economia cambial

Páginas: 5 (1205 palavras) Publicado: 8 de dezembro de 2013
CASO 1
Custo de oportunidade — investimento versus taxa de juros
Capítulo utilizado: cap. 1

Conceitos abordados
Investimento, taxa de juros, custo de oportunidade.

1. Investimento
No sentido financeiro, o termo investimento inclui as aplicações de um recurso
(dinheiro ou títulos), com a expectativa de um retorno futuro superior ao
aplicado. No sentido macroeconômico, investimento é oconjunto das despesas
em capital novo; são bens comprados para uso futuro que levam ao
crescimento da capacidade produtiva.
O investimento depende basicamente de dois fatores. O primeiro são as
vendas da empresa, pois se estão muito altas, a empresa terá necessidade de
aumentar sua produção e construir novas fábricas, e para isso comprará bens
de investimento para aumentar o volume decapital e substituir o capital
existente por aquele depreciado.
O segundo é a taxa de juros real. Quando uma empresa quiser aumentar seu
volume de capital, ela terá que tomar dinheiro emprestado, seja pela contração
de um empréstimo no banco seja pela emissão de títulos de dívida. Quanto
mais alta for a taxa de juros, menor será a probabilidade de que a empresa
contraia o empréstimo, isso porqueos lucros adicionais do novo investimento
não conseguirão cobrir os custos do pagamento dos juros, logo não valerá a
pena comprar o novo equipamento.

1

2. Taxa de juros
Os economistas distinguem a taxa de juros real da taxa de juros nominal. Esta
última é a taxa de juros tal como é geralmente expressa, aquela que os
investidores pagam para tomar o dinheiro emprestado. A taxa de jurosreal é a
taxa de juros nominal corrigida pela inflação.
A taxa de juros real passa a ser, então, o custo de oportunidade do dinheiro da
empresa, ou seja, o que a empresa poderia ter ganho se, em lugar de investir,
tivesse decidido emprestar os fundos a alguma outra empresa.
Para que um projeto de investimento seja lucrativo, seu retorno deve superar
seu custo. Se a taxa de juros sobe, menosprojetos serão lucrativos, e a
quantidade de bens de investimento demandada cairá. Logo, há uma relação
negativa entre investimento e taxa de juros, que é chamada de função
investimento, ilustrada na Figura 1, a seguir.

FIGURA 1

Existem algumas taxas de juros vigentes no Brasil que são utilizadas de
diferentes formas. Vejamos algumas delas.
A Taxa Referencial (TR) é uma taxa básicareferencial dos juros que não está
diretamente vinculada à taxa de inflação do mês anterior. Ela é calculada com
base na média da taxa de juros de captação de trinta bancos selecionados pelo
Banco Central.
2

A Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) reflete o custo do dinheiro por prazo
longo no Brasil, basicamente no Banco Nacional de Desenvolvimento
Econômico e Social (BNDES), e serve comoreferência a operações de
financiamento junto ao BNDES. Sua finalidade é estimular os investimentos
nos setores produtivos, com ênfase em alguns setores selecionados pelas
diretrizes de política industrial. A TJLP é calculada com base na soma da meta
de inflação mais um prêmio de risco Brasil, procurando refletir o custo de
captação de recursos pelo BNDES. Veja a Figura 2, abaixo.

FIGURA 2
TJLP(%a.m.)
1,2
1
0,8
0,6
0,4
0,2

2006 07

2006 02

2005 09

2005 04

2004 11

2004 06

2004 01

2003 08

2003 03

2002 10

2002 05

2001 12

2001 07

2001 02

2000 09

2000 04

1999 11

1999 06

1999 01

0

TJLP (%a.m.)
Fonte: Ipeadata

A Taxa Selic é a taxa de referência do mercado; ela regula as operações
diárias com títulos públicos federais,pois é sua média diária que reajusta
diariamente os preços unitários dos títulos públicos. Representa a taxa pela
qual o Banco Central compra e vende títulos públicos federais ao fazer sua
política monetária e é determinada nas reuniões do Copom. A Figura 3
apresenta a evolução da Taxa Selic desde 1999, quando o regime passou a
ser o de metas de inflação.

3

FIGURA 3

Taxa Selic (%...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Economia Brasileira
  • Economia
  • cambial
  • Globalização financeira, liberação cambial e vulnerabilidade externa da economia brasileria.
  • Cambiais
  • A O Cambial
  • Cambial
  • Política Cambial

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!