Design tropocalista de rogério duarte

Páginas: 7 (1699 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
CARDOSO, Rafael. Uma introdução à história do design. São Paulo: Editora Blucher, 2008.

Capítulo 7 – Os desafios do design no mundo Pós-Moderno
“O processo de quebra do paradigma modernista-fordista e de ingresso no período pós-moderno, ainda bastante nebuloso enquanto se configurava ao longo das décadas de 1970 e 1980, já estavam claramente definidos em 1989 [...]”P. 234.
“Desde a décadade 1980 com a notoriedade atingida por designers, como o francês Philippe Starck ou o grupo italiano Memphis [...] o design vem se libertando da rigidez normativa que dominou o campo durante mais de meio século.” P. 234.
“Com o ingresso na era digital, então, fica cada vez mais nítido que os velhos paradigmas já não servem mais.” P. 234.
“A marca registrada da pós-modernidade é o pluralismo, ouseja, a abertura para posturas novas e tolerância para posições divergentes.” P. 234.
“Para o design mais especificamente, a condição pós-moderna exarceba uma série de questionamentos e contradições que sempre estiveram latentes, mas cuja resolução antes era menos premente.” P. 235.
“Diante das profundas transformações ocasionadas pela adoção das tecnologias computacionais, por exemplo, adistinção tradicional entre design gráfico e design de produto tende a se tornar cada vez menos relevante.” P. 235.
“A aplicação da informática a diversos processos produtivos introduziu uma flexibilidade a tal ponto que hoje é perfeitamente viável fabricar industrialmente pequenas séries ou, por intermédio da prototipagem, até peças únicas.” P. 236.
“Nesse contexto, as questões de interação do usuáriocom o produto tornam-se determinantes para o design.” P.236.
“A consciência de que o industrialismo tenha atingido uma certa maturidade [...], apontam em pelo menos duas direções opostas. Por um lado, a difusão mundial do modelo consumista americano significa que a perpetuação do sistema produtivo atual depende da expansão contínua da produção e do consumo.” P. 236.
“[...] O mesmo ímpetoconsumista que mantém o sistema em funcionamento é responsável pelo agravamento constante dos problemas ambientais [...].” P. 236.
“Talvez o maior dilema para o designer na pós-modernidade resida no fato de se encontrar justamente na falha entre essas duas placas tectônicas do mercado e do meio ambiente.” P. 236.
“Porém, no momento em que se percebe que nem uma coisa nem a outra são tão simples assim,as pessoas acabam recorrendo aos designers para projetar soluções capazes de conciliar esses dois polos aparentemente irreconciliáveis.” P. 236.
“Costuma-se dizer que das crises nascem oportunidades e não resta dúvida de que a total falta de certezas do momento histórico presente oferece uma grande oportunidade para que os designers apresentem projetos de futuro e lancem novas bases para oexercício da profissão no século 21.” P. 236.

O Design na era da informação
“A miniaturização dos componentes eletrônicos ao longo das ultimas décadas é um capítulo de fundamental importância na história da tecnologia no século 20.” P.237.
“Na era eletrônica, o objeto já não pode mais ser considerado uma unidade integral, nem do ponto de vista técnico e muito menos do estético, mas, antes, deve serentendido como uma compilação de códigos especializados superpostos de maneira mais ou menos livre.” P.237.
“E a partir de uma linguagem binária que, de tão elementar, quase desmerece a noção de linguagem, faz-se possível abranger todas as linguagens, todas as formas de expressão, veiculá-las e traduzi-las de um meio de registro para o outro, com uma facilidade nunca antes imaginada.” P.237.
“Omundo da era da informação se compõe de visões fragmentadas e fragmentos de visões cuja totalidade só é recomposta na mente de cada um, e sempre de forma passageira.” P.238.
“A fragmentação da era atual se manifesta claramente na velocidade com que a superabundância de informações disponíveis vai sendo continuamente acrescida de ainda mais informações, e todas vão sendo condenadas à...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Rogerio
  • ROGERIO
  • Duarte
  • Duarte
  • Rogerio
  • Rogério
  • Rogerio
  • Rogerio

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!