Economia e Formação Brasileira no período colonial

Páginas: 13 (3094 palavras) Publicado: 13 de maio de 2014
CAPÍTULO X
PROJEÇÃO DA ECONOMIA AÇUCAREIRA: A PECUÁRIA
A elevada rentabilidade do negócio açucareiro fez surgir, em tempo relativamente curto, um mercado completamente novo para um sem-número de produtos, pois os antilhanos (particularmente nas ilhas inglesas) não usavam suas terras e seus escravos senão para produzir açúcar.
Os colonos que sobreviveram às dificuldades iniciais se dedicaram aatividades de baixa rentabilidade, transformando-se o núcleo de população de empresa colonial em colônia de povoamento
Em São Vicente, onde a escassez de mão-de-obra resultou ser maior do que na Nova Inglaterra - o excedente de população nas Ilhas Britânicas possibilitou importar mão-de-obra europeia em regime de servidão temporária -, a primeira atividade comercial a que se dedicaram os colonosfoi a caça ao índio.
Se nas Antilhas a escassez de terra configurava um entrave para a expansão da economia açucareira, nas colônias de povoamento do sul, ao contrário, a abundância de terras encontrava-se nas proximidades dos núcleos canavieira. Essa dinâmica expansionista das terras para o cultivo da cana de açúcar determinou profundamente a geografia nordestina e criou um sistema econômicodependente da economia açucareira.
Em face da escassez da oferta de produtos de consumo de luxo nas colônias do sul, ao contrário da situação nas Antilhas, a oferta de carne constituiu-se no único importante artigo de consume que poderia ser suprido internamente, o que além de figurar na dieta dos escravos contribuiu para a expansão interna da pecuária nordestina. O mesmo ocorria com o material deconstrução mais amplamente utilizado na época: as madeiras.
A separação das duas atividades econômicas - a açucareira e a criatória - deu lugar ao surgimento de uma economia dependente na própria região nordestina, oque, ao longo dos tempos, levou a uma permanente expansão com consequente penetração e ocupação do interior brasileiro.
Deve-se ter em conta, entretanto, que essa atividade, pelomenos em sua etapa inicial, era um fenômeno econômico induzido pela economia açucareira e de rentabilidade relativamente baixa cuja renda estava constituída pelo gado vendido no litoral e pela exportação de couros.
Por ser uma atividade mais acessível ao colono do que a canavieira por requerer comparativamente reduzida mão-de-obra e menor volume de recursos, a atividade criatória tornava-se cadavez mais atraente. Caso o colono não tivesse capital para o empreendimento, podia-se trabalhar por quatro ou cinco anos, no fim dos quais teria direito a uma participação na criação. E o recrutamento de mão-de-obra para essas atividades também poderia basear-se no elemento indígena que se adaptava facilmente à mesma.
Mas, ao contrário do que ocorria com a economia açucareira, a criatóriarepresentava um mercado de ínfimas dimensões uma vez que a criação de gado também era em grande medida uma atividade de subsistência, sendo fonte quase única de alimentos, e de uma matéria-prima (o couro) que se utilizava praticamente para tudo.
CAPÍTULO XI
FORMAÇÃO DO COMPLEXO ECONÔMICO NORDESTINO
Em face de a economia açucareira e a criatória terem seus crescimentos puramente extensivos, baseado naexpansão territorial sem mudanças estruturais que repercutissem nos custos de produção e, portanto na produtividade elas tornavam a economia enormemente resistente aos efeitos, em curto prazo, de uma baixa de preços, mas, em longo prazo, as diferenças eram substanciais.
Todavia, se a atividade açucareira era dependente da exportação e da frequente importação de mão-de-obra e de equipamentos paramanter e expandir a capacidade produtiva, a economia criatória não dependia de gastos monetários para a expansão da capacidade produtiva nem no processo de reposição do capital, pois se repunha automaticamente sem exigir gastos monetários. A essas disparidades se devem as diferenças fundamentais no comportamento dos dois sistemas no longo período de declínio nos preços do açúcar.
Com o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Economia no período colonial no Brasil
  • A formação da sociedade colonial brasileira
  • Economia do Período Colonial
  • a economia angolana no periodo colonial
  • A economia do Brasil no período colonial
  • Economia no período pré-colonial
  • Economia Colonial Brasileira
  • A economia colonial brasileira

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!