Da interpretação

Páginas: 6 (1488 palavras) Publicado: 3 de fevereiro de 2014
Uma boa argumentação abre portas. É no que se acredita desde a Antiguidade, quando as primei­ras técnicas retóricas foram criadas para conven­cer e persuadir o público de uma idéia que, independen­temente de ser verdadeira, é eloqüente.
Numa era de informação global, no entanto, em que comunicar está na base das relações pessoais e profissionais, estar familiarizado com as principais for­mas deconvencimento virou um trunfo de mão du­pla: quem sabe a importância de convencer alguém saberá também não cair tão fácil na primeira lábia de um interlocutor.
"Num mercado altamente competitivo e em ace­lerada mudança, a habilidade de comunicar idéias e convencer as pessoas da necessidade de mudan­ças é essencial Nestas circunstâncias, o domínio das técnicas de persuasão cria um diferencialva­lioso",  diz Jairo Siqueira, consultor em criativida­de e negociação.
A ressaca eleitoral de novembro que o diga, depois que o debate político se intensificou, mostrando a im­portância de separar o joio de uma falácia do trigo de um bom argumento, não só durante o horário eleitoral gratuito, como também na imprensa, no bate-papo de bar, nos comentários em ônibus e táxis, nas men­sagensde internet, enfim, mesmo nas conversas casuais e informais do dia a dia.
Mestre em estudos literários pe­la UNESP, o lingüista Victor Hugo Caparica lembra que mesmo as re­lações interpessoais são, em última análise, relações interdiscursivas. Ou seja: na maior parte do tempo, estamos argumentando em maior ou menor grau com as pessoas que nos cercam, influenciando e sendo por elas influenciados.
"E issopode ser desde uma simples conversa no corredor até uma negociação de vendas ou in­vestida romântica. Em todos os casos, estar preparado para lidar com essas relações dialógicas im­plica não apenas falar ou escrever melhor, como também estar menos suscetível a tais astúcias da enun­ciação", observa.
• Alvo fácil
Caparica ministrou em setem­bro o curso de extensão universitá­ria "Retórica eargumentação: da re­tórica clássica à moderna análise do discurso", no Centro Universitário de Araraquara, São Paulo, e acredi­ta que mais urgente do que apren­der a usar as artimanhas do discur­so é entender como não ser um al­vo fácil para elas.
"Nossa sociedade é formada e permeada pelos mais variados e mul­tiformes tipos de discurso, e muitos deles parecem invisíveis aos olhos de um leigo. É precisoabrir os olhos das pessoas para essa realidade so­cial",  afirma.
Por isso, estar retoricamente preparado para as relações dialógi­cas - é um bom começo, ­é também estar vacinado contra ar­gumentações inconsistentes ou até fajutas, tanto quanto para persua­dir os outros. Essa preparação repre­senta, nos dias de hoje, uma verda­deira conquista da cidadania.
Identificar qual é o público, seusvalores, seu comportamento e suas expectativas, formulando uma tese e delimitando os resultados esperados, usando linguagem simples e clara, adequada ao público. pensar em uma cadeia de argumentos lógicos que fortaleçam a tese defendida, atentando para elementos não verbais, como postura, tom de voz, imagens etc., que também são levadas em conta além do conteúdo daquilo que diz.
• O segredo está emfundamentar o discurso
Como podemos nos preparar para persuadir os outros e aprender a ter ouvido crítico em nossas relações dialógicas? O primeiro passo, se quisermos convencer alguém de algo, é saber em que consiste uma boa argumentação.
"O bom argumento é aquele que se sustenta, aquele que é bem fundamen­tado. O argumento construído sobre alegações, apresentando provas do que se afirma. Comouma boa pilha de pratos que, sem apoios exteriores, fica firme e não cai", explica Celso Cruz, professor dos cursos de Comunicação e Design na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).
Para Cruz, um discurso bem argumentado apresenta suas propostas com clareza e precisão, desenvolvidas com leveza, riqueza de vocabu­lário, imagens e sonoridades sugestivas, com ritmo e sem enrolação,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • interpretacao
  • interpretação
  • interpretação
  • Interpretação
  • interpretaçao
  • interpretação
  • Interpretação
  • interpretaçao

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!