Desafios das relações trabalhistas na sociedade do conhecimento

Páginas: 5 (1140 palavras) Publicado: 22 de maio de 2012
INTRODUÇÃO

O trabalho livre e assalariado ganhou espaço após a abolição da escravidão no Brasil em 1888 e com a vinda dos imigrantes europeus para o País. Com a chegada da Revolução Industrial e consequentemente o aparecimento de vários tipos de maquinas nas indústrias, a qualidade de vida e trabalho dos empregados começou a cair. Os trabalhadores experimentavam um dos piores regimes detrabalho desde a escravidão. Possuíam péssimos salários o qual não possibilitava condições dignas de subsistência. Muitos não conseguiam moradias com o mínimo de infraestrutura o que obrigava a vários deles se abrigarem nas dependências das fábricas. As condições de trabalho eram perigosas e insalubre, sujeitando os operários a vários riscos como: incêndio, explosões, intoxicações, desmoronamentosentre outros.
Devido às más condições impostas, foram gerando no País as primeiras discussões sobre as leis trabalhistas. Com isso o operário tornou se livre dono de sua vontade, adepto a ideias liberais. Ocorre que os empregadores, detentores dos meios de produção, adquiriram um poder o qual os trabalhadores nunca haviam enfrentado antes, e ainda eram protegidos pelo Estado. Mais tarde, resultadoda prática abusiva do poder do capital, surgiu uma legislação que protegia os trabalhadores, surgindo assim o Direito do Trabalho.
A constituição de 1934 foi a primeira a tratar especificamente sobre o direito do trabalho. Ao trabalhador foram atribuídos direitos como a garantia sindical, salário mínimo, isonomia salarial, proteção do trabalho de mulheres e menores de idade, repouso semanal,jornada de trabalho de oito horas e férias anuais remuneradas. Também nesse ano surgiu a consolidação das leis trabalhistas que ainda hoje, em grande parte, vigora no ordenamento jurídico brasileiro.
Com o passar dos anos novas leis foram editadas, envolvendo os empregados domésticos, rurais e trabalhadores temporários. Com a criação da constituição de 1988, os direitos trabalhistas e sindicaisforam incluídos no capitulo dos Direitos Sociais e Dos Direitos e Garantias Fundamentais.
Existe hoje dentro da realidade jurídica brasileira uma legislação trabalhista e constitucional protegendo as relações de trabalho no Brasil, porém ainda há um grande impasse da sociedade: de um lado, uma grande parte da população desempregada e por outro, uma outra parte que sobrevive de trabalhos informais oqual não garante direitos como aposentadoria, seguro desemprego, fundo de garantia por tempo de serviço entre outros.
Vivemos em um país onde as leis trabalhistas são conhecidas como protetoras da classe trabalhadora. Mesmo assim esta muito longe de mudar uma realidade de injustiças causadas a essa classe. No Brasil ainda se vive uma realidade onde os patrões não cumprem o que as leistrabalhistas determinam. Cria se uma realidade onde é imposta a lei do mais forte. Além de tudo isso existe outros obstáculos a serem vencidos como, por exemplo, a busca de melhores salários, capacitação profissional e melhores condições de trabalho dentro das empresas.
O acesso do trabalhador aos direitos que a lei trabalhista determina não deve ser encarado como uma forma de caridade ou ajuda e sim comoo comprimento da lei. Não apenas para melhorar as condições de trabalho, mas também, a preservação da dignidade e a melhoria na qualidade de vida das pessoas envolvidas no processo. Como se não bastasse existe ainda um fator que vem aterrorizando a classe dos trabalhadores. Trata-se da reengenharia do processo produtivo. A informática e a globalização levaram as empresas a transferir seusserviços para unidades menores e consequentemente realizar dispensa de empregados por motivos econômicos, tecnológicos ou estruturais, aumentando assim a produção com um numero menor de empregados.
Como consequência, milhões de pessoas perderam seus empregos. O Direito do Trabalho ainda não encontrou meios eficazes de enfrentar esse problema, o qual é resultante de um grande numero de excedentes...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Os desafios das relações trabalhistas na sociedade do conhecimento
  • Os desafios das relações trabalhistas na sociedade do conhecimento
  • Os desafios das relações trabalhistas na sociedade do conhecimento
  • Desafios das relações trabalhistas na sociedade do conhecimento
  • Desafios da universidade na sociedade do conhecimento
  • Desafios da sociedade do conhecimento
  • desafios da universidade na sociedade do conhecimento
  • Escola e os desafios da sociedade da informação e conhecimento

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!