cuidado paliativo a paciente em estado terminal de cancer

Páginas: 16 (3992 palavras) Publicado: 20 de agosto de 2013
ASPIRAÇÃO DE MECÔNIO:
AULA l: INTRODUÇÃO À SÍNDROME DE ASPIRAÇÃO DE MECÔNIO
I. CONCEITOS GERAIS

A palavra mecônio é derivada do grego meconium-arion, que significa
'"semelhante ao ópio" e foi assim denominado por Aristóteles, pois acreditava
que esta substância induzia o sono do feto durante a gestação.
O mecônio é um liquido viscoso esverdeado composto por secreções
gastrointestinais,debris celulares, bile, suco pancreático, muco, sangue,

lanugo deglutido e vernix análise bioquímica

indica

que

o

mecônio

é

composto por 72 a 80% de água por mucoproteínas mucopolissacarídeos
e proteínas. Lipídeos constituem 8% do peso se do mecônio ( 47% de ácidos
graxos livres e 53% de ésteres da ácidos graxos ); a bilirrubina contribui com 1
mg/grama de mecônio seco emais 32 tipos de componentes esteróides tem
sido detectados.

Durante a gestação o mecônio aparece no íleo fetal entre a l0ª e 16ª semana
de gestação e, no nascimento, 60 a 200g pode ser eliminado pelo recém
nascido, sendo que a eliminação intra-útero é incomum, principalmente antes
de 37 semanas de gestação, devido à pequena capacidade de peristalse, um
bom tônus do esfincter anal e àpresença de um “plug” de mecônio
particularmente viscoso no reto. Ao contrário, em gestações de 42 semanas ou
mais, a passagem de mecônio ocorre em 35% ou mais dos casos.

A passagem de mecônio para o líquido amniótico intra-útero (
Amniótico Meconial - LAM ) poderá ser de pequena monta,

Líquido

causando um

líquido amniótico tinto de mecônio ou em grande quantidade, constituindo umlíquido amniótico espesso de mecônio ou "purê de ervilhas"'. A partir da
presença de mecônio tinto ou espesso no

liquido amniótico, o recém

nascido pode apresentar problemas respiratórios relacionados com a presença
desta substância nas vias aéreas: a Síndrome de Aspiração de Mecônio.

Síndrome de Aspiração de Mecônio ( SAM ) é caracterizada por uma
insuficiência

respiratória num neonatoque apresenta líquido amniótico

meconial ao nascer e que tem achados radiológicos compatíveis com o quadro
clínico, sem que haja outra explicação para estes sintomas.

II. EPIDEMIOLOGlA

A presença de líquido amniótico tinto de mecônio (LAM) é um problema
comum, ocorrendo em aproximadamente 11 a 22 por cento de todos os partos
segundo dados da literatura. A Síndrome de Aspiração deMecônio (SAM)
aparece em cerca de 2 por cento de todos esses partos.

Em um levantamento realizada no período de agosto 1985 a junho de 1987 no
Hospital São Lucas da PUCRS, 17,7% dos partos apresentaram líquido
amniótico e com mecônio, e 3,8% dos casos apresentaram SAM e foram
admitidos na UTI Neonatal. Destes casos, 12% eram graves.

A incidência de líquido meconial é diretamente proporcionala idade
gestacional, sendo rara antes de 34 semanas de gestação. A incidência é
maior em crianças pequenas para a idade gestacional (PIG) e em fetos pósmaturos.

III. FATORES PREDISPONÍVEIS
Para a maioria das crianças, a passagem de mecônio “in útero” provavelmente
representa um evento de maturação. A passagem de mecônio é rara antes de
37 semanas, mas pode ocorrer em 35% ou mais dasgestações com mais de
42 semanas.

O líquido amniótico tinto de mecônio (LAM) é considerado como um indicativo
de “stress” ( ou sofrimento fetal ), principalmente em vigência de hipóxia ou
acidose. Assim, a eliminação de mecônio têm sido usada como um marcador
de asfixia intra-útero. A hipótese é de que a asfixia intrauterina causa um
aumento da peristaltismo intestinal e o relaxamento do esfincteranal,

resultando na passagem de mecônio. A compressão da cabeça fetal ou do
cordão umbilical (como na presença de oligodrâmios) pode levar a uma
resposta vagal que induz à eliminação de mecônio.
A passagem de mecônio “in útero” é predominantemente vista em crianças
pequenas para a idade gestacional (PIG) e em crianças pós-termo, também em
casos de complicações com o cordão...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cuidados paliativos aos pacientes terminais
  • Cuidados paliativos em pacientes terminais
  • Pacientes terminais e os cuidados paliativos
  • Cuidados paliativos em paciente terminal
  • Cuidados Paliativos para pacientes terminais em oncologia
  • CUIDADOS PALIATIVOS AO PACIENTE ONCOLÓGICO TERMINAL: UMA REVISÃO INTEGRATIVA
  • Convergências sobre a eficácia de cuidados paliativos em pacientes terminais
  • O papel da fisioterapia nos cuidados paliativos a pacientes com câncer

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!