Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens - Rousseau (Resenha Crítica)

Páginas: 8 (1946 palavras) Publicado: 11 de julho de 2013
Jean-Jacques Rousseau nasceu em Genebra em 1712, foi um importante filósofo, teórico político, escritor e compositor autodidata. É considerado um dos principais filósofos do iluminismo e um precursor do romantismo. Politicamente, expõe suas ideias em ”Contrato Social”, uma de suas principais obras. Em seus escritos, procura um Estado social legítimo, próximo da vontade geral e distanteda corrupção. Em suas obras, defende a ideia da volta a natureza, à excelência natural do homem.
No livro Discurso sobre a origem e os fundamentos da igualdade entre os homens, Rousseau responde de forma bastante interessante à pergunta que lhe foi feita sobre qual seria a origem e em quê se fundamenta a desigualdade entre os homens, e se ela é autorizada pela lei natural, tema ao redor do qual gira estaobra.
Para isso, utiliza-se de sete partes, a saber:
Dedicatória: em que faz uma longa saudação à cidade de Genebra, exaltando suas qualidades e seu povo;
Prefácio: em que introduz o tema, levando em consideração, entre outros pontos, seu desafio de trata-lo;
Discurso sobre a origem da desigualdade: em que fala sobre outros filósofos que trataram do assunto e pontua dois tipos dedesigualdade(Natural e Política);
Primeira Parte: em que descreve minunciosamente as características e os desafios do Estado Natural do homem;
Segunda Parte: em que fala sobre a origem e o progresso da desigualdade com a criação da sociedade civil.
Advertência sobre as notas: Fala com o leitor e introduz o que tratará nas Notas;
Notas: Em que faz algo que diz tem costume de fazer em seus textos,complementa as informações do livro com informações adicionais;
Mais especificamente, na Dedicatória, o autor - em minha opinião, de forma prolixa - faz uma exaltação à cidade de Genebra, seu povo, seus magistrados, em que tudo é minunciosamente perfeito e próspero. Fala sobre sua política, sua legislação, seu direito de forma idealizada, de modo a saudá-los em páginas longas, tratando muitorespeitosamente os cidadãos de sua cidade natal por Magníficos, Muito Honrados e Soberanos senhores durante todo o capítulo.
No Prefácio, porém, deixa o tom de saudação e passa a falar sobre sua opinião a respeito do tema, alegando ser uma das questões mais interessantes que a filosofia pode propor, e uma das mais complicadas de o filósofo resolver. Isso porque, para explicar a origem da desigualdade, assimcomo para explicar a Lei Natural, deve-se voltar aos primórdios, ao Estado Primitivo do homem, que hoje, segundo ele, é irreconhecível, em virtude do distanciamento desse Estado que cada “progresso” da humanidade proporciona.
Além disso, afirma que os homens eram, naturalmente, tão iguais entre si quanto eram os animais de cada espécie antes das ditas “causas físicas” os terem diferenciado,tornando uns mais aperfeiçoados, outro menos, surgindo ai a primeira fonte de desigualdade entre eles. Esta, afirma, é objeto de muita divergência de posicionamentos entre os autores do assunto, pelas dificuldades de chegar ao Estado Natural do homem.
Ademais, enaltece a Razão e a crença em Leis que vêm da Natureza como fonte do Justo Direito. Nesse sentido, afirma que é impossível entender a LeiNatural sem ser um grande “raciocinador” e um profundo metafísico, algo que só se desenvolve em poucos e, assim, gera mais desigualdade entre os homens.
Por fim, trata de diversos assuntos que, mais à frente serão reiterados no livro, como os princípios que regiam as relações humanas antes da razão, a participação dos animais nas leis naturais pela sua sensibilidade e o fato de o homem natural nãofazer mal a outro por outro motivo senão o de caso legítimo, entre outros.
Em seguida, no capítulo em que inicia o Discurso, Rousseau expõe concisamente os dois tipos de desigualdade existentes na espécie humana: a Natural (ou Física) e a Moral (ou Política) e, ao descrevê-las, faz questão de distingui-las, uma como natural e inerente ao homem, como as diferenças de força e idade, outra como...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • RESENHA CRÍTICA DA OBRA “DISCURSO SOBRE AS ORIGENS E OS FUNDAMENTOS DA DESIGUALDADE ENTRE OS HOMENS”.
  • Discurso sobre a Origem e Fundamentos da Desigualdades entre os homens JEAN JACQUES ROUSSEAU
  • RESUMO Discurso sobre a Origem e fundamentos da Desigualdade entre os homens
  • Rousseau: discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens
  • Resumo
  • Resumo da obra “Discurso sobre a Origem e os Fundamentos das Desigualdades entre os Homens” de J.J Rousseau
  • Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens, de jean-jacques rousseau
  • Resumo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!