dizimo

Páginas: 10 (2315 palavras) Publicado: 2 de fevereiro de 2015
Paróquia de N. S. das Graças
Padre Antonio Marcos

Partilhar não é dar aquilo que sobra.
Partilhar é dar aquilo que o outro
precisa. 

Pelo dízimo, o cristão prova a Deus e aos irmãos que
ele assumiu a sua fé. E a fé não consiste em idéias
profundas ou nobres sentimentos, mas gestos
concretos de partilha.

Dízimo é uma opção pastoral e não
financeira. É expressão de fé , termômetroda
comunidade.

Só vamos ter um dízimo bem expressivo, quando
tivermos uma comunidade corresponsável.

A palavra DÍZIMO significar “décima parte” ou dez por
cento. É encontrada pela primeira vez no livro do
Gênesis 14,20, quando Abrão oferece a Deus 10% de
todos os seus bens. Segundo as leis de nossa Igreja
(Código de direito Canônico), devemos entregar o
dízimo “segundo o costume”(Lv27,30).

Dízimo não é taxa espórtula, oferta, doação, ajuda,
esmola. É um compromisso de fidelidade com Deus
com a Igreja e com os pobres. Através do dízimo,
estaremos apenas entregando a Deus um pouco do
muito que ele nós concede a cada mês. Quando
tivermos um dízimo deve ser mensal e não anual
deve ser individual e não por família, devemos
entregar o dízimo com desapego e alegria,para
recebermos as bênçãos de Deus e termos sempre
mais.

“Em que vos temos enganados?
No pagamento do dízimo e nas
ofertas”
(Ml 3,8)

O dízimo não é um mandamento mais faz parte da lei
de Deus. É a lei de Deus como exemplo a lei da
gravidade. A lei da gravidade nos diz que se você
largar um objeto no ar, ele é imediatamente atraído
para a terra, não para o ar. Esta é uma lei danatureza,
a lei da gravidade. E ela é imutável! O dízimo também
é uma lei, a lei que comprova a fidelidade de Deus, e
ela é infalível! Experiência do dízimo é uma maneira
de cada um de nós, cristãos, experimentarmos esse
Deus que nós não vemos, não tocamos, mas que
podemos sentir em nossas vidas.

Esse Deus que nos inspira e nos desafia a nos
libertarmos desse apego exagerado ao dinheiro e aosbens materiais. Quando falamos sobre dízimo as
multidões de pessoas confessam sentirem-se tocadas
imediatamente. Na hora, muitas delas sentem uma
vontade enorme de devolverem o dízimo a Deus. Porém,
dizem ainda estas pessoas, essa vontade logo passa
quando elas pegam o cheque ou vem o montante de
dinheiro á sua frente!

Conheci assim que iniciei a minha caminhada em 1996 em
Bacabal(MA), um sacerdotal já idoso chama-se Frei Adauto e
ouvi dele algo gravado em meu coração ate hoje.
Ele dizia assim:

“As pessoas se convertem facilmente no
coração, se convertem com uma certa
dificuldade na razão, mas têm muita
dificuldade de se converterem no bolso”.
(Frei Adauto – Bacabal-MA)

Esse Frei sempre me alertou que a conversão mais difícil do
católico se dá no bolso, porque ninguém é capaz de abrir mão
daquilo que acha que é só seu.

A palavra de Deus é clara neste sentido: a
parcela do dízimo que se encontra em meu
poder não é minha (sua), eu não estou
fazendo favor algum a Deus ao devolver-lhe
o dízimo, pois eu estou devolvendo aquilo
que legalmente é direito de Deus. Mas
alguns poderiam perguntar:

“Por que eu devolveria a ele, se
Deus não precisade dinheiro ?”
Mas as obras de Deus, a palavra de Deus, a
comunidade

onde

Deus

é

louvado

e

cultuado, tudo isso envolvendo a Igreja de
Deus necessitar ser mantido por alguém.
Por quem, perguntaria? Ora, por nós, que a
freqüentamos; por nós, que somos seu
corpo místico.

Quanto ao dízimo, temos de nos conscientizar,
é

semelhante

aos

nossos

compromissosfinanceiros mensais que temos que pagar
religiosamente: pagamos aluguel, pagamos
conta de água, a conta de luz, no dia certo
nem mais nem menos. Entendemos o dízimo
como algo que temos que devolver a Deus e
que não é nosso.

O dinheiro que você paga pela luz, pela água
não é seu; você é beneficiado ao longo do
mês

pelos

serviços

e

benefícios

da

companhia que forneceu...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Dizimos
  • Dizimo
  • Dízimos
  • Dizimo
  • Dizimo
  • Dizimo
  • Dizimo
  • Dizimo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!