Da infância à adolescência

Páginas: 20 (4896 palavras) Publicado: 7 de janeiro de 2015






1 DA INFÂNCIA À ADOLESCÊNCIA: TRANSFORMAÇÃO NA OPERAÇÃO ADOLESCENTE



O adolescente está entre o que não é mais
e o que ainda não é.1

A presente pesquisa versa sobre a transição à adolescência dentro de um contexto em que o sujeito adolescente busca elaborar a passagem da infância à adolescência. Essa passagem coloca o adolescente frente a uma nova situação em que este, sedepara com o Outro social. Até então, contava com a referência do Outro parental. Isto é, sustentava-se a partir da referência familiar. Essa sustentação continua presente na passagem à adolescência, pois é o que vem constituindo o sujeito. Porém, abre espaço em sua função sustentadora para permitir que outros valores venham a fazer parte na passagem adolescente à medida que ele for se apropriandodessa nova posição. Esses outros valores competem às novas identificações, aos novos grupos e referências no campo social. Tais valores são capazes de lhe conferir um novo estatuto a partir da entrada nessa nova posição.
Na passagem adolescente, o Outro, até então referente ao parental, passa a fazer parte do discurso social transformando-se em Outro social, podendo, a partir disso, serconsiderado como referência fundamental ao adolescente. Para o adolescente, encarar essa transição certamente lhe traz questionamentos diante de uma série de conflitos e crises, as quais têm de dar conta diante de sua nova realidade. A pretensão é situar, nesse primeiro momento, a noção de grande Outro visando que se trata de uma pesquisa permeada pelo referencial psicanalítico, lembrando ainda, queesta noção torna-se freqüente na abordagem do tema, visto que, na adolescência a menção ao grande Outro acaba sendo imprescindível.
Quando falamos em grande Outro, acabamos nos remetendo ao Outro parte fundante da cadeia constituinte de cada sujeito, ou seja, o Outro pelo qual nos constituímos sujeitos desejantes. Isso quer dizer que desde o nascimento nos organizamos estruturalmente conforme odirecionamento dado pelo olhar do Outro. Esse Outro se constitui como sustentador a partir das figuras parentais, pelas quais, todos passamos a nos situar dentro de uma estrutura, caracterizada pela inscrição em uma cadeia significante. Poli (2005) registra que o sujeito se inclui entre pares na série significante, se contando para eles e entre eles. Dito de outra forma, na teoria sexual ele se contapara outros, apropriando-se dos significantes do campo do Outro. Pelo olhar desse Outro constituinte, o adolescente, agora em toda sua transformação corporal e operação psíquica, poderá se reapropriar da imagem do corpo transformada. Ele passa a se reorganizar sexualmente.
Essa mudança na passagem adolescente, referida ao olhar, vai ao encontro do investimento imaginário na sustentação daimagem do corpo pela consistência do Outro. O adolescente vai adquirindo suas próprias formas de lidar com esse Outro social, através das crises características na adolescência, buscando confirmar sua identificação a uma imagem especular. Rassial, nas suas elaborações teóricas em A passagem adolescente: da família ao laço social (1997), postula que o adolescente se depara com a exigência de umapresença outra que não a dos pais, pois estes se revelam mortais. Devido ao apelo do olhar do Outro, convocando o adolescente a uma nova tomada de posição frente ao discurso social, o corpo do adolescente muda de estatuto e de valor.
As transformações recorrentes da passagem da infância à adolescência, tanto corporais como psíquicas, inscrevem no sujeito adolescente as marcas de um corpo outro queganha forma e permite ao sujeito adolescer. A adolescência vista como um lugar de passagem, como um momento de transição entre a infância e a vida adulta, pretende ser estudada a partir das indagações que esta temática propõe desenvolver na escrita.
No intento de apontar para uma formulação mais universal, buscaremos situar, brevemente, a adolescência sob um viés generalizado. Conforme Espig...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Primeira infancia, infancia e adolescencia
  • Infancia e adolescencia
  • Políticas públicas para infância e adolescência
  • Fundo para infância e adolescencia
  • O abandono social da infância e adolescência
  • O PAPEL DA FAMÍLIA NA INFANCIA E ADOLESCENCIA
  • Nutrição na Infância e Adolescência
  • Transtornos da infancia e da adolescência

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!