Doenças pelvicas inflamatorias

Páginas: 5 (1113 palavras) Publicado: 29 de agosto de 2011
GDF – SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE FUNDAÇÃO DE ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIAS DA SAÚDE ESCOLA TÉCNICA DE SAÚDE DE BRASÍLIA – ETESB

Credenciamento - Portaria “E” nº 12, de 18/03/1966 – S.E.C.

Curso Técnico em Enfermagem. Módulo II/Área Temática: Atuando na Saúde do Cliente Hospitalizado. Unidade Educacional: Ações de Enfermagem à Criança, Adulto e Idoso em tratamento Clínico.

DOENÇASINFLAMATÓRIAS PÉLVICAS1

I CURETAGEM Uma raspagem, geralmente do interior de uma cavidade ou trajeto, para a remoção de neoformações ou outros tecidos anormais, ou para obter material para diagnóstico histológico, por meio de uma cureta, um instrumento em forma de colher. II DOENÇA INFLAMATÓRIA PÉLVICA É uma inflamação das trompas de Falópio, geralmente causada por uma infecção do trato genitalinferior, espontânea ou devida manipulação (inserção de DIU, biópsia de endométrio, curetagem, etc.), comprometendo o endométrio, trompas, anexos uterinos e/ou estruturas contíguas (salpingite, miometrite, ooforite, parametrite, pelviperitonite).

Fonte: manualmerck.

1

Elaborado por Carla Elizabeth Schmaltz da Paixão.

1

Sinais e Sintomas  Dor e calor na parte baixa do abdômen Secreção vaginal abundante ou anormal que cheira mal  Menstruação irregular ou abundante  Dor na região pélvica ou abdominal durante o ato sexual  Sintomas gripais como febre  Desconforto geral  Fadiga  Dor lombar  Vômitos.

Formas de Transmissão Aproximadamente 90% dos casos têm origem em uma DST anterior, principalmente gonorréia e clamídia. Os 10% restantes têm outras origens (inserção de DIU,biópsia de endométrio, curetagem, etc.).

Prevenção Usar camisinha para reduzir o risco de infecção, todas as vezes que tiver relações sexuais e fazer exames pélvicos anualmente, incluindo testes para infecções.

Tratamento Em geral, é feito com antibióticos. Se a mulher usar DIU, este deve ser removido. Em mulheres jovens e sexualmente ativas com queixa de desconforto ou dor pélvica, deve-seiniciar imediatamente o tratamento pois a demora poderá causar danos irreversíveis no seu sistema reprodutor.

III ENDOMETRIOSE É uma doença caracterizada pela presença de tecido endometrial (tecido que reveste o útero internamente) fora da cavidade uterina.

Como se desenvolve? A causa exata é desconhecida. Uma teoria sugere que durante a menstruação as células do endométrio passariam atravésdas trompas de Falópio para a cavidade peritoneal abdominal, onde 2

se implantariam. Os locais mais comuns de implantação são os ovários, tubas uterinas, superfície externa do útero e septo reto-vaginal (área entre a vagina e o reto). Outras teorias sugerem alterações do sistema imunológico e mesmo uma herança genética. A cada menstruação este tecido endometriótico sangra causando dorpélvica, dor durante a relação sexual, queixas urinárias, intestinais e infertilidade

Outros sintomas Dismenorréia severa (dor pélvica cíclica que ocorre antes e durante a menstruação) Dispareunia (dor durante ou logo após o ato sexual) Dor pélvica crônica Infertilidade Sintomas urinários com micções dolorosas Dor na região lombar baixa Desconforto abdominal

Exame diagnóstico O diagnósticogeralmente inclui uma laparoscopia, que é um procedimento cirúrgico ambulatorial onde uma câmara é inserida na cavidade abdominal através do umbigo, permitindo identificar as lesões e determinar a extensão da doença. A retirada de um pequeno fragmento de tecido suspeito (biópsia) para a realização de um exame anatomopatológico dará o diagnóstico de certeza.

Tratamento O tratamento vai depender da idadeda paciente, da extensão da doença, da severidade dos sintomas, da duração da infertilidade e dos planos reprodutivos do casal. Os tratamentos incluem desde a observação em pacientes assintomáticos e não desejosas de gestação, uso de analgésicos para a dor moderada, a interrupção dos ciclos menstruais com anticoncepcionais usados de modo continuo por 6-12 meses, progesterona de uso diário ou...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • doença inflamatória pélvica
  • doença inflamatoria pelvica
  • Doença inflamatória pélvica
  • Doença Inflamatoria Pelvica Feminina
  • Doenças Inflamatorias
  • Doença inflamatoria
  • Doenças inflamatórias intestinais
  • Doenças Inflamatórias intestinas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!