Doutrinas sociais do século XIX

Páginas: 5 (1079 palavras) Publicado: 17 de maio de 2014
Doutrinas sociais do século XIX
Era preciso entender, justificar ou transformar o mundo herdado pós-revolução industrial. Portanto, uma série de doutrinas sociais surgiu.

Para justificar o mundo capitalista que se estruturava, temos o LIBERALISMO ECONÔMICO:
- Defesa da propriedade privada, da exploração do proletariado, do individualismo econômico da liberdade de comércio e deprodução.
- Respeito às leis naturais da economia, liberdade de contrato de salários e jornadas trabalhistas, sem controle do Estado ou pressão dos sindicatos.
Os maiores representantes dessas premissas são:
• Adam Smith (1723-90), autor de “A riqueza das nações”, onde defende a divisão do trabalho e a livre concorrência, como ingredientes essenciais para aumentar a produção, buscando sempre aredução de custos, com vistas ao aumento do maior consumo pelo menor preço.
Para ele, a função do Estado seria zelar pelos direitos à propriedade e manter a ordem social.
• Thomas Malthus (1766-1834), na obra “Ensaio sobre a população”, apresentou uma visão pessimista ao afirmar que a população crescia em progressão geométrica enquanto a produção de alimentos crescia em ordem aritmética.Nessa ordem, caberia ao Estado impedir o crescimento da população mais pobre, limitando-se a assistência e os cuidados dedicados aos mais carentes. Suas ideias influenciaram bastante o Parlamento inglês, que votou em 1834, a Lei dos Pobres, cuja ideia consistia em recolher emworkhouses (casas de trabalho), os desempregados e desabrigados. Nasworkhouses, os trabalhadores, divididos em alas por sexo,ficariam confinados e dali só sairiam para trabalhar em alguma fábrica, constituindo assim uma mão-de-obra barata ou quase escrava, que longe das ruas, não correria o risco de se proliferar.
• David Ricardo (1772-1823), autor de “Princípios da economia política e tributação”, onde defendeu a Lei Férrea dos salários, ou seja, o trabalhador deve receber como salário apenas o mínimosuficiente à subsistência e nada mais.

Em oposição ao mundo capitalista que se firmava, as primeiras ações contestatórias, vieram dos LUDITAS, ou seja, os quebradores de máquinas, que destruíam máquinas e fábricas, vistas como a razão da miséria e da exploração do trabalhador.Os luditas foram duramente perseguidos e quando presos, deportados ou condenados à morte.


Desenho publicado em 1812mostrando trabalhadores comandados pelo lendário general Ned Ludd, destruindo uma tecelagem.
A primeira ação do grupo data de 12 de abril de 1812, quando 350 trabalhadores entre homens, mulheres e crianças destruíram a tecelagem William Cartwright, próxima ao povoado de Arnold no condado de Nottingham.
A canção abaixo também nos dá uma ideia do que pretendiam os luditas:

"Bravos ludistassomos, para a quebra nós vamos!"
"Deus salve Ned Lud!"
"Máquinas para o inferno, queremos a nossa dignidade!"
"Quebrar é bom, junta-te a nós e salva a Europa!"
"Quebra! Quebra ou morre trabalhando!"
"Monstros do industrialismo, vos queremos quebrados!"
"Máquinas para o chão!"
"Bater! Bater! Bang Bang! Estes são o som da liberdade!"
"Quebra um, quebra dois, quebra três, quebra tudo! Tudo!"A partir de 1816 o movimento perdeu força devido à dura repressão exercida por 10 mil soldados encarregados especificamente do combate ao grupo. É um exemplo de que o Estado está a serviço do capital e da burguesia!
Seguindo a mesma linha de contestação, porém entre os anos de 1838 a 1848, temos o movimento CARTISTA, que como o próprio nome indica, utilizava-se da CARTA DO POVO paracomunicar “ao mundo” suas reivindicações:
- Participação política do operariado.
- Redução da jornada de trabalho.
- Substituição do voto censitário pelo sufrágio universal.
- Voto secreto.
Mesmo sem grande número de adeptos, os cartistas conseguiram apoio parlamentar.

Trecho da Carta do Povo
Nós dizemos à honrada Câmara [da Grã-Bretanha] que [...] as leis que criam a carestia dos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Doutrinas Sociais no Século XIX
  • Doutrinas sociais do século xix
  • Doutrinas sociais do seculo xix
  • Doutrinas sociais no século xix
  • AS NOVAS DOUTRINAS SOCIAIS DO SECULO XIX
  • Doutrina social do século XIX e Imperialismo
  • DOUTRINAS NO SECULO XIX
  • Doutrinas do seculo XIX

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!