DO TEXTO À CENA: ELEMENTOS DO TRÁGICO EM ROMEU E JULIETA DO GRUPO GALPÃO

Páginas: 14 (3329 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014



















DO TEXTO À CENA: ELEMENTOS DO TRÁGICO EM ROMEU E
JULIETA DO GRUPO GALPÃO


















Introdução
O Grupo Galpão é uma das companhias teatrais mais importantes do Brasil. Criado em 1982 em Belo Horizonte, desenvolve um teatro que alia rigor, pesquisa, busca de linguagem, com montagem de peças que possuem grande poder de comunicaçãocom o público. A companhia, que se caracteriza pela pesquisa da cultura popular, especialmente a mineira, tem suas raízes no teatro de rua, local que possibilitou sua consagração não só em âmbito nacional, mas também internacionalmente, através de suas montagens democráticas e sensíveis.
Acumulando participações em grandes festivais e premiações importantes, um dos seus espetáculos destaca-se porsua conquista única: com sua montagem de Romeu e Julieta, o clássico teatral de Shakespeare adaptado para o teatro de rua, possibilitou a trupe ser o único grupo brasileiro a se apresentar no “GlobeTheather” em Londres, berço do teatro elisabetano.
A encenação realizada pelo grupo impressionou por sua capacidade de transformar o ambiente shakespeariano do texto original, inserindo várioselementos típicos da cultura popular mineira, entretanto, sem perder a universalidade encontrada em Shakespeare. Os castelos de Verona transformaram-se numa Veraneio enfeitada com flores, o vestuário da Renascença ganhou ares circenses, serestas e cantigas mineiras compuseram a trilha sonora, elementos tipicamente barrocos elaboraram cenário e figurino, realizando uma verdadeira transposição cultural emsua montagem.
O presente trabalho pretende realizar uma análise comparativa entre o texto dramático Romeu e Julieta de William Shakespeare, e sua encenação realizada pelo Grupo Galpão. São colocadas em questão nessa pesquisa as relações entre texto e encenação, além de comparações que envolvem contextos e tempos diferentes, ou seja, o local e o universal. Tomando como fio condutor os escritosde Friedrich Nietzsche sobre o conceito do trágico, interessa também entender quais são e como funcionam os elementos que podemos identificar como sendo trágicos nessa transposição intersemiótica, a saber: o corpo, a música e o riso. Através da leitura do texto original Romeu e Julieta de William Shakespeare, de artigos que dialogam com o universo do trágico, e da análise da encenação feita peloGrupo Galpão, obteve-se como resultado a intepretação da mesma pela ótica do trágico numa estética afirmativa.




Romeu e Julieta: do universo shakespeariano à mineiridade galpônica

“Hoje podemos afirmar que o Galpão já tem uma linguagem própria, onde se misturam Brecht e Stanislavski, as técnicas circenses com o teatro balinês, a música folclórica com os experimentos musicais maiscontemporâneos, a dramaturgia clássica com o melodrama, Eugenio Barba com Gabriel Villela, Eduardo Garrido com Shakespeare, marujadas com Molière, teatro épico com drama psicológico, o provinciano com o universal, a tradição com a transgressão. Tudo se mistura nesse caldeirão que os alquimistas do Galpão transformam, com visão crítica e generosidade, em teatro da mais pura cepa, arte maior, celebração davida”
As palavras do ator e diretor Paulo José bem definem a composição do grupo. Formado a partir do encontro com diversos diretores, grupos e movimentos teatrais espalhados pelos quatro cantos do país, o Galpão forjou uma linguagem artística que dialoga com o popular e o erudito, a tradição e a contemporaneidade, o teatro de rua e o palco, o universal e o regional brasileiro. Analisando suamontagem de um dos maiores clássicos da literatura teatral, Romeu e Julieta, de William Shakespeare, percebe-se com clareza a capacidade que o grupo tem de adaptar um texto da renascença inglesa a elementos tipicamente mineiros, sem perder a universalidade da peça.
A cultura de Minas Gerais é celebrada em todos os detalhes da montagem, desde a cenografia até a escolha da trilha sonora. Cantigas e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Grupo galpão
  • ROMEU E JULIETA
  • Análise do texto romeu e julieta
  • Drama
  • Romeu e Julieta
  • Romeu e Julieta
  • Romeu e Julieta
  • romeu e julieta

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!