Economia de Sinais

Páginas: 16 (3936 palavras) Publicado: 22 de julho de 2015

Economia de sinais na comunicação gráfica: um estudo de caso do jornal Super Notícia

Rodrigo Daniel Levoti Portari1; Humberto Cecconi2; Sergio Carlos Portari Junior3; Patricia Cristina Oliveira Brito Cecconi4

Resumo: O presente trabalho tem como objetivo entender a utilização do repertório de cores nas capas do jornal Super Notícia, que é publicado no estado de Minas Gerais e hoje ocupa oposto de publicação com a maior circulação nacional. Tendo como sustentação as notícias de violência, morte e policial, o jornal faz uso intencional de cores em sua capa para estabelecer um repertório comum a seus leitores. O artigo aponta caminhos dessa criação de repertório que pode gerar outro problema: a redução do significado das cores.

Palavras-Chave: Cores. Super Notícia. Capa de jornal.Economia de Sinais.

Abstract: This study aims to understand the use of the color repertoire in the journal covers Super Notícia, which is published in the state of Minas Gerais and today ranks as the publication with the largest national circulation. With the support the news of violence, death and police, the newspaper makes intentional use of color on its cover to establish a common repertoire toyour readers. The article points out ways that creation of repertoire that can generate another problem: reducing the significance of the colors.
Keywords: Color. Super Notícia. Newspaper cover. Signal economy.



1. Introdução
O jornal Super Notícia, editado e veiculado em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, pode ser chamado de um “fenômeno” da comunicação. Com tiragem de 300 mil exemplaresdiários¹ e preço de venda a baixo custo (R$0,25) hoje é considerado o jornal de maior circulação no estado, deixando para trás grandes publicações tradicionais como O Estado de Minas e O Tempo, veículos que por anos ocuparam esse posto de maior tiragem diária.
Sustentando sua capa no tripé violência, sexo e futebol – características marcadamente sensacionalistas (ANGRIMANI, 1996), a publicação émarcada também por uma predominância de cores em sua capa que visam aproximar ainda mais a publicação de seus leitores-alvo, marcadamente camadas mais populares e com menor poder aquisitivo que conseguem bancar a leitura deste jornal. A predileção por grandes contrastes e cores chapadas, ou seja, sem degrades ou atenuação em seu tratamento cromático é uma das características dos jornais marcadamentepopulares (GUIMARÃES, 2000, p.111).
A proposta do presente artigo é apontar como a cor é utilizada como instrumento de informação pelo SuperNotícia e, principalmente, traçar as estratégias de como o repertório de cores é criado pela publicação a fim de adequar ou preparar seus leitores para as notícias publicadas em sua capa.
Temos como recorte, ainda, as cores utilizadas no noticiário deviolência física e morte, a fim de entender quais são os padrões de cores estabelecidas pela publicação ao tratar destes assuntos que, naturalmente, são compreendidos como fatos negativos. Pretende-se fazer uma relação das cores utilizadas neste tipo de noticiário com as demais que figuram como fundo das manchetes da página, não levando em consideração cores utilizadas em eventuais publicidades que possamfigurar na capa do SuperNoticia.
Não é pretendido, num primeiro momento, esgotar as possíveis análises ou leituras do uso da cor, porém, algumas compreensões de contexto cultural e ainda de uso das cores estarão presentes para entender os esquema simbólico das cores na capa do SuperNotícia, levando em consideração estudos desenvolvidos por GUIMARÃES (2000 e 2003) quanto ao uso da cor pela mídia ea cor como forma de informação, e ainda teremos aporte da semiótica da cultura discutidos por BYSTRINA (1995), BAITELLO JUNIOR (1999) e MACHADO (2000).
2. Metodologia
A opção pela análise das capas do jornal SuperNoticia se dá pela importância que essa página tem para as publicações impressas. Agindo como uma espécie de embalagem do produto, é nela que figuram os assuntos mais importantes...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Sinais
  • Sinais
  • sinais
  • sinal
  • sinais
  • sinais
  • Sinais
  • Sinais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!