Direito Ambiental

Páginas: 10 (2404 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
Capitulo I
1 - Macro ecossistema

1.1 Conceito:

Para uma adequada compreensão de macroecossistema faz-se necessário trazer a luz o conceito de ecossistema: É ao conjunto de inter-relações entre um determinado grupo de seres vivos e o meio onde desenvolvem a sua atividade, que se chama Ecossistema.
Macroecossistemas, são ecossistemas contidos em grandes extensões da superfícieterrestre, como por exemplo a Mata Atlântica.

1.2 Importância dos ecossistemas em nossas vidas

O autor Branco (1995, p. 217) faz uma colocação que ilustra bem esta interdependência:

“O homem pertence à natureza tanto quanto – numa imagem que me parece apropriada – o embrião pertence ao ventre materno: originou-se dela e canaliza todos os seus recursos para as próprias funções e para odesenvolvimento, não lhe dando nada em troca. É seu dependente, mas não participa (pelo contrário, interfere) de sua estrutura e função normais. Será um simples embrião se conseguir sugar a natureza, permanentemente, de forma compatível, isto é, sem produzir desgastes significativos e irreversíveis; caso contrário será um câncer, o qual se extinguirá com a extinção do hospedeiro.” 1

O texto supracitadoindica bem e relação entre homem e meio ambiente, onde o primeiro extrai vantagens do segundo, sem que este seja beneficiado. A natureza suporta as agressões até certo limite, ultrapassado este dá-se inicio a sérias modificações ambientais, comprometendo a sobrevivência de todo ecossistema existente. Por isso, é preciso conciliar a exploração de seu meio ambiente com os outros aspectosfundamentais de suporte à vida, porque nenhum país pode ser viável por um prazo longo sem ter o devido cuidado na gestão de seus recursos naturais.




1.3 Consciência ecológica

2 Historicamente, podemos considerar os anos do Pós Guerra como o marco inicial do processo de conscientização social da destrutividade do sistema tecno científico humano, e da ameaça potencial desse sistema para acontinuidade da própria vida no planeta. Esta conscientização cresceu, gradualmente, até os dias atuais, através do trabalho persistente de setores da comunidade científica, da militância dos movimentos ambientalistas, pacifistas e da contracultura numa primeira fase, com a adesão, na etapa seguinte, da atuação de órgãos governamentais, não governamentais e internacionais (ONU, BIRD, PNUMA) da iniciativaprivada, dos meios de comunicação de massa, e dos demais movimentos sociais e religiosos. Viola & Leis (1995) analisam, oportunamente, esse processo de desenvolvimento do ambientalismo mundial e nacional, que transita de uma forma bissetorial preservacionista para um multissetorialismo orientado para o desenvolvimento sustentável.
Essa consciência ecológica, que se manifesta, principalmente, comocompreensão intelectual de uma realidade, desencadeia e materializa ações e sentimentos que atingem, em última instância, as relações sociais e as relações dos homens com a natureza abrangente. Isso quer dizer que a consciência ecológica não se esgota enquanto ideia ou teoria, dada sua capacidade de elaborar comportamentos e inspirar valores e sentimentos relacionados com o tema. Significa, também,uma nova forma de ver e compreender as relações entre os homens e destes com seu ambiente, de constatar a indivisibilidade entre sociedade e natureza e de perceber a indispensabilidade desta para a vida humana. Aponta, ainda, para a busca de um novo relacionamento com os ecossistemas naturais que ultrapasse a perspectiva individualista, antropocêntrica e utilitária que, historicamente, temcaracterizado a cultura e civilização modernas ocidentais.(Leis, 1992; Unger, 1992; Mansholt, 1973; Boff, 1995; Morin, 1975).
Para Morin3, um dos autores que mais avança no esforço de definir o fenômeno:
"(...) a consciência ecológica é historicamente uma maneira radicalmente nova de apresentar os problemas de insalubridade, nocividade e de poluição, até então julgados excêntricos, com relação aos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Direito Ambiental
  • Direito Ambiental
  • educação ambiental para direito ambiental
  • Direito ambiental
  • Direito Ambiental
  • Direito Ambiental
  • Direito Ambiental
  • DIREITO AMBIENTAL

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!