Direito Natural

1735 palavras 7 páginas
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS
Faculdade Mineira de Direito

Clarissa Tristão, Gabriela Helena, Isabel Rezende, Laura Girardi, Mariana Cipolli, Mellissa Carvalho

REFERENCIAL TEÓRICO DO TRABALHO CIÊNTIFICO
A não aceitação da união estável homoafetiva

Belo Horizonte
2013
Clarissa Tristão, Gabriela Helena, Isabel Rezende, Laura Girardi, Mariana Cipolli, Mellissa Carvalho

REFERENCIAL TEÓRICO DO TRABALHO CIÊNTIFICO
A não aceitação da união estável homoafetiva

Trabalho apresentado à disciplina Metodologia do Trabalho Cientifico, da Faculdade Mineira de Direito da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

Professor: Íris Mesquita Martins

Belo Horizonte
2013

A união homoafetiva é uma ação humana que se tornou contínua e significativa ao longo dos anos e no decorrer do tempo tem conquistado apoio jurídico do estado devido às constantes repressões aos direitos dos indivíduos que praticam o homossexualismo. Pode-se encontrar relatos históricos que comprovam que relações sexuais entre pessoas do mesmo sexo ocorrem desde os primórdios, de modo natural, como, por exemplo, nas sociedades Helênica e Romana. Na sociedade Hebraica, diferentemente das citadas anteriormente, a homossexualidade e a heterossexualidade foram contrapostas e influenciaram a mentalidade das sociedades posteriores negativamente a respeito dos homossexuais. Apenas no fim do século XX deu-se início à campanhas de aceitação que intensificaram-se no século XXI. O homossexualismo é uma experiência muito recorrente nas sociedades e, como todo comportamento humano, é influenciado pela cultura e manifesta-se de inúmeras formas diferentes. No Brasil, a homossexualidade é tratada como um desvio de comportamento, mas movimentos de luta por igualdade se esforçam para que o "desvio" seja aceito socialmente

Relacionados

  • Direito natural
    4094 palavras | 17 páginas
  • Direito Natural
    7530 palavras | 31 páginas
  • Direito natural
    3370 palavras | 14 páginas
  • Direito natural
    3766 palavras | 16 páginas
  • Direito natural
    1574 palavras | 7 páginas
  • Direito natural
    872 palavras | 4 páginas
  • Direito Natural
    4809 palavras | 20 páginas
  • Direito natural
    2555 palavras | 11 páginas
  • Direito natural
    620 palavras | 3 páginas
  • Direito natural
    2300 palavras | 10 páginas