cultura

Páginas: 9 (2152 palavras) Publicado: 2 de dezembro de 2013
Resenha
MARTINS, Estevão C. de Rezende. Cultura e poder. 2 ed. Revisada e ampliada. São Paulo:
Saraiva, 2007.

Eric de Sales*

Professor de teoria da história e de história contemporânea na Universidade de Brasília
- UnB, Estevão C. de Rezende Martins dedica-se aos estudos nos campos da teoria, filosofia e
metodologia da história, história cultural moderna e contemporânea, e das relaçõesinternacionais, em particular da Europa ocidental. Publica em 2007, Cultura e poder, livro
que busca situar o leitor em questões referentes à formação e organização dos Estados
modernos e de suas relações externas. Nas palavras do autor, o livro segue uma “perspectiva
teórico analítica em que são coordenados a preocupação filosófica com a engenharia
conceitual e o prisma historiográfico,penhor de inserção empírica dos temas tratados” (p. 01).
O livro está dividido em sete capítulos que buscam apresentar ao leitor, inicialmente,
os conceitos que o autor utiliza (como poder, idéias, cultura e ideologia), para em seguida,
demonstrar como estes são utilizados para a construção das identidades e, conseqüentemente,
das organizações sociais que originam os Estados. Durante a leitura daobra capítulos, nota-se
que há quatro seções de análise que direcionam o livro. Essas podem ser divididas em: seção
de conceituação (capítulos 1, 2 e 3), nos quais são apresentados os conceitos usados em todo o
livro; análise da União Européia (capítulos 4 e 5), onde as idéias apresentadas pelo autor já
foram trabalhadas e postas em prática, com relativo sucesso; e análise da América Latina(capítulo 6), utilizando-se de todo o escorço conceitual apresentando. O capítulo 7 tratará das
perspectivas sobre o uso das idéias e o poder que exercerão no contexto da “mundialização”.1
Diversos são os campos de estudos e pesquisas que se dedicam à formação dos
Estados e sua relação com as identidades sócio-culturais. Dentre esses, há de se destacar o
campo da ciência Jurídica, da CiênciaPolítica e das Relações Internacionais. E é por meio dos
conceitos fornecidos por estas áreas do saber que Martins articula seus pensamentos,
*

Graduado em História pela Universidade de Brasília – UnB e mestrando pela UnB em História na Área de
Concentração História Social.
E-mail para contato: malkerik@yahoo.com.br

Em Tempo de Histórias - Publicação do Programa de Pós-Graduação emHistória
PPG-HIS/UnB, n.11, Brasília, 2007

167

utilizando uma perspectiva que se afasta da ciência da história e se aproxima da filosofia, do
direito e das relações internacionais. Por meio de tais perspectivas e com base no instrumental
teórico dos campos citados é que o autor inicia suas pontuações.
O que são idéias e como são capazes de mover sociedades, isto é, sua concepção e sua
função,são as bases para os debates do primeiro capítulo. O autor trata as idéias com uma
perspectiva do papel que desempenham no “contexto de redes culturais cuja resultante são as
formas de poder na sociedade e no Estado que interferem na formulação e na prática de
condutas individuais e sociais”. (p. 7) As idéias são apresentadas como uma forma de
orientação do agir, destacando-se em trêsdimensões distintas: passado (interpretação),
presente (explicação) e futuro (projeção). Tais dimensões orientam o pensar humano e a
formação não apenas de idéias, mas de identidades – outro discussão que perspassa o livro
todo. O debate sobre as idéias de poder é o que conclui o primeiro capítulo. Neste ponto,
Martins apresenta diversos posicionamentos sobre as idéias de poder – Foucault, CarlSchmitt, Jean Bodin, etc. – mas deixa claro seu alinhamento com a concepção de Niklas
Luhmann, que concebe o poder “como um jogo social de ações, que causam a partir de
pressupostos não causais, que efetuam trocas com base em fundamentos não permutáveis, que
jogam utilizando regras não colocáveis em jogo”. (p. 25)
O poder da cultura e a cultura do poder são o mote do segundo capítulo. O autor...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cultura
  • Cultura
  • Cultura
  • Cultura
  • A cultura
  • cultura
  • O que é cultura
  • Cultura

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!