Discurso sobre a Origem e Fundamentos da Desigualdades entre os homens JEAN JACQUES ROUSSEAU

Páginas: 8 (1828 palavras) Publicado: 3 de abril de 2014
INTRODUÇÃO:

Em 1755 Jean Jaques Rousseau publica sua obra intitulada Discurso sobre a Origem e Fundamentos da Desigualdade Entre Homens “com a finalidade de contestar as causas das desigualdades sociais”. A obra elabora uma profunda análise da natureza humana, mostrando como seu desenvolvimento levaria à inevitável desigualdade do estado civil, mas não apresenta nenhuma solução para esseproblema.
Rousseau tem a convicção de que o homem é bom por natureza, e em seu primeiro discurso afirma que os costumes degeneram à medida que os povos desenvolvem o gosto pelos estudos e pelas letras, procurando mostrar as causas desta degeneração. Segundo Jean Jacques o homem natural é bom, e no isolamento é igual a todo homem. É a partir do momento que resolve viver em sociedade que asdesigualdades aparecem.

DEDICATORIA:

No primeiro momento de sua obra Rousseau faz uma dedicatória aos cidadãos e aos governantes como forma de agradecer sua relação com a sociedade e o prestigio que lhe era visto; ele agradece a hospitalidade dos cidadãos de Genebra e inclui agradecimentos a seu pai e as mulheres e sua participação na sociedade, dando amostra do que foi feito no decorrer da obrana medida em que elogia a sociedade e o estado, mas faz ressalvas de que a sua atual formatação é boa por se aproximar do que ele diz ser ideal: o estado natural.

“Essa obra me valeu um premio e me fez um nome, e quando muito medíocre.(...)Essa obra, cheia de força, carece completamente de lógica e de ordem; de todas as que brotaram e minha perna, é a mais fraca de raciocínio e a mais pobre denúmero e e harmonia”.

PREFÁCIO:

Em um segundo momento Rousseau apresenta o homem, como ele se situa historicamente e como o processo civilizatório o modifica moral e intelectualmente.

“O mais útil e o menos avançado de todos os conhecimentos humanos me parece ser o do homem (...) como conhecer a fonte da desigualdade entre os homens, se não se começar por conhecer os próprioshomens? e como chegará o homem a se ver tal como o formou a natureza, através de todas essas transformações que a sucessão dos tempos e das coisas teve de produzir na sua constituição original, e a separar o que está no seu próprio natural do que as circunstâncias e o progresso acrescentaram ou modificaram em seu estado primitivo?”.

Para conhecer o homem é necessário refletir sobre sua história e decomo ele chegou até o presente. O autor faz uma reflexão sobre como era o homem em seu estado de natureza antes das modificações ocasionadas pelo sistema civilizatório e o estado, chegando a concluir que as ações do homem primitivo são guiadas por dois sentimentos o de autopreservação e o de comiseração sem os quais não poderia ter se organizado em grupos de convivência para a própria preservaçãoda espécie.

1ª PARTE

O filosofo francês faz uma distinção entre desigualdades física e desigualdades morais, tendo o objetivo de saber se há uma ligação entre ambas ou se destas derivam aquelas. O pensador não a aborda as questões referentes a desigualdade física visto que acredita ser natural, e não interfere na questão levantada por ele sobre a desigualdade entre os homens, é adesigualdade moral o objeto de sua analise que é onde acredita residir o problema da desigualdade entre os homens.
Jean procura rebater as afirmações dos filósofos Thomaz Hobbes e de John Locke, que acreditavam que o homem era um ser mau por natureza. Ele afirma que essa ideologia é fundada em um homem já civilizado no estado de natureza, e que somente na civilização esse sentimento faz algumsentido; ele acredita na bondade do homem em estado de natureza.

“Hobbes pretende que o homem é naturalmente intrépido e não procura senão atacar e combater.”(...)”Tenhamos, pois, cuidado em não confundir o homem selvagem com os homens que temos sob os olhos.(...) nada é tão tímido como o homem em estado de natureza, sempre trêmulo e prestes a fugir ao menor ruído que o impressione.(..)” “(..)o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • RESUMO Discurso sobre a Origem e fundamentos da Desigualdade entre os homens
  • Resumo
  • Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens, de jean-jacques rousseau
  • Síntese analítica do Discurso Sobre a Origem e os Fundamentos da Desigualdade entre os Homens, de Jean-Jacques...
  • Discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens
  • Rousseau: discurso sobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens
  • Resumo da obra “Discurso sobre a Origem e os Fundamentos das Desigualdades entre os Homens” de J.J Rousseau
  • Resumo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!