Diatermia

Páginas: 7 (1664 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
10/09/2014

DISCIPLINA DE

FISIOTERAPIA GERAL

DIATERMIA

DIATERMIA
( dia = através / termos = calor )

Prof. Ms. André Luis Maierá Radl
andremaiera@hotmail.com

ELETROTERAPIA DE ALTA
FREQUÊNCIA

CAMPO
ELETROMAGNÉTICO

• Uso terapêutico de oscilações eletromagnéticas
com frequências acima de 300.000Hz.

• Em altas frequências, não há despolarização de
fibras nervosas.

•A energia eletromagnética é convertida em calor ao
penetrar no tecido.

Radiacoes nao-ionizantes : não modificam a estrutura atômica dos
seres vivos (ultravioleta, luz visivel, infravermelho,microondas,
radiofrequencias e campos eletromagneticos (2003).

27 Mhz

CORRENTE E CAMPO
ELÉTRICOS

1

10/09/2014

movimento ordenado de
partículas eletrizadas (ÍONS OU
ELÉTRONS);
Acorrente elétrica é causada
por uma diferença de potencial
(CAMPO ELÉTRICO)

INTERAÇÃO DO CAMPO
ELÉTRICO COM LÍQUIDOS

A corrente elétrica flui de um polo
negativo ( cátodo ), área de elevada
concentração de elétrons, para um
pólo positivo ( ânodo ), área de baixa
concentração de elétrons, por um
caminho de menor resistência.

DIATERMIA POR ONDAS
CURTAS

(MOLÉCULAS POLARES)

ÁGUAAumento da agitação das moléculas de água
Maior temperatura
Fornecimento de calor para o aquecimento dos tecidos

DAITERMIA POR ONDAS CURTAS

• Uso clínico desde 1890
• termoterapia não-superficial
• corrente de alta frequência (27 Mhz-

mudança de polaridade em torno de 27
milhões de vezes por segundo)

• OC- energia eletromagnética similar
às ondas de rádio

• oscilações elétricasentre 2 pólos
(corrente alternada)

• paciente torna-se parte do circuito
elétrico

2

10/09/2014

BASES FÍSICAS

3

10/09/2014

ABSORÇÃO DA ENERGIA PELOS
TECIDOS
CONDUTIVIDADE DO TECIDO

MOLÉCULAS
CARREGADAS

MOLÉCULAS
DIPOLARES

MOLÉCULAS
APOLARES

Starkey (2001)

GERAÇÃO DE CALOR MOLÉCULAS
CARREGADAS

GERAÇÃO DE CALOR
MOLÉCULAS DIPOLARES

GERAÇÃO DE CALORMOLÉCULAS
APOLARES

moléculas apolares
(gordura) não possuem
íons livres ou pólos
carregantes

4

10/09/2014

“Clinicamente, a diatermia pode ser utilizada com o
objetivo de aumentar a temperatura dos músculos
esqueléticos”Kloth e Ziskin(1990).

FATORES DETERMINANTES NO
AQUECIMENTO DOS TECIDOS

• Intensidade do campo eletromagnético
• Tipo de tecido

• “O tecido adiposopode sofrer aquecimento excessivo
devido à condição favorável de absorção da energia pela
micro-circulação, porém seu efeito isolante impede a
dissipação do calor gerado” Goats (1989) e Ward (1980).

• “quanto mais água o tecido tiver, maior a oscilação elétrica
e a geração de calor”.

PROPRIEDADES
DA DOC PULSADA
• Consiste na aplicação de série de rajadas de DOC
com intervalos “off “.• Os ciclos “on” emitem radiação eletromagnética de
27,12 MHz.

• O “pulsamento”resulta em menor energia gerada.
(MENOR CARGA TÉRMICA).

“Os resultados clínicos produzidos podem
ser atribuídos a uma leve elevação da
temperatura”O’Dowd et al (1989) ;

Lehman (1990).

“EXISTEM POUCAS EVIDÊNCIAS EM APOIO
À TEORIA ATÉRMICA”
Ward (1986); Kloth e Ziskin (1990);
Lehman (1990)

5 10/09/2014

PROPRIEDADES
DA DOC PULSADA

DOC CONTÍNUO

DOC PULSADO

FATORES QUE INFLUENCIAM NA
TRANSFERÊNCIA DE ENERGIA

TÉCNICAS DE
APLICAÇÃO

CONTRAPLANARES, TRANSVERSAIS
OU SANDUÍCHE

•TÉCNICA DE APLICAÇÃO
•POSICIONAMENTO DOS ELETRODOS

•TAMANHO DOS ELETRODOS
•DISTÂNCIA DOS ELETRODOS

CONTRA-PLANAR
CADA CAMADA TECIDUAL FUNCIONA
COMO RESISTORES DISPOSTOS EM SÉRIE.
AINTENSIDADE DE CORRENTE É A MESMA
EM TODAS AS CAMADAS, PODENDO HAVER
MAIOR AQUECIMENTO NA CAMADA ADIPOSA

6

10/09/2014

APLICAÇÕES COPLANARES

ELETRODOS COLOCADOS EM OPOSIÇÃO
tecido adiposo  muito vascularizado  alta resistência tecidual
 dificuldades na dissipação do calor gerado
Tecidos em série  maior resistência à passagem da corrente

COPLANAR

• Os eletrodos estão...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Diatermia
  • Diatermia
  • diatermia por ondas curtas
  • diatermia por ondas curtas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!