DESMOTIVAÇÃO DOS PROFESSORES

Páginas: 5 (1099 palavras) Publicado: 4 de maio de 2015
DESMOTIVAÇÃO PARA A PROFISSÃO DOCENTE DOS ALUNOS CONCLUINTES DO CURSO DE PEDAGOGIA
Camilla Queiroz de Oliveira; Erik Albert Dantas Bráz; Maria Carolina Brita Silva; Suéllen Nascimento da Silva.

PALAVRAS-CHAVE: Desmotivação; Carreira docente; Pedagogia.

INTRODUÇÃO
Este trabalho consiste em uma análise proposta pela disciplina Educação e Trabalho trazendo uma abordagem já existente em umprojeto de pesquisa da Universidade Federal da Paraíba, de forma analítica e objetiva diante do tema “A expectativa em relação ao trabalho docente na visão de estudantes de cursos de licenciatura da UFPB/Campus João Pessoa: fatores intervenientes. Fase II”.
O objetivo dessa atividade é analisar e discutir em medidas as experiências na universidade, desmotivadoras para a profissão docente dos alunosconcluintes de pedagogia da Universidade Federal da Paraíba.

METODOLOGIA
O trabalho apresenta-se de forma qualitativa e foi desenvolvido diante da vivência na disciplina de Educação e Trabalho, contando com o apoio de seus estudantes, bolsistas e voluntários engajados no projeto PROLICEM da Universidade Federal da Paraíba que cederam entrevistas com alunos matriculados do 1º ao 9º período do cursode Pedagogia. A partir disso, analisaram-se três respostas de estudantes concluintes, sendo um de cada turno e com bases nos textos de Acácia Z. Kuenker, Andrea Caldas (2009); Gisela Lobo B. P. Tartuce, Marina M. R. Nunes e Patricia Cristina Albieri Almeida (2010); E, Nancy Nonato de Lima Alves.

ANÁLISES E DISCUSSÕES
Relatou-se na entrevista de numero 1 (um) que a escolha da discente pelo cursofoi após ingressar na área da educação, ou seja, sem experiência profissional, a partir do emprego que sentiu-se a necessidade de uma formação, começando em uma Universidade particular e depois transferindo-se para a Universidade Federal da Paraíba. Alegou que a escolha pelo curso foi por motivos de trabalho e não “por vocação”, Tartuce (2004) faz uma citação de Jesus que chama a atenção para o fatoda profissão docente ter-se tornado pouco seletiva. Esta resposta se relaciona ao estereotipo de que qualquer um pode atuar como professor, que é um caminho de fácil acesso ao mercado de trabalho, efetivando essa concepção com a resposta da educanda que iniciou seu trabalho como professora sem uma preparação profissional. Essa realidade contribui para o desamino nas pessoas em seguir a mesmacarreira por observar outras exercendo esta profissão sem formação, colaborando para que haja um desprestigio social perante a carreira docente.
Em seguida, no depoimento de numero 2 (dois), percebe-se que há uma fala poética a associação no sentido vocacionado a docência, em primeiro vista parece ser algo positivo, estimulador. Entretanto, constata-se um contraste a desvalorização doprofissionalismo na pratica educacional. O desejo em estar na sala de aula e o contato com as crianças impulsionam a estudante a cursar pedagogia, todavia mascara ao reconhecimento pela docência vista com um olhar vocacionado, como já exposto. Dessa maneira, certifica-se o não profissionalismo, pois se utiliza apenas do critério “gostar de crianças” para se apropriar deste cargo, descontruindo a necessidade daformação em um curso superior ou de magistério, resultando na imagem da faculdade de pedagogia não ser atrativa para os que não têm “vocação”.
Nota-se que, no caso da resposta da entrevistada numero 3 (três) ocorreu uma contraposição ao texto de Tartuce, Nunes e Almeida (2010), quando se menciona que a experiência escolar, a convivência com pessoas que são professores, a influencia da família e ofornecimento de conselhos dos mesmos são motivos que acarreta a desestimularão dos discentes a seguirem a carreira docente. Pois a aluna tem exemplos na família e mesmo assim não houve rejeição pela profissão, ao invés disso, sua mãe, da qual é formada em magistério, lhe aconselhou a seguir o mesmo caminho, insinuando que ela tinha vocação para a carreira docente, e influenciando lhe na escolha...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Desmotivação dos Professores e Trabalho de Equipe.
  • DESMOTIVAÇÃO: UM FATOR NEGATIVO NA PRÁTICA DO PROFESSOR
  • Desmotivação
  • Desmotivacao
  • Desmotivação ocupacional
  • Desmotivação no trabalho
  • Desmotivação Organizacional
  • motivação e desmotivação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!