Cuidados humanos

Páginas: 20 (4757 palavras) Publicado: 15 de março de 2013
COQUELUCHE

Jaraguá do sul, 2012.



COQUELUCHE

Trabalho apresentado para a disciplina
Estudos Epidemiologicos de Enfermagem
da Faculdade Jangada, Jaraguá do sul
Professora Maricéia Trierweiler Xavier.

Jaraguá do Sul, 2012.

SUMARIO

INTRODUÇÃO...............................................................................................................................
Vigilância Epidemiológica ...................................................................................4
Objetivos ..............................................................................................................4
Notificação ...........................................................................................................4
Investigação.........................................................................................................5
Coleta e Remessa de Material Para Exames ......................................................7
Imunização ...........................................................................................................8
Controle da Fonte deInfecção............................................................................10
Quimioprofilaxia...................................................................................................11
Ações de Educação em Saúde ..........................................................................12
Aspectos Clínicos e Laboratoriais ......................................................................12
Aspectos Epidemiológicos..................................................................................15

Vigilância Epidemiológica

A coqueluche é uma doença de notificação compulsória em todo o território nacional e sua investigação laboratorial é obrigatória nos surtos e nos casos atendidos nas unidades sentinelas, previamente determinadas, a fim de identificar a circulação da B. pertussis.
Objetivos
• Acompanhar a tendência temporal dadoença, para detecção precoce de surtos e epidemias, visando adotar medidas de controle pertinentes.
• Aumentar o percentual de isolamento em cultura, com envio de 100% das cepas isoladas para o laboratório de referência nacional, para estudos moleculares e de resistência bacteriana a antimicrobianos.

Definição de Caso Suspeito
• Todo indivíduo, independente da idade e estado vacinal, que apresentetosse seca há 14 dias ou mais, associada a um ou mais dos seguintes sintomas:
› tosse paroxística – tosse súbita incontrolável, com tossidas rápidas e curtas (5 a 10), em uma única expiração; › guincho inspiratório; › vômitos pós-tosse.
• Todo indivíduo, independente da idade e estado vacinal, que apresente tosse seca há 14 dias ou mais e com história de contato com caso confirmado comocoqueluche pelo critério clínico.

Confirmado
• Critério laboratorial – todo caso suspeito de coqueluche com isolamento de B. pertussis.
• Critério clínico-epidemiológico – todo caso suspeito que teve contato com caso confirmado como coqueluche pelo critério laboratorial, entre o início do período catarral até 3 semanas após o início do período paroxístico da doença (período de transmissibilidade).• Critério clínico – todo caso suspeito de coqueluche cujo hemograma apresente leucocitose (acima de 20 mil leucócitos/mm3) e linfocitose absoluta (acima de 10 mil linfócitos/mm3), desde que sejam obedecidas as seguintes condições: resultado de cultura negativa ou não
realizada; inexistência de vínculo epidemiológico (vide item anterior); após realizado diagnóstico diferencial não confirmado deoutra etiologia.

Descartado
Caso suspeito que não se enquadre em nenhuma das situações descritas anteriormente.

Notificação
Todo caso suspeito deve ser notificado através do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan). Os casos atendidos nas unidades sentinelas, previamente determinadas, devem ser notificados imediatamente pelo meio mais rápido possível ao serviço de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A ÉTICA NO CUIDADO HUMANO
  • Cuidado Humano E Profissional 2015
  • Cuidado humano
  • Cuidados humanos básicos Alimentação e mobilidade
  • Cuidado com o Corpo Humano após a morte
  • Cuidados Humanos
  • Cuidados humanos básicos
  • O cuidado, os modo de ser(do)humano e as praticas corporais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!