Durkheim

Páginas: 7 (1702 palavras) Publicado: 20 de outubro de 2014
Sociólogo
Émile Durkheim








Vida

Émile Durkheim foi um sociólogo que nasceu na França na região de Lorraine em 1858 no dia 15 de abril e faleceu no ano de 1917 aos 96 anos de vida, foi considerado o pai da sociologia moderna e chefe da chamada Escola Sociológica Francesa, foi um dos 3 pilares dos estudos sociológicos ( os outros dois eram Karl Marx e Max Weber), Durkeim foi ocriador da teoria da coesão social. 

Descendente de família judia, Durkeim estudou filosofia na Escola Normal Superior de Paris, com o estudo a filosofia, o fato de não ter seguido os preceitos da cultura judaica pode ter influenciado o teor de suas preocupações religiosas preferindo analisá-las desde o ponto de vista social. Ao estudar os as teorias dos filósofos Auguste Comte e Herbet Spencerfez com que conferisse uma matriz cientifica as suas teorias.

Durkheim foi professor da universidade de Bordeaux, lecionou ciências sociais e pedagogia. No ano de 1902, foi nomeado o professor de sociologia e pedagogia na Sorbonne. Formou grande numero de discípulos que por sua vez forneceram bastante para a contribuição a pesquisa sociológica. Sua teoria dos fatos sociais influiu decisivamentesobre o desenvolvimento da sociologia cientifica. 
 
Durkheim escreveu obras que foram definitivas nos rumos dos estudos sociológicos. No livro "Da Divisão do Trabalho Social" (1893), ele estabeleceu as bases da sociedade comparando a um organismo vivo, onde cada parte funcionava como um órgão biológico que agiria de forma dependente. Assim, numa sociedade "doente", que ele denominava deanomia, a cura para o melhor funcionamento social seria a solidariedade orgânica.
  

No livro "As Regras do Método Sociológico" publicado em 1895, estabeleceu as bases para a sociologia como ciência. Em sua obra "O Suicídio" (1897), avaliou que o maior nível de integração social estava ligado aos índices de suicídio, que seriam maiores quanto mais frágeis fossem os laços sociais. Também pesquisouassuntos sobre religião, através do livro "Formas Elementares da Vida Religiosa", publicado em 1912.

Émile Durkheim morreu no dia 15 de novembro de 1917. Seus restos mortais encontram-se no cemitério de Montparnasse, em Paris.

Contexto histórico

Principais obras do autor

Divisão do trabalho social (1893)É um livro que analisa as funções sociais do trabalho na sociedade e procura mostrar como na modernidade tal divisão é a principal fonte de coesão ou solidariedade social.
De la division du travail social
Da Divisão Do Trabalho Social

Autor (es)
Émile Durkheim
Assunto
sociologia
Lançamento
1893

As regras dométodo sociológico (1895) É um livro, reconhecido por ser resultado direto do projeto próprio de Durkheim de estabelecer a sociologia como uma nova ciência social. Assim sugere duas teses principais, sem as quais a sociologia não poderia ser uma ciência.
O suicídio (1897)Um dos pilares no campo da sociologia, foi um estudo de caso sobre o suicídio, publicação única em sua época, que trouxe um exemplo de como uma monografia sociológica deveria ser escrita.
As formas elementares da vida religiosa (1912) É umlivro que se trata de uma análise da religião como fenômeno social, usando as religiões de tribos aborígenes da Austrália. ( A conclusão geral do livro é que a religião é algo eminentemente social).

As formas elementares da vida religiosa
Segundo Durkheim todo homem é ser religioso e sempre será só é possível comparar as religiões porque elas possuem elementos comuns.  Uma religião é um...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Durkheim
  • Durkheim
  • Durkheim
  • Durkheim
  • Durkheim
  • Durkheim
  • durkheim
  • Durkheim

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!