Curso de Sexualidade e a Educação

Páginas: 104 (25996 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2015
Curso de Sexualidade e a Educação – Iped

No Brasil temos os primeiros registros de discussões sobre educação sexual em 1920. É nesta época que as primeiras reflexões e as primeiras ideias são ouvidas.

Influenciado pelas correntes médicas e higienistas francesas, com o objetivo geral de combater a masturbação, as doenças venéreas, e preparar a mulher para exercer seu papel de dona do lar.Visava-se sempre a saúde pública e a moral sadia.

De 1935 até 1950, não se tem registros de qualquer tipo de iniciativa ligada à sexualidade. O que resultou num tremendo retrocesso no caminho da educação sexual no Brasil.

Ainda na década de 1950, a igreja católica que dominava o sistema educacional para a elite brasileira, manteve um olhar de reprovação sobre a educação sexual. Neste períodosurgem alguns estudos mais aprofundados sobre a sexualidade na educação.

A década de 1960 foi um período muito complicado no Brasil. Passávamos pela repressão, estabelecia-se o regime de exceção. Mudanças políticas radicais foram estabelecidas após o golpe de 1964.

Na educação, há registros de tentativas de implantação da educação sexual para alunos das escolas públicas e particulares. Algumasforam pioneiras no trato deste assunto em sala de aula.

Entretanto, devido à reprovação dos pais, esta abordagem não sobreviveu por muito tempo. Essas escolas tinham uma orientação mais progressista, muito à frente do contexto social retrógrado da época.

Em 1968, a deputada Julia Steimbruck, do Rio de Janeiro, apresenta o primeiro projeto de lei propondo a implantação obrigatória da educaçãosexual em todas as escolas do país, em todos os níveis.

Após três anos, isto é, em 1970, especificamente em novembro, o projeto ainda estava em tramitação. O projeto recebeu grande apoio da maioria dos educadores, estudiosos e intelectuais, entretanto a burocracia engessava esta proposta.

Ainda durante a década de 1970, precisamente entre 1974 e 1975, a escola Preparatória de Cadetes do Exército,organizou uma série de conferências sobre orientação sexual para alunos do 2º grau da escola militar.

Em 1978 foi realizado por iniciativas particulares o 1º Congresso Nacional sobre Educação Sexual nas escolas, em São Paulo, que teve como objetivo debater a dimensão pública da educação sexual. Nesse congresso registrou-se um grande interesse dos educadores para com o tema, reunindo cerca de duasmil pessoas.
A década de 1980 foi um tempo próspero referente à questão da educação sexual. Foi um período de abertura política e retorno de grandes pensadores e intelectuais das mais diversas áreas.

Enquanto o povo gritava nas ruas por “diretas já!”, eram publicadas as primeiras revistas exibindo corpos nus, coisa que antes não ocorria.

Estava também ocorrendo uma grande revolução sexual nasmídias de massa, a televisão, o cinema, e a mídia impressa, passava a publicar conteúdos que até então, eram proibidos.

Nessa década a sexóloga Marta Suplicy fez um quadro no programa TV Mulher, tratando justamente do tema sexo. Grande foi a repercussão deste quadro nas mais diversas camadas da sociedade, fazendo ressurgir o interesse pelo tema.

Em 1983 foi realizado o primeiro encontro parauma reflexão mais robusta acerca da sexualidade na escola. Esta discussão se deu, sobretudo, pelo crescimento acentuado nos índices de gravidez na adolescência e o crescimento da AIDS entre os jovens.

Em 1989 a secretaria municipal da educação de São Paulo, sob orientação de Paulo Freire, decidiu implantar a educação sexual na escola. Primeiro nas escolas de 1º grau, estendendo para os outrosníveis paulatinamente.

O modelo foi tão bem elaborado, que foi copiado por outras capitais brasileiras como Porto Alegre, Belo Horizonte, Florianópolis, entre outras.

O objetivo inicial era capacitar o educador para a abordagem deste tema tão complexo, além de produzir material sobre o tema para que os educadores estivessem aptos a trabalhar a orientação sexual e a prevenção das DSTs.

Nos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Educação e sexualidade
  • EDUCAÇÃO E SEXUALIDADE
  • Educação e sexualidade
  • sexualidade e educação
  • Educação e Sexualidade
  • Sexualidade e educação
  • Educaçao e sexualidade
  • A sexualidade na educação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!