também deram contribuições importantes à ciência econômica.
No século XIX, Karl Marx fez a crítica mais influente à economia demercado e à ciência econômica ao defender que esta forma de organização econômica é uma forma de exploração do homem pelo homem. Marx defendia que toda riqueza era produzida pelo trabalho humano e que os donos do capital se limitavam a apropriar-se da riqueza produzida pelos trabalhadores.
Os argumentos de Karl Marx não convenceram os defensores da economia de mercado já que foram criticados por...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • economia
  • Economia
  • Economia
  • Ecônomia
  • economia
  • Economia
  • Economia
  • Economia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!