Economia

Páginas: 5 (1250 palavras) Publicado: 23 de outubro de 2013
Mercado Imobiliário
O preço médio por metro quadrado de imóveis residenciais prontos subiu de 4,5% a 6,3% no ABC de janeiro a julho deste ano. Em igual período, a inflação acumulada e medida pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPCA), que apura a inflação oficial do país, atingiu 3,2%.
Os números fazem parte do Índice Fipezap, divulgado ontem (2). O levantamento é realizado pela FundaçãoInstituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) com base nos anúncios de imóveis de 16 cidades no site Zap (www.zap.com.br), entre as quais três na região (Santo André, São Bernardo e São Caetano). Nessas cidades, a alta média das moradias foi de 7,3%. No acumulado dos últimos 12 meses, segundo a pesquisa, os imóveis ficaram 9,3% mais caros em São Caetano e subiram 10,5% em São Bernardo e Santo André. Asprincipais altas no período foram verificadas em Curitiba (19,6%), no Rio de Janeiro (15,4%) e em Niterói (14,0%).
Ainda segundo o levantamento, São Caetano tinha, em julho, o metro quadrado mais caro da região: R$ 4.940, valor 1,0% superior ao do mês anterior. É a sétima mais cara entre as 16 cidades pesquisadas. Assim, um imóvel de 70 m² no município mais valorizado do ABC supera R$ 345 mil. EmSanto André, o metro quadrado custava R$ 4.347 (aumento de 1,3% sobre junho) e, em São Bernardo, R$ 4.116 (alta de 0,6% na comparação mensal).
http://www.diarioregional.com.br/2013/08/03/economia/valorizacao-de-imoveis-no-abc-e-o-dobro-da-inflacao-em-2013/
Os dados são da Datastore, empresa de pesquisa de mercado com foco no setor imobiliário. O estudo, apresentado no Brasil GRI, é resultado dacompilação das preferências de 75 mil consumidores em 400 localidades do País desde meados de 2010. São entrevistadas somente pessoas que declaram intenção de comprar um imóvel nos próximos 24 meses.
Na média brasileira, 60% dos compradores de imóveis têm o perfil morador e 40% é investidor. Com o recorte de uma faixa de renda menor - de três a seis salários mínimos - o perfil morador sobe para75%.
Segundo Marcus Araújo, presidente da Datastore, a média de valorização dos imóveis no Brasil nos últimos anos foi de 55%, mas esse ritmo deve diminuir.
Comprar um imóvel na planta não é problema para a maioria: 98% aceitam a condição, pois acreditam na economia de dinheiro e têm a possibilidade de escolher as melhores unidades. Além disso, apostam na valorização do imóvel para revendaposterior.
Quantos dormitórios?
Os apartamentos de três dormitórios são os preferidos em todas as faixas de renda.
Nas famílias que ganham entre três e seis salários mínimos, 52% preferem um imóvel com três quartos e 48% com dois.
Para os consumidores com renda acima de seis salários, três dormitórios são a escolha de 57%, enquanto dois dormitórios, 34%. Os apartamentos com quatro dormitórios sãopreferidos por 8%. Um quarto: 1%.
De acordo com a pesquisa, a tendência atual para os imóveis de médio e alto padrão, com o encolhimento do número de pessoas nas famílias, é de que espaço do quarto dormitório seja transformado em uma terceira sala, que abrigue espaço para eletrônicos, como videogames, TV e computador. De acordo com Araújo, os lançamentos imobiliários já estão incorporando essatendência.
Vaga na garagem
Com renda acima de R$ 6 mil, os consumidores que preferem apartamentos de dois dormitórios também querem duas garagens.
Segundo a Datastore, no entanto, com o preço médio de R$ 25 mil por uma segunda garagem, muitos compradores desistem e optam por empreendimentos com uma vaga, mesmo que depois tenham custos para manter um seguro mais caro para o segundo automóvel ougastem com o aluguel de uma garagem.
Já para os que preferem três dormitórios, as duas garagens são pedido obrigatório, além de que o prédio tenha vagas para visitantes. Três salas e varanda gourmet com ligação direta com a cozinha do apartamento também fazem sucesso. "O lazer está migrando para dentro da residência", diz Araújo.
Localização
Na faixa de renda mais baixa - de três a seis salários...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • economia
  • Economia
  • Economia
  • Ecônomia
  • economia
  • Economia
  • Economia
  • Economia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!