Década de 60

Páginas: 21 (5002 palavras) Publicado: 18 de maio de 2011
Índice
Introdução 3
Associação Europeia de Livre Comércio 4
Afirmação do Japão 5
* A crise do pós-guerra e a ajuda americana 6
* A recuperação económica do Japão 8
* O “milagre económico” japonês 10
Crises e conflitos
* Barricadas em Paris 15
* Guerra do Vietname 16
* Guerra dos seis dias 17
* Guerra Civil do Congo 18Tratados assinados 18
Transformações económicas, sociais e culturais
* Skaters 20
* Hippies 21
* Nerds 22
* Skinheads 23
* O aparecimento da pílula 24

Personalidades marcantes
* Marylin Monroe 25
* Ray Charles 26
* John F. Kennedy 26
* Twiggy 27
* Eusébio 28
Cronologia da décadade 60
* 1960 29
* 1961 29
* 1962 30
* 1963 30
* 1964 30
* 1965 31
* 1966 31
* 1967 31
* 1968 32
* 1969 32
Conclusão 33
Bibliografia 34



Introdução
O presente trabalho, foi realizado no âmbito da disciplina de Geografia C, a pedido do professorAfonso Pires. Está inserido na temática “Um Mundo Policêntrico” e tem como principal objectivo aprofundar os conhecimentos sobre tudo o que aconteceu de mais relevante na década de 1960, em todo o mundo.
Aborda como é que o Japão se tornou uma alta potência económica e o aparecimento da EFTA (Associação Europeia de Livre Comércio), sendo estes os assuntos mais relevantes do trabalho.Abrange, também, algumas das transformações económicas, sociais e culturais, tal como algumas das crises e dos conflitos, personalidades mais marcantes e ainda os tratados assinados.

Associação Europeia de Livre Comércio
A EFTA é uma organização que foi fundada na década de 60 por países que não tinham aderido à Comunidade Económica Europeia (CEE) tendo como parceiros iniciais o Reino Unido(Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte), Portugal, Áustria, Dinamarca, Noruega, Suécia e Suíça, e mais tarde a Finlândia em 1961, a Islândia em 1970 e por fim o Liechtenstein em 1991. Foi instituída pela Convenção de Estocolmo a 4 de Janeiro de 1960.
Os Estados-membros uniram-se com o intuito de defender os seus interesses económicos. Deste modo criou-se uma área de comércio livre: osprodutos importados pelos Estados-membros não estavam sujeitos aos pagamentos de impostos alfandegário, o que possibilitou o desenvolvimento das trocas internacionais entres eles.
A EFTA surgiu como uma oposição à Comunidade Económica Europeia (CEE), de modo a que os Estados-membros pertencentes tivessem um papel importante nas discussões da política mercantil dos anos 60 e 70, e deste modo, estaassociação não visava qualquer tipo de integração política, somente as relações económicas.

Em 1973, a Comunidade Económica Europeia assinou acordos com os Países-membros da EFTA com o intuito de criar uma zona de comércio livre para os 380 milhões de consumidores dos países
Actualmente a EFTA é constituída apenas por quatro países: Suíça, Liechtenstein, Noruega e Islândia.

Afirmação doJapão
O Japão é um arquipélago constituído por cerca de 4000 ilhas, sendo as maiores e principais as ilhas de Honshu, Hokkaido, Kyushu e Shikoku.
Neste território, geograficamente fragmentado, vivem cerca de 128 milhões de japoneses. Cerca de 78% da população concentra-se nas grandes cidades situadas nas planícies litorais, sendo estas as regiões mais densamente povoadas do mundo. Só nas maioresaglomerações japonesas, Tóquio, Osaka-Kobe e Nagóia vivem 50% da população total. O que explica este fenómeno é a produção agrícola, baseada na produção de arroz e o crescimento demográfico recente.

As desvantagens do Japão são numerosas. Este arquipélago vulcânico, sujeito a sismos, maremotos, tufões e tempestades violentas de neve, tem dois terços do território cobertos de montanhas: o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • década de 60
  • Década de 60
  • Década de 60
  • Década de 60
  • decada de 60
  • Decada de 60
  • Decada de 60
  • Os acontecimentos marcantes da década de 60

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!