Diversidades de visitantes florais da Bromelia balansae Mez em uma área de Cerrado, Córrego Padre Inácio, Sítio Duas Irmãs, Cáceres, Mato Grosso, Brasil.

Páginas: 6 (1453 palavras) Publicado: 8 de agosto de 2013
Diversidades de visitantes florais da Bromelia balansae Mez em uma área de Cerrado, Córrego Padre Inácio, Sítio Duas Irmãs, Cáceres, Mato Grosso, Brasil.

Marinei de Oliveira¹

RESUMO A família Bromeliaceae Juss. é uma angiosperma ornitófila com mais de 3000 espécies distribuídas em 56 gêneros, ocorre em todo Pantanal no Cerrado do Centro Oeste, Norte e Nordeste , Sudoeste e Sul, opadrão de floração da maioria das espécies é anual. Objetivo desse estudo foi verificar a diversidade de visitantes florais diurnos presente em uma população da espécie Bromelia balansae Mez da família Bromeliaceae, em um fragmento do Pantanal Matogrossense, foi analisado o comportamento e as demais características durante a visitação floral. O estudo foi realizado em uma propriedade particular“Sítio Duas Irmãs” próximo ao Córrego Padre Inácio, localizada na área rural do Município de Cáceres/MT, no dia 07 de novembro de 2011 no horário compreendido das 06h06min as 18h00min em um ambiente remanescente de área alagável. Para B.balansae foram registradas 19 espécies de visitantes florais pertencentes à sete ordens sendo Diptera (Mosquitinho, Pernilongo, Mosca); Lepidoptera (Borboleta,Mariposa); Hymenoptera (Abelhas); Coleoptera (Besouros); Orthoptera (Esperança) Chiroptera (Morcego); Odonata (Libélula) e Apodiformes (beija flor). Com este resultado pode-se inferir que a espécie B.balansae é uma planta entomófila generalista. Dentre as espécies de visitantes, as que apresentaram maior número de visitas foram as Himenoptera, Lepidoptera e Orthoptera. O comportamento apresentado pelosvisitantes da família Apidae, sugerem que essas abelhas podem atuar como polinizadores de B.balansae na população estudada.

Palavras-chave: bromélia, fragmento, pantanal, visitante floral.


INTRODUÇÃO


As bromélias com o passar dos tempos, vem adquirindo grande popularidade em decorrência de sua arquitetura, sendo muito utilizado em projetos paisagísticos da construção civil. Com isso,alguns problemas de âmbito ecológico vêm preocupando os biólogos, pois a sua extração descontrolada em ambientes naturais pode proporcionar sua extinção provocando um desequilíbrio ecológico, pois contribuem na manutenção da fauna e flora (LEME & MARIGO, 1993).
As bromélias pertencem a família Bromeliaceae, sendo que no Brasil são de origem nativa, e nem endêmica e possuem domíniosfitogeográficos na Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mato Atlântica e Pampa, sendo distribuída geograficamente na região Norte (Roraima, Amapá, Pará, Amazonas, Tocantins, Acre, Rondônia), Nordeste (Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Bahia, Alagoas, Sergipe), Centro-Oeste (Mato Grosso, Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul), Sudeste (Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio deJaneiro), Sul (Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul). Na lista de espécies do Brasil encontram-se registrados 42 gêneros, 1027 espécies e 09 subespécies sendo os gêneros: Acanthostachys, Aechmea, Alcantarea, Ananas, Araeococcus, Billbergia, Brocchini, Bromelia L., Canistropsis, Canistrum, Catopsis, Connellia, Cottendorfia, Cryptanthus, Deuterocohnia, Disteganthus, Dyckia, Edmundoa,Eduandrea, Encholirium, Fernseea, Fosterella, Guzmania, Hohenbergia, Lindmania, Lymania, Navia, Neoglaziovia, Neoregelia, Nidularium, Orthophytum, Pitcairnia, Portea, Pseudananas, Puya, Quesnelia, Racinaea, Ronnbergia, Tillandsia L., Vriesea, Werauhia, Wittrockia (FORZZA, SIQUEIRA & MARTINELLI, 2010).

OBJETIVOS
Registrar as espécies de visitantes florais no período diurno in loco da espécie de Bromeliabalansae Mez da família Bromeliaceae Juss. em um fragmento do Pantanal Matogrossense.


MATERIAL E MÉTODOS


O trabalho foi desenvolvido no dia 07 de novembro de 2011 na propriedade particular denominada “Sítio Duas Irmãs”, no Córrego Padre Inácio, localizado no Município de Cáceres/MT, tendo a sua localização geográfica a 16º 03’ 44,6” S e 057º 49’ 35,8” W, elevação 118m, em um...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • INSETOS VISITANTES FLORAIS DA QUARESMEIRA EM ÁREAS URBANA E NATURAL DO CERRADO DE GOIANÉSIA GOIÁS.
  • Controle das infecções em dois hospitais de cáceres
  • Cerrado: fitofisionomias de um parque municpal em Mato Grosso
  • Biologia floral de Waltheria communis A. St.-Hil (Sterculiaceae) em Nova Xavantina, Mato Grosso, Brasil
  • COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA E RIQUEZA DE ESPÉCIES EM TIPOLOGIAS DE TRANSIÇÃO CERRADO-FLORESTA NO MÉDIO NORTE DE MATO...
  • COBERTURA DO DOSSEL E COMPOSIÇÃO FLORÍSTICA DO ESTRATO HERBÁCEO-ARBUSTIVO DE UMA FLORESTA ESTACIONAL...
  • Uso de plantas medicinais por idoso em cáceres mato grosso – primeira aproximação
  • Mato Grosso

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!