Doenças de notificação obrigatória em menores de cinco anos residentes em londrina entre 2001 e 2008.

Páginas: 21 (5077 palavras) Publicado: 1 de outubro de 2012
DOENÇAS DE NOTIFICAÇÃO OBRIGATÓRIA EM MENORES DE CINCO ANOS RESIDENTES EM LONDRINA ENTRE 2001 E 2008.

SANTOS, José Fernando dos[1]. CARVALHO, Wladithe Organ de[2]


O interesse pela morbimortalidade em menores de cinco anos vem se ampliando no Brasil. As doenças de notificação obrigatória fazem parte da lista brasileira de causas de mortes evitáveis em menores de cinco anos e da listabrasileira de condições sensíveis à atenção primária. A enfermagem tem presença marcante nas ações de vigilância à saúde e articula o atendimento individual às ações de controle das doenças na coletividade. O objetivo foi descrever a ocorrência das doenças de notificação obrigatória (DNO) em menores de cinco anos residentes em Londrina, entre 2001 a 2008. Os dados das DNO foram obtidos do Sistema deInformação de Agravos de Notificações (SINAN) e processados pelo Tabnet, disponibilizados no sítio eletrônico do Departamento de Informática do SUS. Calculou-se as taxas de incidência por 10.000 habitantes menores de cinco anos. Estavam disponíveis 31 agravos; em desesseis não houve ocorrência de casos; em nove agravos a incidência foi menor ou igual a 1/10.000 habitantes e em um agravo a incidênciafoi entre 1 e 10/10.000 habitantes. Para os cinco agravos com incidência superior a 20/10.000 habitantes ocorreu descrição mais detalhada. Houve predomínio de intoxicações por medicamentos e produtos de uso domiciliar, acidentes por lagartas, dengue sem complicações, meningites virais e hepatites do tipo A. Nas duas últimas a incidência foi maior do que na população em geral. Identificou-sefragilidade no que tange à qualidade dos dados. Os resultados reforçam a importância da atuação da enfermagem para que as ações de vigilância à saúde possam ser implementadas.

Palavras-chave: Saúde da Criança. Notificação de Doenças. Sistemas de Informação.

.
INTRODUÇÃO



As taxas de mortalidade infantil diminuíram em todos os estados brasileiros nas últimas décadas o queimpulsiona à ampliação do estudo da morbimortalidade em outras faixas etárias da infância. Neste sentido, ocorreu a inclusão das taxas de internações por infecção respiratória aguda e por doença diarréica aguda em menores de 5 anos entre os indicadores do Pacto da Atenção Básica e da proporção de hospitalizações por pneumonia e desidratação em menores de cinco anos como condição marcadora para asequipes de saúde da família, no Sistema de Infomação da atenção básica (SIAB). Além disso, observa-se aumento de interesse em estudos a respeito da mortalidade e das taxas de internação em menores de cinco anos no Brasil.
As doenças de notificação obrigatória (DNO) estão na lista brasileira de causas de mortes evitáveis da faixa etária de até cinco anos (MALTA et al., 2007) ealgumas delas são contempladas na lista brasileira de condições sensíveis à atenção primária (Brasil, 2008 ou ALFRADIQUE et al, 2009), como por exemplo as doenças preveníveis por imunização, a sífilis e a rubéola congênita.
Em 1975 foi implementado o Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica (SNVE) tornando obrigatória a notificação de algumas doenças. Na década de 90 foi desenvolvidoo Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) com o propósito de coletar e processar dados sobre agravos de notificação em municípios, estados e todo o território brasileiro (BRASIL, 2005). Apesar da existência do SINAN são poucos os trabalhos desenvolvidos tomando este sistema como fonte de dados, se comparado a outros existentes, tais como o Sistema de Informação de Mortalidade (SIM)e o Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (SINASC).
A participação da enfermagem nas ações de vigilância à saúde ocorre em todas as etapas, desde a notificação e investigação dos casos até o gerenciamento de setores de vigilância epidemiológica nos níveis municipal, estadual e nacional. Na Bahia, identificou-se participação predominante de enfermeiros na operacionalização da...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • DOENÇAS DE NOTIFICAÇÃO OBRIGATÓRIA NA OIE
  • Verificação da cobertura vacinal em crianças menores de cinco anos no municipio de capelinha-mg
  • Retrospectiva ano 2001
  • Doenças notificacao compulsoria
  • Doenças de Notificação compulsoria
  • Doenças de notificação compulsória
  • doenças de notificação compulsoria
  • Doenças de Notificação Compulsória

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!